Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Veja 8 cargos de TI em alta no Brasil

Postado por Fábio Albuquerque

A área de TI é uma das que mais cresce no Brasil atualmente. Se há alguns anos os profissionais do setor eram conhecidos apenas como aqueles que faziam reparos nos computadores das empresas, hoje já há milhares de cargos de TI em alta, até mesmo no mundo acadêmico.

Para quem busca novos rumos na carreira ou quer driblar a crise econômica com uma profissão que nunca está em baixa, o melhor caminho é investir em uma especialização na área. No post de hoje, reunimos as 8 opções que estão em alta em TI e prometem crescer ainda mais. Confira!

veja-8-cargos-de-TI-em-alta-no-brasil.jpg

1. Especialista em experiência do usuário

A experiência e necessidades do consumidor têm sido uma pauta de interesse do mercado em diversas profissões e não seria diferente em TI. As empresas e as startups estão à procura de profissionais de tecnologia que dialoguem com seu público para criar produtos com mais qualidade.

Um especialista em experiência do usuário pode ter diversas formações na área, mas precisa ter como adicional um perfil de cool hunter — ou caçador de tendências, conhecimentos em marketing e comunicação, social media e análise de dados. O salário inicial é de cerca de R$ 5 mil, mas pode chegar a R$ 15 mil, no auge da carreira.

2. Analista de segurança da informação

O excesso de informações online trouxe também a necessidade da segurança de dados. Não é raro o ataque de hackers a computadores e informações compartilhadas ou armazenadas online. Dentro das empresas, qualquer vulnerabilidade em softwares e nuvem torna-se ainda mais perigosa, o que tem tornado fundamental o trabalho dos analistas de segurança da informação.

Como os dados saem do território fechado e migram para a nuvem num piscar de olhos, esses profissionais precisam estar sempre um passo à frente dos hackers e ter uma mente treinada para identificar possíveis perigos. Para eles, os salários variam entre R$ 12 mil, nas regiões Nordeste e Sul, e R$ 20 mil, em São Paulo.

As principais recomendações para ser bem-sucedido nesse cargo é sempre se manter atualizado sobre mudanças tecnológicas, especialmente sobre novas ameaças, e ter uma noção intermediária de inglês, já que grande parte dos artigos da área são publicados no idioma.

Baixe agora

3. Especialista em DevOps

Desenvolvimento + Operações juntos formam o termo DevOps, uma tendência que visa agilizar processos e eliminar barreiras entre os setores de tecnologia dentro das empresas. Na prática, um especialista na área minimiza o tempo em que um produto ou software é criado e colocado no mercado.

Por ser um tema novo, ainda há poucos profissionais com experiência atuando na área, mas a demanda já é alta. Algo que aumenta o valor e torna essa profissão uma das mais bem remuneradas em TI, com salários que variam entre R$ 18 mil e R$ 25 mil.

4. Programador mobile

As plataformas mobile também estão em alta. Do pagamento de contas até a comunicação do dia a dia, quase todas as atividades já são feitas por meio de um smartphone. Essa demanda tornou o trabalho dos programadores especializados na linguagem mobile muito relevante para a área de TI.

São esses profissionais que criam os formatos e cuidam de todo o desenvolvimento dos aplicativos (iOS e Android), o que torna sua demanda alta. A média salarial gira entre R$ 7 mil e R$ 11 mil, mas, com o aumento da relevância dos dispositivos móveis, esses números prometem subir.

5. Engenheiro de solução de Big Data

Assim como um engenheiro tradicional, o engenheiro de solução de Big Data é responsável por planejar e construir infraestruturas para o armazenamento e uso estratégico das informações. Essa é uma das áreas de TI mais importantes para o mercado, especialmente em multinacionais, que lidam com um alto número de dados todos os dias.

O perfil desse profissional é técnico, mas, ainda assim, criativo e estratégico. É ele quem analisa os prós e contras de plataformas de Big Data e implementa as soluções de TI que viabilizam o armazenamento de informações dos negócios no dia a dia. Nessa atividade, os salários também são altos, entre R$ 13 mil e R$ 20 mil.

6. Business partner

veja-8-cargos-de-TI-em-alta-no-brasil.gif

Aproximar a tecnologia do mundo dos negócios é uma tendência que vai deixar determinados cargos de TI em alta, como o de business partner. Além de conhecimento tecnológico, esse profissional também precisa dominar a gestão de pessoas. Afinal, é ele quem faz a ponte entre a empresa (e sua equipe) e as exigências do mercado.

Na prática, pesquisa tudo aquilo que falta a um negócio em termos de tecnologia e traduz essas necessidades em uma linguagem técnica para os colaboradores de TI. Algo que facilita toda a dinâmica empresarial. Estima-se que o salário desse profissional varie entre R$ 18 mil e R$ 25 mil, um dos mais altos da área.

7. Cientista de dados

Assim como o cargo anterior, o cientista de dados — ou analista de dados — também trabalha com o uso de Big Data nas empresas. Seu papel principal é explorar o potencial dessa tecnologia e orientar outros profissionais a tirarem o melhor proveito dela.

Seu diferencial é unir um forte conhecimento tecnológico a uma visão aguçada de negócios, ajudando empresas a fazer descobertas e analisar dados estrategicamente, com o intuito de melhorar sua atuação em todos os setores: das vendas ao marketing.

Essa área conta com um viés acadêmico muito forte para quem deseja se tornar professor. Os salários variam entre R$ 10 mil e R$ 18 mil.

8. CTO

Finalmente, temos o CTO, ou simplesmente os diretores de tecnologia. São eles que gerenciam os profissionais citados anteriormente e cuidam de todos os processos tecnológicos de uma empresa.

O ano de 2017 apresentou boas oportunidades para os profissionais com potencial para se tornarem CTOs. Ou seja, com pensamento estratégico, capacidade de liderança, leitura de tendências tecnológicas e visão de futuro.

Em 2018, a situação promete melhorar ainda mais. Assim como os CEOs, esses profissionais serão peças-chave das empresas e altamente requisitados pelo mercado.

E você, pretende atuar em algum desses cargos de TI em alta? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Conte pra gente aqui nos comentários!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS