Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Vai ter uma conversa difícil no trabalho? Saiba como lidar e agir

Postado por Fábio Albuquerque

Nada causa mais pânico que escutar do chefe ou ter que falar para o superior a frase: "precisamos conversar". Contudo, não é preciso temer esse momento. Afinal, com alguns cuidados, é possível tirar de letra essa situação, tornando uma conversa difícil no trabalho uma oportunidade única de esclarecer alguns pontos importantes e aprender ainda mais.

Quer saber, então, como facilitar essa atividade, transformando-a em uma tarefa simples e sem estresse? Basta seguir à risca as dicas a seguir.

vai-ter-uma-conversa-dificil-no-trabalho-saiba-como-lidar-e-agir.jpg

Seja flexível

O primeiro passo para garantir que a conversa seja saudável é ser flexível e acessível. Não vá ao encontro da outra pessoa já preparado para falar palavrões e destratá-la. Lembre-se de que o intuito é resolver a situação de forma pacífica e prática, agradando ambas as partes.

Então, faltar com educação, ter um posicionamento rígido e ignorar o que está sendo dito não contribuirá em nada com o problema. Pelo contrário: criará um quadro ainda mais complicado, dificultando a comunicação.

Convide para conversar gentilmente

Fazer com que alguém converse por obrigação ou por pressão é um verdadeiro tiro no pé. O ideal é que você aborde a pessoa gentilmente, pedindo alguns minutos para bater um papo.

Se ela recusar, não fique triste ou desanimado, apenas pergunte qual o melhor dia e horário para atendê-lo. Informe ainda que o assunto é importante e merece a devida atenção.

Antecipe o assunto

Não há necessidade de fazer mistério sobre o tema principal da conversa. Isso apenas deixará a outra parte envolvida aflita. Portanto, ao solicitar formalmente uma conversa, independentemente do grau de hierarquia da pessoa dentro da organização, já avise qual o motivo do encontro.

Não é preciso fornecer muitos detalhes, apenas comunique de forma direta e clara o que você pretende abordar. Com as informações, o interlocutor conseguirá determinar o lugar mais adequado para realizar a conversa — assuntos estritamente profissionais e complexos exigem um ambiente mais neutro, enquanto temas mais leves demandam lugares casuais.

Além disso, essa ação permite que a pessoa pense melhor sobre a questão, encontrando antecipadamente a solução ideal.

Exerça a empatia em uma conversa difícil no trabalho

Saber se colocar no lugar do outro é essencial para qualquer tipo de relacionamento, desde o amoroso até o profissional. Para alguns, essa é uma tarefa realmente difícil, mas nunca é tarde para começar.

Fato é que, se as pessoas exercessem mais a empatia, grande parte dos problemas seriam resolvidos. Na verdade, eles seriam até evitados. Por isso, sempre que for dialogar com alguém, tente primeiro colocar-se no lugar do próximo para entender melhor a situação.

Para deixar o clima da conversa mais descontraído e amistoso, vale também apostar na linguagem corporal, mostrando que você está interessado no que está sendo dito.

Baixe agora

Ensaie a conversa

Claro que falar em voz alta e treinar a conversa não garantem o sucesso da comunicação, mas dessa forma você ao menos terá noção do impacto da sua abordagem.

Será possível perceber, por exemplo, se as palavras usadas são as mais apropriadas, assegurando que os termos não vão ofender e nem magoar o outro. Se for preciso, treine com algum amigo ou familiar.

Isso não significa de forma alguma que você deve começar o diálogo já cheio de preconceitos e opiniões formadas, achando que conseguirá prevenir as reações do interlocutor.

Reconheça os próprios erros

Apontar erros alheios, não observando as próprias falhas, é um erro recorrente dos profissionais, que acreditam que o deslize do outro é sempre mais grave que o próprio. Tal pensamento, com certeza, acarretará mal entendidos, resultando em um grave problema comunicacional.

Para que isso não ocorra, saiba ser humilde e reconheça os próprios erros, pedindo desculpas se for o caso. A relação profissional não é uma queda de braço, e não existe um mais forte e outro mais fraco. Então, anote a dica: não é preciso se impor e nem buscar aprovação o tempo todo. Apenas aborde sua opinião com clareza e naturalidade.

Assuma as emoções

Não confunda assumir os sentimentos com ter uma crise de histeria. Aqui, o importante é deixar as emoções transparecerem. Por isso, chore, desabafe e faça tudo aquilo que for preciso para sair da situação ainda mais forte.

Mas deixe para fazer isso em casa! No escritório, tenha um diálogo normal, priorizando sempre o respeito e a cordialidade. Não esqueça de que a inteligência emocional é item obrigatório para qualquer profissional que busca destaque no mercado de trabalho.

Escute o interlocutor

Saber ouvir é uma arte que evita diversas situações problemáticas. Então, aprenda a escutar e absorver o que o outro está falando, mesmo que não concorde. Deixe o interlocutor falar tudo aquilo que ele pretende, sem interrompê-lo.

Quando ele finalizar, chega o momento oportuno de esclarecer seu ponto de vista, explicando as razões pelas quais você não concorda com a questão e apresentando de forma sensata os argumentos. Nesse momento, é fundamental ter um comportamento maduro e equilibrado, dando a devida importância à conversa.

Para não correr o risco de esquecer o que foi dito, tente anotar em tópicos as informações principais.

Chegue a um acordo

Não adianta ficar horas conversando e não chegar a um consenso! Portanto, procure um ponto em comum para finalizar o assunto da melhor forma possível.

Caso não chegue a um acordo que agrade a todas as partes, veja o que é mais plausível para a circunstância. O que não pode é se manter em um impasse eterno, dificultando uma situação que por si só já é complicada.

Não há dúvidas: uma conversa difícil no trabalho causa muita tensão, prejudicando, inclusive, o seu desempenho no trabalho. Mas, como não é possível fugir de certas situações, o melhor é admitir que o diálogo — por mais complexo que possa ser — é fundamental para deixar tudo às claras e eliminar de vez os desentendimentos. Essa ação facilitará o dia a dia no escritório, proporcionando um ambiente equilibrado e harmonioso.

Agora é a sua vez! Você tem mais alguma dica para acrescentar à nossa lista? Deixe um comentário e compartilhe conosco sua opinião!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS