pós-graduação

Tudo que você precisa saber sobre multidisciplinaridade

Fábio Albuquerque
06-11-2018 6:49

Vivemos em um mundo onde tudo acontece a uma velocidade surpreendente. Isso fez com que o ser humano precise se adaptar, fazendo florescer a multidisciplinaridade. Especialmente no mercado corporativo, cada vez mais competitivo, no qual a necessidade de mudanças constantes e inovação passaram a ser premissas básicas de sobrevivência.

Neste artigo mostraremos quais as principais características do profissional multidisciplinar, seus diferenciais, como ele pode atuar em equipes heterogêneas e muito mais. Confira!

tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-multidisciplinaridade

O que é multidisciplinaridade?

O termo multidisciplinar é constituído de duas palavras: multi e disciplina. O vocábulo multi tem origem na palavra de origem latina multus e significa múltiplo, ou seja, abrange muitos fatores. Já disciplina, no sentido pedagógico da palavra, é definida por um determinado campo de conhecimento.

Sendo assim, podemos classificar a multidisciplinaridade como um sistema que engloba experiências em várias áreas, que tem a finalidade de atingir metas dentro de uma programação específica. No mundo corporativo, isso acontece quando os setores se unem para realizar um projeto ou tem determinado propósito, mas também para resolver problemas imediatos, focando na articulação e nos ganhos corporativos dessa união.

A importância da multidisciplinaridade

Para que um trabalho seja bem-feito, independentemente do segmento, é imprescindível que haja uma boa comunicação entre as pessoas que o executarão. Mas não é só isso. O grupo que vai realizá-lo precisa ser multidisciplinar, ou seja, é necessário que a equipe seja composta por pessoas com diferentes conhecimentos, realizando as suas ações com qualidade e de maneira integrada.

Quer um exemplo mais claro do impacto de multidisciplinaridade no trabalho? As equipes médicas. Para proporcionar um atendimento adequado a um paciente é necessário que todos os profissionais que atuam nos centros médicos estejam integrados e contribuam com os seus conhecimentos no atendimento.

Por exemplo, ao dar entrada em um hospital, primeiro o indivíduo passará pela avaliação, o que o direcionará para a equipe responsável por realizar o seu tratamento com eficácia.

Diferentes profissionais são envolvidos no trabalho e desenvolvem um plano terapêutico, semanalmente os especialistas se reúnem, a fim de discutir o quadro do paciente. O trabalho integrado ajuda a potencializar as terapias, garantindo a maior eficácia na evolução do quadro clínico do indivíduo.

Não só na área médica, mas em toda a indústrias e tipos de organizações, o desempenho de uma equipe multidisciplinar é superior a qualquer grupo composto apenas por profissionais com perfis comportamentais semelhantes. Aliás, é necessário destacar que a pluralidade de grupos multidisciplinares colabora com o processo de tomada de decisões, mas também traz mais inovação, além de ser uma vantagem competitiva para o negócio.

O que é T-shaped?

No mundo dos negócios, um tipo de perfil profissional encaixa-se bem no conceito de multidisciplinaridade é o T-shaped professional. O termo surgiu em meados da década de 1990 e em tradução livre significa "profissional em formato de T". A razão para esse nome é uma analogia aos conhecimentos do profissional que formariam a letra T.

O traço horizontal corresponde ao conhecimento geral que o profissional tem. Ou seja, tudo que ele sabe sobre a organização, mercado no qual ela está inserida, economia, política, mas também outras questões relevantes ligadas ao mundo corporativo e que não necessariamente estão ligadas à sua atuação profissional.

Por sua vez, o traço vertical é uma representação do conhecimento específico e prático da área na qual atua, bem como a sua dimensão. Logo, podemos definir o T-shaped professional como aquele profissional multidisciplinar e multifacetado, que atende às diferentes necessidades do mercado moderno.

Baixe agora

Por que esse perfil é tão requisitado pelas empresas?

A resposta para essa pergunta pode ser dada em uma única palavra: equilíbrio. Por exemplo, um profissional que desenvolve apenas o seu lado técnico pode ser tornar um excelente especialista, porém, deixa de lado o senso crítico. Consequentemente, quando é exposto ao processo de tomada de decisões, ele não terá habilidade para realizá-la com eficácia, visto que apenas desempenha tarefas operacionais.

Em contrapartida, o profissional que tem conhecimento sobre vários tópicos, mas não busca a especialização em nenhum deles, compromete o cumprimento de suas obrigações. Por mais que ele seja capaz de fornecer diversas ideias, a organização precisa de resultados para continuar crescendo. Logo, se o grupo não tiver competência para colocar essas ideias em prática, os resultados não chegarão.

O interesse pelo T-shaped professional é justamente por ele unir essas duas habilidades: conhecimento e prática. O desenvolvimento nos dois sentidos faz com que o profissional seja capaz de executar as suas tarefas em um nível superior, contribuindo estrategicamente para a organização. Isso significa que o colaborador será capaz de analisar, criticar e tomar decisões por meio da alta performance.

Como desenvolver esse perfil?

Existem duas vertentes que o profissional precisa desenvolver, o traço horizontal e o vertical. A seguir, daremos algumas dicas do que pode ser feito para se tornar um colaborador multitarefas!

Traço horizontal

Dialogue com os seus colegas

Quer expandir seus horizontes? Então, busque dialogar com os seus colegas de profissão. Todo mundo tem algo a ensinar, aproveite esse momento de conversa justamente para extrair o melhor da equipe em que você atua. Como cada indivíduo tem uma percepção sobre o ambiente em que está inserido, sendo assim, ele poderá oferecer a você uma visão diferente da organização, o que é enriquecedor.

Outra dica importante é que esse diálogo não deve se restringir apenas aos colegas que estão no mesmo nível hierárquico, converse com que está abaixo, mas também acima de você. Aliás, vale destacar que o diálogo com gestores o ajudará a desenvolver uma perspectiva macro do negócio.

O diálogo não precisa ser focado apenas no trabalho, converse sobre assuntos cotidianos, como família, sonhos, hobbies. Isso não só ajudará você a lidar melhor com as pessoas, mas também saber enfrentar obstáculos e desafios.

Leia muito

A leitura tem grande impacto na construção de um perfil profissional multidisciplinar. É por meio dela que você amplia os seus conhecimentos sobre diversos tipos de assunto, expandindo a sua capacidade de compreensão. Isso o ajudará na hora em que for conversar, mas também o será essencial para a sua criatividade.

A leitura também é um instrumento para desenvolver o senso crítico, melhorar a memória e ter uma percepção mais apurada sobre diversos assuntos. Consequentemente, isso fará com que você tenha mais motivação para procurar novas informações, aprimorar o aprendizado, mas também eliminar a desatenção ao desenvolver as suas tarefas diárias.

Aliás, vale lembrar que a leitura exige maior concentração do indivíduo, fazendo com que ela se torne peça-chave para aqueles profissionais que desejam apurar o seu raciocínio.

giphy

Acompanhe o noticiário diariamente

Grandes nomes de sucesso do mundo corporativo têm um hábito em comum: se informam diariamente por meio do noticiário, seja ele impresso, online ou televisivo. A busca por informações ajuda a entender como a sociedade em si está lidando com os acontecimentos importantes que a rodeiam, mas também as tendências que regem o mercado.

Por isso, acompanhe as novidades diárias do mundo. Separe uma parte do seu dia para checar as notícias, pode ser na TV, rádio, internet, jornal impresso etc. Escolha aquele canal que melhor se adapta ao seu cotidiano, pois, com certeza, a ação acrescentará muito ao seu desenvolvimento.

Traço vertical

Invista em cursos livres

Quando falamos de cursos livres estamos nos referindo aos cursos de idiomas, informática e atualização. Todos eles são excelentes instrumentos para aprofundar em conhecimentos mais específicos.

Geralmente, eles têm em comum a curta duração e baixa carga horária semanal, isso permitirá a você investir constantemente na capacitação, adaptando a situação à sua rotina. Por exemplo, um profissional de marketing pode procurar um curso de SEO para poder entender melhor a influência de conteúdos otimizados, Ads, para aprender melhor sobre a propaganda paga, entre outros.

Faça uma especialização e/ou pós-graduações

Tão importante quantos os cursos livres são as especializações e pós-graduações. Durante o curso de graduação, o estudante é exposto a uma grande quantidade de conhecimento, o que permitirá a ele chegar ao mercado e exercer a profissão. No entanto, o conhecimento é mais centrado em algo prático, o que não abre tanto espaço ao pensamento crítico e contestador.

Os cursos que vêm depois são ótimos para aprofundar conhecimentos em tópicos mais específicos, expandindo horizontes junto de outros profissionais que também buscam sucesso na carreira. Por exemplo, um administrador que almeja um cargo na diretoria financeira deve buscar se especializar em finanças, o que garantirá a ele um diferencial na hora de correr atrás do seu objetivo.

O interessante dessa qualificação extra é que, além de contribuir para o desenvolvimento do traço horizontal, o profissional pode trocar experiências com outras pessoas que também estão em busca de um espaço reconhecido no mercado, potencializando, assim, o seu networking.

Qual o perfil do profissional multidisciplinar?

A globalização, a crescente necessidade de aperfeiçoamento e a maior exigência do mercado consumidor fizeram com que as empresas tivessem que adaptar o seu modelo de negócio, a fim de atender essas demandas. Consequentemente, houve um impacto direto sobre os profissionais, que são a principal força de uma organização.

Tal como dissemos, o profissional multidisciplinar é a aposta das empresas para o futuro. Por isso, vamos conhecer mais a fundo como é constituído o perfil desse colaborador!

Proatividade

A proatividade é caracterizada como um conjunto de comportamentos por meio do qual o profissional busca espontaneamente transformações no seu ambiente de trabalho, antecipando e solucionando problemas, a fim de alcançar as metas do negócio. Ao contrário do reativo, que só busca uma solução após o acontecimento, o proativo está em constante procura por oportunidades de mudança.

Além disso, ele é capaz de planejar e executar tarefas e enfrentar obstáculos. O profissional multidisciplinar é caracterizado por sua proatividade diante das situações distintas que compõem o ambiente corporativo, sendo essa uma característica inata de sua personalidade.

Formação de qualidade

Outra característica do profissional multidisciplinar é a sua formação de qualidade e diferenciada. Esse indivíduo está constantemente em busca de qualificação, logo, é comum que ele esteja cursando ou já cursou uma pós-graduação, pois sabe a importância desse diferencial para a empregabilidade.

Além disso, é uma pessoa inquieta, ou seja, busca constantemente cursos livres, está sempre se aperfeiçoando em outros idiomas, visto que tal qualificação é pré-requisito no mercado global.

Persistência

Outra característica da multidisciplinaridade profissional é a persistência do indivíduo. Além do espírito questionador, que busca sempre novas soluções e maneiras de enxergar um problema, esse colaborador não desiste facilmente, mesmo diante de desafios que parecem ser complicados de superar.

Apesar de saber que é difícil persistir diante do fracasso, ainda mais quando dinheiro e trabalho foram investidos em um projeto que não vingou, o profissional multidisciplinar tem resiliência necessária para transpassar esse momento e buscar resolver a situação de maneira a torná-la positiva.

Flexibilidade

A flexibilidade é outra marca do profissional multidisciplinar. Pessoas flexíveis têm facilidade de se adaptar rapidamente às novas realidades e demandas, ou seja, estão sempre prontas para encarar os imprevistos que surgem pelo caminho. O profissional sabe que prazos curtos, verbas reduzidas e alterações nos projetos são comuns, mas isso não é empecilho para que ele continue a desenvolver um bom trabalho.

Vale lembrar que a aquisição da flexibilidade só é possível porque a multidisciplinaridade exige a busca constante por autoconfiança e adaptabilidade. Tudo isso conquistado pela atualização de mercado e frequente aperfeiçoamento.

Liderança

tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-multidisciplinaridade-1

Uma qualidade muito comum dentro do perfil multidisciplinar é a capacidade de liderança. Além de serem pessoas com poder de decisão, que conseguem analisar opções, ameaças e probabilidades, escolhendo o caminho mais vantajoso a seguir, elas sabem motivar os outros membros da equipe.

Vale lembrar que o potencial de liderança não necessariamente está ligado a um cargo de gestão, ela é naturalmente exercida por pessoas multidisciplinares. Tais profissionais têm a capacidade não só de motivar, mas também de potencializar o desempenho do grupo no qual está inserido.

Além disso, eles conseguem tornar o trabalho muito mais fluido e com alta probabilidade de entrega de resultado excepcionais, devido ao engajamento e visão estratégica que têm e reproduzem para a equipe.

Relacionamento interpessoal

A capacidade de se relacionar bem com outros profissionais também é destacável no perfil multidisciplinar. O profissional com tal característica consegue construir relacionamentos saudáveis e produtivos onde quer que atue.

A cooperação e coletividade favorecem a criação de um ambiente corporativo amigável, respeitoso, no qual a ajuda mútua e retribuição se fazem constantes. Quando as equipes estão alinhadas nesse sentido elas são não só mais produtivas, mas também mais inovadoras.

Como trabalhar com uma equipe multidisciplinar?

A equipe multidisciplinar é constituída por profissionais com diferentes habilidades e conhecimentos, que trabalham em torno de um objetivo comum. O diferencial de trabalhar em times desse tipo é que eles são muito mais focados e têm uma comunicação mais fluida entre os seus membros, o que impacta diretamente nos resultados de negócio.

Para trabalhar em um time desse tipo é preciso atenção a alguns pontos importantes. Confira as dicas a seguir!

Tenha claro quais são os objetivos da organização

A empresa precisa deixar claro quais são os objetivos a serem atingidos pela equipe. Sem a noção básica de quais as metas corporativas precisam ser alcançadas, o time trabalhará de forma desfocada, o que abre espaço para que surjam divergências.

Por isso, busque junto aos gestores entender quais são os propósitos da equipe. Isso ajudará não só no alinhamento, mas também no relacionamento com os outros profissionais, além de ser um ponto para que seja criada a motivação e engajamento do grupo.

Saiba qual o seu papel

Uma equipe multidisciplinar também preza por características como processos e estrutura bem definidos. Logo, é importante que cada membro saiba qual o seu papel no grupo, isso interferirá diretamente em momentos nos quais for preciso tomar decisões.

Por exemplo, por mais que proatividade seja uma característica importante, invadir o espaço de outro, desempenhando o seu papel, sem que ele tenha consciência disso, pode criar indisposições. Lembre-se de que nem tudo na equipe multidisciplinar precisa ser decidido pelo conjunto ou consenso, mas isso precisa estar claro a todos. É essencial saber também até onde vai a sua autonomia.

Busque realizar reuniões constantes

A realização de reuniões constantes não significa que a equipe terá que se parar dez vezes ao dia para se encontrar. Longe disso, é preciso moderação na hora de juntar o grupo, mas essa questão não pode ser negligenciada. Como a equipe multidisciplinar é baseada na comunicação fluida entre os seus membros, é necessário que eles se reúnam para saber o andamento dos processos.

Por isso, sempre que necessário, busque os colegas para conversar, assim todos os membros do time ficam cientes do que está em desenvolvimento e também do que está por vir. Por exemplo, se estiver com uma dificuldade no seu trabalho, exponha isso ao grupo, consequentemente, as chances de resolver a situação serão bem maior.

Foque nos feedbacks

A partir do momento em que a equipe se reúne com mais frequência, os feedbacks relativos ao trabalho de cada profissional se tornam mais rápidos, bem como as sugestões de melhorias, pontos a serem trabalhados para atender a expectativa dos clientes etc.

Por esse motivo, esteja atento aos relatos dos gestores em relação ao desempenho e trabalhe para melhorar a sua atuação estrategicamente. A autoavaliação também é importante nesse momento, assim, procure analisar as suas atitudes, a adequação delas ao propósito do grupo. Não se esqueça de focar no trabalho em conjunto com o líder e outros profissionais. Dessa forma, você poderá solucionar com eficácia o que não está indo bem.

Troque conhecimentos e experiências

Um dos grandes benefícios de trabalhar em equipe é a possibilidade de trocar experiências e conhecimentos. Como os profissionais são expostos a uma construção coletiva do aprendizado, eles têm a possibilidade de estar em contato com percepções distintas sobre a empresa.

A partir do momento que você se dispõe a contribuir para o crescimento da equipe, compartilhando a sua instrução, é possível potencializar com maior eficácia a multidisciplinaridade. Por isso, sempre promova essas trocas e peça opiniões sobre os seus projetos. Isso não só ampliará a visão individual, mas também coletiva.

Quais os benefícios da multidisciplinaridade para organização?

Como mostramos, a multidisciplinaridade é uma característica requisitada pelas empresas modernas e que desejam crescimento constante, bem como a alta performance de seus colaboradores. Portanto, uma série de benefícios podem ser aproveitados não só pelo profissional, mas também pela organização na qual ele atua. Descubra, a seguir, algumas dessas vantagens!

Maior coordenação e integração

O primeiro grande benefício da multidisciplinaridade é a maior coordenação e integração das equipes de trabalho. Mesmo diante das diferenças, os profissionais são capazes de distinguir a importância dos colegas e conseguem coordenar o trabalho de maneira positiva.

A prevalência do senso de equipe faz com que os colaboradores se sintam mais conectados e participativos. Tal ação tem interferência direta na maior compreensão e disposição em ouvir e ajudar o próximo. Vale lembrar que equipes integradas costumam desenvolver um trabalho de qualidade superior, além de serem mais produtivas.

Expansão dos limites organizacionais

A globalização chegou para todas as organizações, não importa o seu porte. No entanto, as empresas que melhor conseguem se adaptar a essa realidade são aquelas com equipes multidisciplinares, sendo estas as grandes responsáveis por tornar o negócio mais competitivo.

Devido à presença de profissionais atualizados e altamente qualificados, os negócios conseguem expandir seus limites. Ou seja, são capazes de criar soluções mais inovadoras, mas também enfrentar desafios, como mudanças no mercado e crises financeiras, devido aos diferentes pontos de vista presentes na equipe, que é capaz de encontrar respostas rápidas para os problemas.

Menor dependência externa

É mais do que comum empresas que precisam de ajuda externa em seus projetos. Apesar de ser positiva essa ajuda, isso atrasa e torna mais onerosos os processos. Com a equipe disciplinar a necessidade dessa ajuda é praticamente inexistente, pois elas são autossuficientes.

Isso significa que todas as necessidades da empresa podem ser atendidas pelos profissionais da própria equipe. Cada um é responsável por uma função que lhe foi atribuída, sendo esta essencial para o sucesso do todo. O grupo também é mais comprometido com o sucesso dos projetos e consegue se desenvolver diante dos desafios aos quais são expostos.

Os profissionais multifuncionais se tornaram parte integrante essencial no atual cenário de negócios nos últimos anos. Para garantir a obtenção desse diferencial, o indivíduo precisa estar em constante qualificação, mas também desenvolver habilidades interpessoais. Afinal, multidisciplinaridade não é sinônimo de autossuficiência, mas, sim, de cooperação.

Tanto os profissionais quanto as empresas podem aproveitar benefícios e apostar na multidisciplinaridade. O crescimento, produtividade e maior foco são apenas alguns dos frutos colhidos por quem investe em diferentes habilidades para atuar no mercado corporativo.

E então, gostou do nosso artigo? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos como esse diretamente no seu e-mail!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos