Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

5 situações que provam que você precisa uma pós-graduação

Postado por Fábio Albuquerque

Se parar para prestar atenção, não demorará a notar que, na vida profissional, algumas situações costumam apontar para sinais claros de que é preciso investir em uma pós-graduação. E tais sinais podem surgir das mais variadas formas: relacionados a um acontecimento desafiador, mas promissor (como assumir novas responsabilidades na empresa ou abrir seu próprio negócio) ou mesmo a algum acontecimento desagradável (como receber um não para aquele pedido de aumento).

Mas será que você sabe identificar essas situações? Sabe quando uma notícia ruim pode se transformar em oportunidade para rever suas próprias escolhas e melhorar ou ainda quando uma notícia boa pode motivá-lo a se preparar mais para o caminho que vem pela frente? Pois no post de hoje vamos listar algumas das ocasiões em que recorrer à pós-graduação é o melhor caminho. Confira!

5-situacoes-que-provam-que-voce-precisa-uma-pos-graduacao.jpg

Quando você não consegue o tão esperado aumento

Você pede um aumento de salário para seu líder e, mesmo sendo um colaborador dedicado à empresa e eficiente em suas atividades, a resposta é negativa. Um dos possíveis motivos (e isso provavelmente será repassado a você por quem negou o pedido) é a carência de formação compatível com a faixa salarial pretendida. Por essas e outras é que o incremento do salário surge como um dos motivos que levam profissionais a investirem em uma pós-graduação, principalmente especialização ou MBA.

Não se engane: por mais que você seja excelente no dia a dia da empresa, as políticas de remuneração geralmente seguem critérios que também passam pela formação, geralmente com acréscimos percentuais — como 20% a mais ao pular da graduação para um nível mais avançado, por exemplo. Assim, o profissional que possui graduação ocupa uma faixa, enquanto quem possui pós-graduação e MBA, outra. Passou por uma situação dessas? Então nada de desanimar! É hora de investir em si mesmo, no seu aprimoramento. Lembre-se: a pós-graduação alavanca seu valor como profissional e proporciona novas expectativas.

Quando você precisa assumir novas responsabilidades

Você recebe uma promoção ou é convidado a assumir determinado cargo em uma outra área da empresa. Os desafios, nesses casos, são muitos. O frio na barriga é certo. E como garantir que você está, de fato, preparado para essa responsabilidade? Como saber se você vai desempenhar bem seu novo papel? Esse é um dos melhores momentos para investir em uma pós-graduação, adquirindo a confiança necessária para se sair bem. Se a empresa deposita expectativas em você, já é meio caminho andado. Mas é preciso mostrar que está realmente interessado e empenhado em buscar mais conhecimento para ajudar nos processos da nova atividade.

Não espere que seu empregador cobre esse upgrade no currículo. Tome a atitude por conta própria! Não se esqueça que a proatividade é uma das características mais valorizadas nas organizações hoje em dia, especialmente quando está relacionada ao aprimoramento profissional. Muitos empreendimentos, inclusive, possuem programas de incentivo para que seus colaboradores façam cursos de especialização ou MBA, seja por meio de convênios com instituições de ensino ou até mesmo arcando com uma parte do investimento.

Baixe agora

Quando você não é chamado para uma entrevista

Mesmo que depois se convença de que aquela oportunidade não era a última do mundo e que melhores virão, ser rejeitado ao final de um processo seletivo para uma vaga é algo que deixa qualquer profissional inseguro. Imagine então não ser nem mesmo chamado para a entrevista de emprego! Pior ainda, não concorda? É fato: mesmo mostrando no papel, preto no branco, que você tem experiência de sobra e muita vontade de contribuir para a empresa, pode não ser suficiente. Aquela área do currículo correspondente à formação não deve ser negligenciada.

Contar com profissionais com alto grau de formação é mais que interessante para a empresa, que pode inclusive usar esse dado como diferencial em relação à concorrência. Além disso, na pós-graduação é possível ter acesso a conteúdos que impactam diretamente a forma como você age em sua profissão, oferecendo maior bagagem para que lide melhor com as mais diversas situações e encontre as respectivas soluções. Mais ainda: não adianta se candidatar para cargos altos com formação insuficiente. É preciso entender que, para conquistar as melhores posições, é preciso estar apto.

Para medir se você é bom ou não para o cargo, o possível empregador olhará não apenas por quantas empresas passou e o como dedicou vários anos de sua vida a elas, mas também observará sua formação, analisando quantos anos dedicou a si mesmo para aprimorar sua própria força de trabalho. Desconfia não ter caminhado no processo seletivo por esse motivo? Erga a cabeça, procure a pós-graduação mais adequada para seus objetivos profissionais e siga em frente!

Quando você não passa credibilidade ao assumir um projeto

Ao assumir algum projeto na empresa em que trabalha, é possível que o olhar de seus colegas automaticamente se voltem para você. Tirando a competitividade (normal e saudável) que existe no mercado, seus pares emitem opiniões sobre o quanto uma pessoa é ou não qualificada para uma tarefa, certo? Pois não seria diferente com você. E pode acontecer de outras pessoas questionarem sua credibilidade para seguir adiante com aquela iniciativa com base em sua formação. Mas não entenda mal, porque essa prática não é uma injustiça contra você. O ar competitivo que pauta o mercado não é necessariamente ruim, podendo servir como impulso para que busque se destacar.

Por isso, a pós-graduação pode ser a maneira mais assertiva de alcançar um grau mais alto de credibilidade não só junto à empresa, mas entre seus colegas profissionais. E não é apenas pela questão do título, pela existência de um certificado, mas sim pela quantidade (e qualidade) do conhecimento que você adquire nesses cursos, além das experiências que eles oferecem por meio da troca com outras pessoas, do networking e da reflexão sobre novas soluções para velhos problemas. Não espere ser questionado!

Quando você quer ter o próprio negócio, mas falta confiança

Por mais que empreender seja o sonho de muitos profissionais, na mesma proporção e na mesma intensidade desse anseio costuma vir o medo. Como a autoconfiança é frágil, deve ser constantemente trabalhada para que você tenha segurança no que está fazendo. E isso acontece porque qualquer pessoa é humana antes de ser profissional. Sim, a falta de confiança em si é comum. Mas como fazer para driblá-la e empreender? Ponto para você se pensou na pós-graduação!

Especialmente nesse caso, é possível escolher um curso voltado para gestão e negócios, como várias modalidades de MBA, e ter acesso a um mundo de conhecimento essencialmente prático para ajudá-lo em sua missão. Além da confiança em si mesmo, a iniciativa também vai aumentar a confiança de seus possíveis parceiros profissionais em você — sejam clientes, fornecedores ou prestadores de serviços. Investir em sua formação e na atualização constante é como dizer para o mundo que você se compromete com sua carreira e está pronto a se aprimorar, o que é muito bem visto no mundo dos negócios.

E você, já se deparou com alguma situação que se apresentou como um momento perfeito para investir em uma pós-graduação? Qual foi seu maior incentivo? Compartilhe sua experiência conosco aqui nos comentários!

Acessar material

pós-graduação, mba

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS