Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Qual o melhor momento para fazer uma pós-graduação?

Postado por Fábio Albuquerque

Se o foco totalmente voltado ao desenvolvimento acadêmico por um lado melhora significativamente o conhecimento científico dos alunos, por outro, acaba não preparando os profissionais para os desafios práticos que o mercado impõe. Nesse contexto, contar com o aprimoramento de uma pós-graduação de alto nível é essencial. O que acha de se lapidar para o mundo real avaliando cases de sucesso, fazendo estudos de caso e simulações? Com isso, você certamente conseguirá acelerar o processo de amadurecimento profissional, multiplicando assim suas chances de sucesso no mercado.

Mas qual o melhor momento para fazer um curso de pós-graduação? Será que vale mesmo a pena? Há comprovações mostrando haver diferenças salariais entre quem tem pós e quem não tem? Caso essas sejam algumas de suas dúvidas, melhor continuar acompanhando este post!

qual-o-melhor-momento-para-fazer-uma-pos-graduacao.jpg

O momento ideal

A verdade é que as organizações estão cada vez mais de olho em talentos que buscam o autodesenvolvimento constante, exatamente porque o próprio universo corporativo assumiu um ritmo de transformações permanente. Perante uma dinâmica em que a única certeza é a mudança, é preciso estar sempre atualizado sobre novas formas de pensar o mundo e agir no ambiente empresarial. Assim, partindo do pressuposto que o profissional deve estar em um contínuo processo de evolução, na verdade não há mais um momento específico para se apostar na pós-graduação. De toda forma, porém, quem está no mercado tem mais vantagens, pois amplia as chances de optar por um caminho sintonizado com sua carreira.

É fato: não existe um momento considerado ideal para se fazer uma pós-graduação. Já reparou como até profissionais de nível sênior voltam às universidades para lapidar suas habilidades de gestão e se preparar para arrematar um cargo de direção na empresa? Da mesma forma, também há recém-formados buscando aprofundar conhecimentos e melhorar seu desempenho profissional. Cursar uma pós-graduação é, portanto, um passo que pode ser dado em qualquer momento da carreira. A questão aqui seria, assim, entender quando fazer cada tipo de pós-graduação, certo? Pois vamos explicar isso melhor a partir de agora!

Baixe agora

Especialização, MBA ou mestrado

Ao contrário do que muita gente pode pensar, todos esses cursos são sim pós-graduações. O que acontece é que existem 2 tipos de pós: stricto sensu (mestrado, doutorado e pós-doutorado) e lato sensu (especializações e MBA). Enquanto as primeiras alternativas são voltadas para a área acadêmica (pesquisa e docência), as últimas têm foco na preparação do profissional para o mercado de trabalho. Mas vamos manter este post direcionado a quem é pragmático e quer sucesso no mercado de trabalho, ok?

Nesse caso, a pós-graduação lato sensu é a opção ideal. Já podemos adiantar que, em relação à duração, varia entre 1 e 2 anos, e que a especialização é voltada para o amadurecimento do profissional em sua área de atuação. Especialistas recomendam fazer a especialização de 3 a 5 anos após a conclusão da graduação. Já o MBA é ainda mais objetivo, ligado a assuntos específicos à área de interesse e totalmente focado em quem está de olho em um cargo de gestão. Tem a mesma duração da especialização, mas é mais recomendado a profissionais com um tempo maior de mercado.

As principais vantagens

  • Enriquecimento do currículo: de fato, a primeira impressão conta muito em todas as formas de relacionamento interpessoal. Em processos de recrutamento e seleção, um bom CV pode ser o start para conquistar headhunters, gestores de RH e, é claro, a alta direção das melhores empresas do mercado!
  • Alinhamento às exigências do mercado: atualmente, ter concluído um curso de pós-graduação não é mais diferencial, mas praticamente um mínimo exigido. E é essencial estar atento a essas mudanças de expectativa do mundo corporativo para não ficar para trás.
  • Atualização e aprimoramento: até não muito tempo, quase ninguém sabia o que era cloud computing, certo? Por outro lado, o mundo hoje respira Big Data e se prepara para receber a interação máxima dos objetos com os seres humanos por meio da inteligência artificial e da Internet das Coisas. É preciso estar antenado, porque o cruel darwinismo corporativo não perdoa desatualizações.
  • Preparação para o dia a dia: muitos alunos recebem seus diplomas e são jogados na dinâmica empresarial sem terem desenvolvido suas habilidades para negociar, comunicar-se em público com persuasão, atuar sob pressão, vender suas ideias (ou sua própria imagem) ou tomar decisões estratégicas com rapidez. Essas são justamente algumas das virtudes que as empresas esperam, mas costumam não receber em seus processos seletivos. É aí que entra uma pós-graduação de excelência, com planejamento acadêmico voltado para simular cenários do cotidiano de uma empresa.
  • Upgrade no salário: uma pesquisa feita em 2014 pela consultoria Produtive mostrou que profissionais com pós-graduação conquistam remunerações em média 60% mais altas em comparação com quem tem apenas diploma de nível superior. E esse certamente não é um percentual que pode ser ignorado, não concorda?

O leque de oportunidades

De acordo com dados do IBGE, o país tinha alcançado 784,7 mil cidadãos com pós-graduação lá atrás, em 2010. Hoje, beiramos a marca de 1 milhão de profissionais com essa titulação. No Nordeste, entretanto, o percentual da população que alcança esse nível de escolaridade ainda é pequeno. E como essa região vem apresentando índices de crescimento industrial invejáveis em relação a outras partes do Brasil, tem-se aí uma possibilidade e tanto de destaque.

Para você ter uma ideia do oceano de oportunidades que se abre aos profissionais da região, enquanto o PIB nacional de 2014 apontou um crescimento de 0,1%, o Nordeste se descolou dos índices macroeconômicos gerais, apresentando um crescimento de 3,7% no mesmo período. Isso demonstra que, mesmo na crise, há muitas oportunidades disponíveis aos melhores profissionais, especialmente em uma área de imenso potencial como o Nordeste. O segredo está em se antecipar, preparando-se em uma das melhores universidades do país!

Já ouviu falar que sorte é quando preparação encontra oportunidade? Pois para desfrutar de todas essas vantagens e engolir a crise sem engasgar, é preciso escolher um curso de pós-graduação de excelência. Entenda de uma vez por todas que não basta apenas ter o certificado. É preciso estar entre os melhores! E quer uma dica? Opte pelo melhor para sua carreira clicando aqui para conhecer a mais renomada instituição de ensino superior da Paraíba!

Acessar material

pós-graduação, mba

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS