pós-graduação

Quais as melhores especializações na área de Psicologia?

Mariana Brito
13-12-2016 7:17

Como profissional, você já parou para analisar que diferencial tem a oferecer ao mercado? Com a economia em crise e a competitividade em alta, as melhores oportunidades são destinadas aos que se destacam pela excelência. Para chegar lá, além da base adquirida na graduação e experiência, quem busca seu espaço precisa pensar em outras possibilidades.

A velocidade das pesquisas realizadas na atualidade expandem o conhecimento em um ritmo vertiginoso. Especialmente quando se trata do estudo da mente, a compreensão do grau de complexidade dos problemas exige especificidade. Por isso, os profissionais se dedicam cada vez mais a estudar determinados aspectos de sua área de interesse. Esta tem sido a opção de muitos psicólogos.

Assim, já não basta ter um conhecimento amplo do campo de atuação. Aprofundar-se nas contribuições que as pesquisas recentes têm a oferecer é uma alternativa cada vez mais procurada por aqueles que decidem investir em especializações na área de Psicologia.

quais-as-melhores-especializacoes-na-area-de-psicologia.jpg

Por que fazer uma pós-graduação?

Há algum tempo, bastava ter um diploma universitário e pronto! Seu lugar ao sol estava garantido pelo resto da vida. Hoje, a situação é bem diferente.

A estabilidade econômica que o Brasil viveu por quase uma década, bem como alguns programas sociais de incentivo à Educação Superior fizeram do certificado da graduação uma obrigação e um requisito cada vez mais comum.

Portanto, a graduação já não é mais um diferencial, e nem o ápice da trajetória acadêmica. A situação se inverteu, e hoje ela pode ser considerada apenas como um ponto de partida, que não garante a distinção e nem novas oportunidades.

Como já mencionamos, hoje em dia as pesquisas revolucionam os conceitos estabelecidos a cada momento. Diante de tantas novidades, é impossível que uma pessoa domine todo o conhecimento de um campo de estudos, por mais determinada e antenada que ela seja.

Qual é o caminho para o destaque, então?

Como solucionar isso? Por meio da especialização! Ela é uma forma de escolher uma pequena parte de um campo extenso de conhecimento e conhecê-la com profundidade.

O profissional generalista tem sido cada vez mais substituído pelo especialista que, por se dedicar a um único tema, apresenta as seguintes vantagens:

  • Profundidade no conhecimento sobre um determinado âmbito da profissão;
  • Atualização em relação à maioria dos profissionais que deixaram de buscar formação continuada após a graduação;
  • Domínio de técnicas desenvolvidas e disseminadas a um grupo específico de profissionais;
  • A pós-graduação oferece uma oportunidade de mudança de carreira, encurtando o caminho para atuação em outra área;
  • Oportunidades de reconhecimento e empregabilidade.

Quais são as opções de especializações na área de Psicologia?

Agora que você já entendeu o quanto é importante se especializar para oferecer um serviço de melhor qualidade e se destacar no mercado, resta escolher qual será o curso mais apropriado.

Em Psicologia, algumas opções têm ganhado destaque. Selecionamos para você aquelas que têm apresentado grandes chances de evolução na carreira.

Baixe agora

Avaliação Psicológica

O objetivo desta especialização é ensinar como avaliar psicologicamente o indivíduo em vários contextos: na clínica, dentro de organizações, em demandas de natureza forense, questões relacionadas ao trânsito, entre outras.

Por isso, o curso se destina a capacitar o psicólogo quanto à utilização de ferramentas de Avaliação Psicológica. Um bom programa proverá uma boa base teórica, técnica e prática a respeito desses instrumentos de testagem.  

Além disso, ele habilita à emissão de documentos legais que permitam a utilização dos resultados da avaliação realizada para os mais diferentes fins.

Neuropsicologia

A Neuropsicologia obteve um grande avanço nas últimas décadas, devido à grande quantidade de pesquisas realizadas sobre o cérebro e as contribuições obtidas através da utilização de técnicas de neuroimagem. Portanto, continua em franca expansão.

Basicamente, o neuropsicólogo compreenderá o funcionamento cerebral. Para isso, necessita de conhecimentos sobre sua anatomia, a interação dos neurotransmissores e funções cognitivas.

A partir desta base, será capaz de identificar as disfunções cognitivas através de instrumentos avaliativos apropriados e todos os procedimentos recomendados para o diagnóstico desses casos, como a entrevista e os testes neuropsicológicos.

Mas além de diagnosticar, o neuropsicólogo é apto a elaborar um plano de trabalho para a reabilitação cognitiva de pacientes de diferentes faixas etárias.

Psicanálise

Esta especialização promove a compreensão do ser humano através da abordagem do inconsciente.

Técnicas que vão desde a análise de sonhos e associação livre, já conhecidas desde o início da Psicanálise e outras incorporadas mais recentemente, podem estar presentes no curso, dependendo da instituição escolhida.

Psicologia Humanista e Abordagem Centrada na Pessoa (ACP)

A abordagem conhecida como Psicologia Humanista é o foco desta especialização. Nascida na década de 50 e popularizada a partir dos anos 60 e 70, essa vertente teve como principais teóricos Carl Rogers e Abraham Maslow.

Altamente influenciada por filosofias existenciais e pela fenomenologia, essa escola prega a ideia de que cada pessoa nasce com uma tendência para alcançar o nível mais alto da existência humana – tornar-se autorealizadora.

Em outras palavras, todos nascemos para crescer, para nos desenvolvermos e direcionarmos nossas potencialidades em uma direção construtiva, positiva.

Utilizando esses conceitos, eles formularam o que hoje é conhecido como a Psicologia Humanista ou Abordagem Centrada na Pessoa, e que pode ser aplicada em diferentes contextos.

Psicoterapia Cognitivo-Comportamental da Infância e Adolescência

Esta pós-graduação procura orientar quanto à visão de homem e de mundo na Terapia Cognitivo-Comportamental, habilitando a atuação com crianças e adolescentes, especificamente.

Para isso, o psicólogo precisa conhecer os fundamentos históricos, filosóficos, metodológicos e epistemológicos nos quais se baseiam os diferentes modelos de Terapia Cognitivo-Comportamental.

Parte da capacitação corresponde ao desenvolvimento da habilidade de reconhecer e tratar diversos transtornos mentais a partir da abordagem psicoterapêutica. As funções psíquicas, assim como seu desenvolvimento normal e patológico, também são abordadas.

Devido às suas implicações, esta abordagem é muito utilizada para solucionar problemas identificados no ambiente familiar e escolar.

Como escolher a melhor especialização?

Embora as tendências de mercado sejam muito importantes, é fundamental não se prender a elas. Afinal, tudo o que fazemos com um interesse genuíno produz melhores resultados, quando se trata de opções de carreira, a situação não é diferente.

Escolher uma área pela qual tem profunda paixão é uma das melhores apostas. Além de garantir a extrema realização pessoal e profissional, suas chances de se tornar o melhor no que mais gosta trarão reconhecimento e um bom retorno financeiro.

Já quanto à instituição a ser escolhida, alguns cuidados precisam ser tomados. Analise os programas e descubra se o curso oferecido é muito teórico ou se ele contempla aspectos mais práticos, que você possa começar a utilizar imediatamente em seu consultório.

Além de garantir melhora de performance, esse curso mais prático, que permite a aplicação imediata, fará com que você teste a validade do que foi ensinado, criando um diálogo enriquecedor entre o desenvolvimento acadêmico e o profissional.

Entendeu como uma pós-graduação pode ajudá-lo a se diferenciar no mercado e obter melhor retorno financeiro? Gostou das melhores especializações na área de Psicologia? Se identificou com alguma delas? Ainda tem dúvidas? Então, compartilhe suas expectativas nos comentários!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos