Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Quais as melhores especializações na área de Fisioterapia?

Postado por Fábio Albuquerque

A profissão de fisioterapeuta tem ganhado grande relevância social nos últimos anos — por conta da preocupação das pessoas com a qualidade de vida e a longevidade. Isso ampliou a perspectiva de atuação desses profissionais, criando novas possibilidades de trabalho em academias, casas de repouso, empresas públicas e privadas, clínicas, hospitais, clubes esportivos e outros empreendimentos.

Mas, para conseguir a chance de se destacar na carreira, você precisa investir em especializações na área de Fisioterapia. Quer saber a razão? Continue lendo nosso artigo.

quais-as-melhores-especializacoes-na-area-de-fisioterapia.jpg

Por que fazer uma pós-graduação em Fisioterapia?

A maior demanda por profissionais aumentou, também, o nível de exigência do mercado em relação à qualificação do fisioterapeuta. Para evoluir na carreira e alcançar os melhores cargos e salários, não basta ser graduado. É preciso investir na capacitação constante, por meio de boas especializações.

Vale dizer que existem algumas situações que provam que você precisa de uma pós-graduação. Uma delas é quando você quer e precisa de um aumento, mas não tem muitos argumentos para apresentar ao chefe. O investimento em qualificação demonstra comprometimento com o trabalho, vontade de fazer melhor e capacidade para assumir mais responsabilidades.

Nesses cursos de aperfeiçoamento, o profissional aprimora características como multifuncionalidade, iniciativa, flexibilidade e agilidade — para lidar com diferentes situações cotidianas. Também tem acesso a conhecimentos atuais, práticas recentes de terapia, novos aparelhos, recursos disponíveis e protocolos atualizados de reabilitação de pacientes.

Entre os motivos de fazer especializações na área de Fisioterapia, ainda está a ampliação do networking. Na sala de aula e nos eventos ligados à pós-graduação, o aluno entra em contato com professores experientes e profissionais que atuam em diferentes setores. Essa é uma excelente chance de construir relações importantes para a carreira.

Outro ponto que merece destaque é a troca de experiências, dentro e fora das aulas práticas e teóricas. Isso aumenta o know-how do pós-graduado e o deixa à frente dos concorrentes em processos seletivos. Aliás, a especialização pode fazer a diferença numa prova de títulos e garantir sua aprovação em concursos públicos.

Se você ainda tem dúvidas sobre pós-graduação ou não sabe se o melhor para você é MBA ou especialização, não se preocupe. Em nosso blog você encontra materiais completos e bem informativos sobre esses assuntos. Dê uma olhada lá depois de terminar este artigo.

Quais são as melhores especializações na área de Fisioterapia?

Confira detalhes a respeito das especializações mais procuradas no campo da Fisioterapia e escolha a que mais se encaixa no seu perfil profissional.

Baixe agora

Fisioterapia em Dermatofuncional e Cosmetologia

É uma das especialidades mais promissoras hoje em dia, devido aos avanços na área da estética, às novas tecnologias voltadas para esse setor e à crescente demanda por procedimentos eficientes. A Fisioterapia Dermatofuncional visa tratar problemas que afetam a pele de maneira direta ou indireta.

O curso forma profissionais aptos para diagnosticar as principais disfunções dermatológicas e seus sintomas clínicos. Os especialistas também são capazes de prescrever tratamentos eficazes, que incluem cosméticos e métodos cientificamente embasados.

A matriz curricular inclui disciplinas de:

  • Fisiopatologia endócrina;
  • Distúrbios estéticos e metabólicos;
  • Terapia manual;
  • Drenagem linfática corporal e facial;
  • Novas tecnologias no tratamento da gordura localizada;
  • Pilates aplicado à dermatofuncional;
  • Carboxiterapia e microagulhamento em dermatofuncional;
  • Fisioterapia na cirurgia plástica estética e reparadora.

O profissional pode atuar em clínicas, hospitais, ambulatórios e até mesmo prestando serviços customizados na casa do paciente.

Fisioterapia em Terapia Intensiva

A presença de um fisioterapeuta nas Unidades de Tratamento Intensivo é fundamental, pois atende às das recomendações básicas de todas as UTIs. Quando o profissional é especialista em Terapia Intensiva, sua atuação interdisciplinar torna-se ainda mais visada pelo mercado de trabalho.

O curso de especialização trabalha conhecimentos relacionados, tais como:

  • Biossegurança em terapia intensiva;
  • Fisioterapia nas enfermidades neurológicas, pulmonares, infectocontagiosas e cardiovasculares;
  • Farmacologia aplicada;
  • Assistência ventilatória;
  • Gestão em terapia intensiva.

Isso aprimora o preparo do graduado, tornando-o hábil a trabalhar com pacientes críticos e equipes multidisciplinares. Atuando no sistema de plantões, o especialista em Terapia Intensiva consegue obter ótima remuneração, graças à crescente demanda do mercado.

Fisioterapia Neonatal e Pediátrica

O mercado de trabalho para quem possui essa pós-graduação está em constante crescimento e oferece um bom retorno financeiro.  A Fisioterapia Neonatal e Pediátrica exige que o profissional seja especializado na área, pois trabalha enfoques terapêuticos específicos, voltados para a recuperação e o desenvolvimento saudável de crianças ou recém-nascidos.

As práticas adotadas pelo especialista visam adequar a função respiratória, estimular e preservar a atividade neurológica, favorecer o fluxo sanguíneo, promover o fortalecimento muscular, corrigir e prevenir alterações musculoesqueléticas e reduzir o tempo de internação.

É uma área que demanda sensibilidade, dedicação e capacidade para trabalhar em equipes multidisciplinares. Durante o curso, o aluno estuda os conceitos de:

  • Anátomo-fisiologia funcional, neonatal e pediátrica
  • Fisioterapia em nefrologia
  • Oncologia e queimaduras infantis.

Além disso, realiza atividades práticas, aprende a fazer a avaliação respiratória do neonato, além de conhecer técnicas de fisioterapia aquática em pediatria, equoterapia em pediatria, reabilitação cardíaca em pediatria, estimulação precoce e Método Canguru.

Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Desportiva

A maior parte da assistência prestada por profissionais de Fisioterapia se concentra nos setores de traumatologia, ortopedia e desportiva. Isso significa um mercado de trabalho estável e bastante promissor, que procura por especialistas mais bem preparados a cada dia.

A especialização em Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Desportiva prepara o profissional para atuar na reabilitação de pacientes que apresentam lesões traumatológicas, ortopédicas e desportivas — ligadas a diferentes segmentos corporais. Os tratamentos envolvem técnicas, recursos eficientes e atuais.

Durante o curso, são apresentados conhecimentos como:

  • Fisiologia do exercício;
  • Plasticidade musculoesquelética;
  • Farmacoterapia;
  • Nutrição desportiva;
  • Bandagens funcionais;
  • Terapias manuais na reabilitação de lesões traumato-ortopédicas e desportivas;
  • Estabilização segmentar na reabilitação de lesões traumato-ortopédicas e desportivas;
  • Reabilitação de fraturas.

Se você quer obter destaque no mercado de trabalho e uma renda mais alta, buscar uma especialização é o primeiro passo para atingir esses objetivos. Lembre-se de levar consigo uma boa dose de determinação e dedicação para alcançar o sucesso na carreira.

Agora que você já conhece quais são as melhores especializações na área de Fisioterapia, diga-nos qual delas mais chamou sua atenção. Deixe seu comentário no campo abaixo. Vale compartilhar expectativas, contar experiências e até fazer perguntas.

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS