pós-graduação

O que faz e qual é a importância do gestor de ativos?

Fábio Albuquerque
09-08-2018 8:16

Toda estratégia de investimento exige a alocação correta dos recursos, sejam eles financeiros, sejam materiais. A ideia é estruturar a empresa e torná-la sustentável ao longo do tempo e a isso damos o nome de gestão de ativos.

Nos últimos anos, o trabalho do gestor de ativos atingiu um patamar de importância nas empresas como nenhum outro profissional. Afinal, dele depende o funcionamento dos setores até a tomada de decisões.

No presente artigo, explicaremos mais sobre a importância do trabalho do gestor de ativos, a importância desse profissional e também como promover uma gestão eficaz. Confira!

o-que-faz-e-qual-é-a-importância-do-gestor-de-ativos-blog-unipê

O que é a gestão de ativos?

Antes de falarmos sobre o conceito de gestão de ativos é preciso esclarecer o significado do ativo. O termo refere-se a algo que possui valor real ou potencial para a empresa, podendo ser algo tangível ou intangível, financeiro ou não. Dada à amplitude dessa conceitualização podemos incluir na lista de ativos desde ações, dinheiro, maquinário da empresa, até marcas e patentes.

Logo, podemos definir a gestão de ativos como uma atividade por meio da qual a organização gerencia de maneira sustentável os seus ativos, levando em consideração o desempenho do bem, riscos e custos durante o ciclo de vida dele. A ideia é que, ao fazer esse gerenciamento, a empresa consiga cumprir com o seu planejamento estratégico.

Baixe agora

Qual a importância de gerenciar os ativos?

Para elucidar a importância de gerenciar os ativos vamos a um exemplo prático do seu impacto dentro da organização. Então, pense em uma empresa que está crescendo e expandindo as suas atividades produtivas. De certa forma, ela precisa adotar certos controles sobre os investimentos que realizará para concretizar essa expansão.

Por exemplo, será necessário realizar cálculos exigidos legalmente tais como depreciação e amortização, por meio de ferramentas e técnicas que permitem analisar se a estrutura da empresa é compatível com o desempenho desejado da atividade. Não se esquecendo de avaliar o grau de risco e também o retorno sobre o investimento.  

Vale destacar que esse trabalho começa antes mesmo da aquisição do ativo. Isso quer dizer que antes de deliberar os valores para que seja feito o investimento é observado o ciclo de vida do ativo, bem como todas as regras relativas ao seu descarte ou invalidação, como a responsabilização civil, administrativa e também criminal.

Quando a empresa não conta com um gestor de ativo ou uma equipe especializada nesse assunto, os ativos são usados de maneira intuitiva, o que faz com o tempo de vida útil seja menor, no caso de maquinário, ou incorra a erros e baixas, no caso de investimentos financeiros.

Consequentemente, a organização perde com a utilização errada de ativos e deixa de lucrar. Isso porque eles estão ligados diretamente ao desenvolvimento e eficácia do negócio.

Quais as etapas do processo para fazer a gestão de ativos?

Para garantir que a atuação do gestor de ativos seja eficaz, ele precisa trabalhar diferentes etapas para que o processo administrativo funcione de maneira fluida. Conheça quais são elas a seguir!

Analise a necessidade de aquisição do bem

Antes de optar pela compra de um bem é importante organizar e mapear todos os ativos já existentes na empresa. Isso ajudará na análise de necessidade de aquisição de novos equipamentos ou investimentos em infraestrutura, evitando gastos desnecessários.

Por esse motivo, o ideal é armazenar e integrar todos os dados sobre os ativos, poupando tempo de trabalho na própria equipe que pode focar na sua atuação.

Armazene os ativos em condições ideias

Uma das principais funções do gestor de ativos é justamente o gerenciamento que ele fará de todo o maquinário e investimento dentro da empresa. Logo, uma das dicas para que o trabalho dele seja desenvolvido com sucesso é o cuidado com o armazenamento.

A partir do momento em que ele opta por guardar os instrumentos em condições ideias, as chances de deterioramento são menores, ajudando na redução de custos e no aumento de ciclo de vida dos bens.

Capacite os colaboradores

Um especialista em gestão de ativos precisa também ser capaz de capacitar os colaboradores que atuam na empresa. Assim, eles podem replicar as boas práticas do gerenciamento dos bens da organização. Aliás, vale destacar que o engajamento dos funcionários é fundamental para o sucesso da gestão.

o-que-faz-e-qual-e-a-importância-do-gestor-de-ativos

Realizar manutenções preventivas e emergenciais

Outra prática que faz parte do dia a dia do gestor de ativos é a realização de manutenções preventivas e emergenciais nos equipamentos. Isso evita que falhas comprometam o trabalho dentro da empresa e prejudique a qualidade dos produtos e serviços repassados aos clientes.

Como é o curso para o gestor de ativos?

A primeira questão a se destacar diz respeito ao público-alvo. Geralmente, o grupo é constituído de profissionais graduados em Engenharia, Administração, Economia, Ciências Contábeis e áreas a fim. Desde gerentes até executivos podem realizar a especialização melhorando os seus conhecimentos em gestão de ativos, fundamentado em normas como a ISO 55000.

O curso tem como proposta capacitar esses profissionais, a fim de que eles otimizem e saibam como gerir investimentos dentro da organização. Para isso, são desenvolvidas habilidades que ajudam a gerenciar e até auditar sistemas de Gestão de Ativos. Entre as matérias do curso estão compreendidos assuntos como:

  • Planejamento Estratégico Organizacional e Gestão de Ativo;
  • Gestão de Projeto de Capital (FEL);
  • Aquisição de Ativos e Comissionamento;
  • Planejamento e Execução de Paradas;
  • Custos Industriais;
  • Gestão da Confiabilidade;
  • Análise de Falhas;
  • Análise do Custo do Ciclo de Vida;
  • Engenharia de Sistemas e Software;
  • Gestão da Manutenção;
  • Gestão da Operação;
  • Normas e Procedimentos para Gestão de Ativos;
  • Gestão de Contratos;
  • Governança Corporativa;
  • Desenvolvimento de Fornecedores, entre outras.

A gestão de ativos tem uma grande relevância dentro das empresas. Além de manter a organização alinhada às exigências do mercado e legislação, o trabalho do gestor de ativos também serve para otimizar a utilização dos bens da organização, avaliando o seu estado e como eles podem potencializar a estratégia do negócio. É por isso que a especialização é tão importante.

E então, gostou de aprender mais sobre a gestão de ativos? Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário para que possamos ajudá-lo!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos