Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Guia da entrevista de emprego: quais perguntas fazer e quais evitar?

Postado por Fábio Albuquerque

Um dos maiores desafios para aqueles que estão em busca de trabalho diz respeito à realização de perguntas na entrevista de emprego; tanto aquelas que devem ser respondidas quanto as que podem, ou não, ser feitas aos entrevistadores.

Tão importante quanto saber o que deve ser perguntado é conhecer os assuntos que não podem aparecer durante essa etapa do processo.

Neste guia da entrevista de emprego, listamos os principais temas de questões realizadas em entrevistas de recrutamento: os assuntos que você não pode abordar, as perguntas que precisam ser feitas e, ainda, algumas dicas sobre como formular as questões para impressionar os recrutadores.

guia-da-entrevista-de-emprego-quais-perguntas-fazer-e-quais-evitar.jpg

Os temas que não devem ser abordados

Formular questões sobre determinados temas diminui suas chances de ser contratado pela empresa. Essas questões, portanto, devem ser conhecidas e evitadas ao máximo.

A entrevista de emprego não é o momento adequado para perguntar, por exemplo, sobre os valores do salário, dos bônus e benefícios que os trabalhadores recebem na companhia. Assuntos relativos a valores são tratados em outra fase do processo de contratação; já com os candidatos aprovados na entrevista.

Existem candidatos que consideram uma boa estratégia puxar conversa com os entrevistadores na esperança de conquistar sua simpatia, mas estão completamente enganados.

Atitudes como essa facilmente podem levar você a falar mais do que deve e tocar em assuntos não recomendados, como fofocas sobre a empresa que andam na boca do povo. É muito melhor concentrar-se nos aspectos importantes da entrevista e, também, naqueles que devem ficar de fora.

Entre os grandes tabus que envolvem perguntas na entrevista de emprego estão:

  • Valor do salário;
  • Aprovação na entrevista;
  • Promoções na hierarquia da empresa;
  • Férias;
  • Boatos a respeito da empresa;
  • Dúvidas sobre as atividades da empresa;
  • Flexibilidade de horários;
  • Bônus;
  • Benefícios a serem recebidos;
  • Hora extra.

Recrutadores, por regra, dão preferência aos candidatos que questionam durante a entrevista, uma vez que esse comportamento demonstra interesse e proatividade. É fundamental, entretanto, ter muito cuidado com os assuntos a serem abordados. O questionamento não pode ser vazio, deve ter finalidade e ser colocado no momento apropriado.

Mas não se preocupe, nós reunimos também as perguntas que você não só pode como deve fazer. Importante notar, no entanto, que além de saber o que perguntar, também é preciso saber como e quando fazer as perguntas. Não interrompa seu interlocutor enquanto ele estiver com a palavra. A seguir, esclarecemos quais são as perguntas essenciais que um candidato deve fazer aos recrutadores. Não deixe de ler.

Baixe agora

As questões obrigatórias

Existem questões que um bom candidato não pode deixar de levantar, como, por exemplo, sobre seu líder direto dentro da empresa e quais as expectativas que ele tem para o profissional que ocupará a vaga ofertada. Isso demonstra interesse no funcionamento do trabalho. Também se deve perguntar sobre os valores da empresa, as ferramentas de gestão e outros fatores relevantes para efetuar um bom trabalho.

Não fazer perguntas é um ponto contra o candidato em um processo de recrutamento, pois demonstra desinteresse ou significa que ele está tentando ocultar características negativas. É interessante fazer perguntas sobre os seguintes assuntos, na entrevista de emprego:

  • O que se espera do profissional que ocupará o cargo;
  • A cultura da empresa;
  • As técnicas de gestão utilizadas;
  • A equipe de trabalho;
  • Os principais desafios e necessidades da empresa;
  • O conjunto de valores da instituição;
  • Os perfis de profissionais que alcançaram sucesso na empresa.

Como se preparar:

  • Mostrar interesse pelos valores, cultura e líderes da empresa;
  • Pesquisar muito sobre empresa antes da entrevista;
  • Perguntar sobre o presente da empresa, suas principais necessidades imediatas e como você pode colaborar, caso aprovado;
  • Demonstrar interesse de permanecer na empresa por muito tempo;
  • Mostrar que você se preparou pesquisando sobre a empresa;
  • Não tocar em assuntos desnecessários;
  • Manter o foco.

O candidato não deve, em hipótese alguma, chegar à entrevista de emprego com dúvidas básicas sobre a empresa. Os recrutadores podem achar que você está desperdiçando o tempo deles com assuntos que poderia ter tratado sozinho.

Causar uma boa impressão nos recrutadores, apesar de tudo, não é tão difícil quanto pode parecer e, no que se refere às perguntas, basta estar ciente do que não falar e o que perguntar.

Para aqueles que gostariam de ir um pouco mais além e fazer “um charme”, algumas questões podem ser de grande ajuda. No próximo tópico listamos algumas perguntas para ajudar você a causar uma boa impressão nos recrutadores com questões bem formuladas. Confira!

As sugestões de boas perguntas na entrevista de emprego

Além das informações necessárias, que demonstram seu conhecimento sobre a história da empresa e sua vontade de fazer parte dela, o candidato pode realizar perguntas que, quando bem colocadas, podem impressionar os recrutadores de forma positiva.

Pergunte sobre temas ligados especificamente ao seu cargo, que digam respeito à rotina de trabalho que você deve enfrentar, caso seja aprovado, e à equipe da qual você fará parte, entre outros aspectos importantes.

É essencial estar atento para não formular questões sobre temas que o candidato pode descobrir por si mesmo, ou que pareçam desnecessários. Isso pode entediar o entrevistador.

Entre os mais relevantes assuntos a abordar estão:

  • Questões sobre a rotina diária do profissional nesse cargo;
  • Perguntas sobre a equipe, o número de membros e seus principais objetivos;
  • Pontos fortes mais valorizados nos colaboradores da empresa;
  • Estilos das lideranças responsáveis por gerir o negócio;
  • Perguntas sobre a razão da oferta da vaga (se o cargo ficou vago ou se é um novo posto de trabalho);
  • Oportunidades de crescimento a longo prazo.

É necessário estar ciente que determinadas posturas ou comentários sustentados pelo candidato no decorrer de uma entrevista de emprego são determinantes no que diz respeito ao seu futuro profissional. Fazendo as perguntas corretas, o candidato não só causa uma boa impressão, como tem a chance de avaliar se a cultura e os valores da empresa estão de acordo com os seus próprios.

Vale lembrar que a personalidade do entrevistador é também um fator muito relevante e subjetivo, portanto procure revelar suas características de personalidade pessoais. Se o perfil for autoritário, melhor esperar que ele abra espaço para suas perguntas.

O que você achou do nosso guia da entrevista de emprego? Deixe seu comentário no post contando suas experiências com o tema!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS