Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Fracassou? Descubra como levantar e dar a volta por cima

Postado por Fábio Albuquerque

Você já deve ter ouvido aquela música que diz “levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”. Esta canção, composta por Paulo Vanzolini (um dos grandes nomes do samba paulista) tem tudo a ver com momentos em que precisamos de motivação para recomeçar após uma derrota.

Mas a pergunta que fica é: como se faz isso? Uma coisa é saber da necessidade de recuperar as energias, outra coisa, bem diferente, é saber o que precisa ser feito para conseguir se reerguer depois de um fracasso na carreira.

Neste caso, preparamos algumas dicas que podem ajudar você a reagir ou, como diria Vanzolini, levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima! Confira.

fracassou-descubra-como-levantar-e-dar-a-volta-por-cima.jpg

Conheça as cinco fases do luto

Elisabeth Kubler-Ross, famosa psiquiatra suíça, desenvolveu a teoria das cinco etapas do luto, um processo tido como necessário para que um indivíduo preencha o vazio deixado por uma perda, seja ela de uma pessoa ou de algo importante, como um emprego, por exemplo.

Sendo assim, de acordo com essa teoria, as cinco fases do luto são:

  • Negação;
  • Raiva;
  • Barganha;
  • Depressão;
  • Aceitação.

A negação é a etapa em que ocorre uma espécie de defesa psíquica da pessoa em luto, que passa a negar o problema para não ter que aceitar a realidade da perda. Isso acontece, por exemplo, quando ela se recusa a falar sobre o assunto.

Já na fase da raiva, é comum ver a pessoa demonstrar revolta com o mundo. Em geral, durante esta fase, ela se sente injustiçada por aquilo que está passando.

A terceira etapa é a da barganha. Nela, a pessoa passa a negociar, seja com outras pessoas, consigo ou até mesmo com Deus. É a fase das promessas.

A quarta é a da depressão, em que a pessoa passa a se retrair e demonstrar melancolia. De fato, o que ocorre é que ela está começando a se sentir impotente diante da situação.

Por fim, vem a aceitação, estágio em que a pessoa já consegue compreender a realidade dos acontecimentos de maneira lúcida. A partir daí, ela está pronta para lidar com a perda.

Entenda o fracasso

De maneira simplista, a partir da tese de Kubler-Ross, podemos dizer que nenhum problema realmente sério se resolve de uma hora para outra. Quando você perde um ente querido ou um emprego importante, por exemplo, é preciso, sim, sentir o baque. Sem isso, você não consegue amadurecer a ponto de superar o trauma.

O fracasso em nossa cultura é um tabu. Vivemos cercados de exemplos de celebridades bem-sucedidas, pessoas corajosas que não têm medo de enfrentar desafios e estão sempre sorrindo nas capas das revistas. Mas isso é uma grande falácia.

As pessoas erram, sofrem, são injustiçadas. Isso faz parte da vida. E ser bem-sucedido não tem nada a ver com nunca ter errado. Por isso grandes líderes sabem lidar com o fracasso. Mas você não imagina que alguém vá colocar na capa da revista esse tipo de coisa, não é?

Sendo assim, o que propomos aqui é que você aprenda a lidar com a derrota, a ponto de transformá-la em algo positivo na sua trajetória profissional. E isso, ainda que não seja fácil de fazer, pode ser colocado em prática desde que você aceite sua condição humana e compreenda que o fracasso pode fazer parte de um processo de crescimento.

Baixe agora

Saiba o que fazer após um baque profissional

O primeiro passo é assumir a sua responsabilidade. Existem inúmeros fatores externos a você que podem levar a resultados negativos, como a crise econômica, a incompetência de superiores, a falta de solidariedade da equipe, entre outros, mas, independentemente disso, é fundamental que você identifique a sua parcela de culpa na origem do problema.

Então reflita. Mesmo que o sofrimento seja grande, é nessa hora que você pode se refazer, revendo metas e objetivos. Considere alternativas para a sequência de sua carreira. Aprenda novas habilidades, técnicas e maneiras de proceder caso sua estratégia inicial não seja bem-sucedida. É importante estar preparado para lidar com adversidades.

Trabalhe também para eliminar seu sentimento de culpa. Neste momento, ele não pode te ajudar. É hora de seguir em frente e, para isso, é preciso pensar com clareza, de forma a agir sobre o que estava errado. Procure pensar no que pode melhorar seu desempenho. Quem sabe voltar a estudar?

Considere valorizar mais o trabalho coletivo. Assim, futuramente, você poderá atravessar momentos de turbulência com maior segurança, pois não estará sozinho. Neste aspecto, aprenda a encontrar o melhor em cada pessoa. Sabendo avaliar as fraquezas e forças de cada um, você poderá potencializar sua base de apoio.

É fundamental mudar seu ponto de vista sobre a vida. Assim, você enxerga oportunidades onde há crise e motivação onde há desafios. Além disso, procure trabalhar também o seu marketing pessoal. Ao lidar melhor com as pessoas, você abre novas possibilidades.

Fortaleça sua resiliência para dar a volta por cima

Resiliência é a habilidade que temos de nos recuperar dos problemas que a vida nos apresenta. Quando temos resiliência, conseguimos dar a volta por cima com maior facilidade e aumentamos nosso bem-estar e saúde mental.

Essa habilidade tem tudo a ver com a maneira como você interpreta as adversidades. Quando se tem uma perspectiva positiva a respeito da vida, fica muito mais fácil ser feliz e, consequentemente, aumentar a sua resiliência. Portanto, aqui vai uma dica importante: evite adotar uma postura negativa em sua vida.

Essa postura negativa aparece em situações como:

  • Quando você leva o fracasso totalmente para o lado pessoal, ainda que ele tenha sido fruto de fatores como a alta concorrência, por exemplo;
  • Você acredita que um fracasso na primeira tentativa necessariamente implicará em outros fracassos em tentativas futuras;
  • Após um tempo de desânimo, você simplesmente se acostuma com a tristeza ou a decepção.

Para evitar essa postura negativa, concentre-se em ser uma pessoa mais amável consigo mesmo, reconheça que todas as pessoas passam por fases difíceis e permita deixar que essas questões passem, dando lugar a novas emoções. Mas lembre-se: tudo tem seu tempo.

O ideal é que você caminhe rumo ao autoconhecimento, assim, terá totais condições de lidar melhor com eventuais adversidades e assumir o controle de sua vida com maior segurança.

Dar a volta por cima não é fácil, mas quando você se dedica a dar o primeiro passo as coisas tendem a melhorar. Sendo assim, a dica final é: sempre que precisar, ouça a canção "Volta por cima" para se motivar. Certamente essa música vai ajudar a aumentar sua energia.

Curtiu nosso conteúdo? Deixe seu comentário aqui no post. Contamos com seu feedback!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS