Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Existe diferença entre pós-graduação e especialização?

Postado por Fábio Albuquerque

Pós-graduação é a mesma coisa que especialização? Essa é uma dúvida de longa data e tão comum que chega a acometer tanto alunos quanto professores. Para início de conversa, é preciso esclarecer a terminologia: qualquer curso feito depois do ensino superior (bacharelado, licenciatura ou tecnológico) é considerado “pós-graduação”. 

No Brasil, entretanto, o termo “pós-graduação” passou a ser adotado como referência apenas a cursos de especialização, embora ele abranja, também, mestrados, doutorados e MBAs. Desfeito esse velho mal entendido, vamos falar um pouco mais sobre a diferença entre pós-graduação e especialização.

pos-graduacao-especializacao-blog-unipe-pos-graduacao

Pós: maior objetividade

Segundo o Ministério da Educação (MEC), toda Pós, a princípio, deve ter um objetivo mais específico voltado para o mercado de trabalho, sem necessariamente conter toda uma área de conhecimento e possivelmente agrupando disciplinas de áreas diversas conforme as demandas do setor. Mas a pós tem que seguir algumas regras mínimas, como carga horária de 360 horas e emissão de certificação por instituição reconhecida pelo MEC, para não ser classificada apenas como “curso livre”, um tipo de curso que não é regido por qualquer lei, como, por exemplo, pintura ou reforço escolar.

Especialização: chance de redirecionar a carreira

Justamente por cobrarem basicamente o diploma de ensino superior como pré-requisito da inscrição e se encontrarem abertas a graduados de todas as áreas do conhecimento, as especializações se configuram como o primeiro degrau para os candidatos que desejam mudar de área de atuação e, assim, redirecionar a carreira. Não por acaso, tradicionalmente as especializações atraem alunos que estão mais ligados às tendências do mercado e inteirados sobre as novidades da sua indústria, prontos para fazer a diferença.

Conteúdo e forma: especialização ou pós?

Em termos de conteúdo, as especializações apresentam foco mais técnico, viabilizando o aprofundamento de competências em determinada área. Na forma, as especializações têm carga horária mínima de 360 horas/aula, o equivalente a um período de um a três anos, a depender do critério de distribuição das aulas em cada semestre. Com a conclusão da especialização, o aluno é certificado como especialista. Outro importante detalhe é que os cursos de especialização constituem uma especialização Lato Sensu, que é diferente da especialização Stricto Sensu que engloba Mestrado e Doutorado, ambas voltadas para quem deseja trilhar uma carreira acadêmica.

Mas o maior atributo de um bom curso de especialização não é só o peso que ele tem sobre currículo ou o upgrade que ela traz para qualquer profissional. É a oportunidade de conhecer, mais de perto, tópicos que sempre lhe interessaram durante a faculdade, fazendo com que você desenvolva novas habilidades e descubra tarefas que venham a realizá-lo como profissional que, até então, você sequer achava que existissem. Afinal, não há limites para a gama de experiências que um curso de pós é capaz de oferecer.

Acessar material

pós-graduação, carreira

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS