pós-graduação mercado de trabalho

Driblando a crise: porque se especializar é tão importante?

Ana Flávia da Fonseca
09-01-2018 7:23

Muito se fala sobre a importância de uma especialização para o currículo, mas uma das dúvidas que ainda permanece na cabeça de muitos profissionais é: por que se especializar?

A crise econômica é uma das principais inimigas da economia brasileira e, para o desespero do mercado de trabalho, os seus efeitos ainda prometem ser sentidos por algum tempo. Diante desse cenário, para driblar o fantasma do desemprego, os profissionais precisam se reinventar. E esse é um dos principais motivos para investir em uma especialização.

driblando-a-crise-porque-se-especializar-e-tao-importante.jpg

Afinal, por que se especializar?

Hoje, aos olhos do mercado, uma graduação já não é suficiente. Com tamanha concorrência, um diploma de nível superior se tornou apenas um requisito básico. O diferencial mesmo vem com o domínio de outras línguas, com o conhecimento em novas tecnologias, mas, especialmente, com cursos que levam a carreira a outro nível — como uma pós-graduação ou um mestrado.

Se isso ainda não foi suficiente para te convencer, então continue lendo este post. Nele, vamos mostrar as principais razões para começar a se especializar o quanto antes. Confira!

Destaque diante da concorrência

Até o final dos anos 90, era algo comum ver pessoas sem qualquer formação superior ocupando altos cargos executivos. No entanto, ainda que possível, atualmente, esses casos são raros. Hoje, o cenário que se apresenta no mercado é de um número alto de profissionais com diplomas disputando as mesmas funções. E, diante da crise, a situação promete se complicar ainda mais daqui pra frente.  

Isso vem acontecendo, principalmente, por conta do crescimento de instituições de ensino superior e sua maior oferta de oportunidades, como bolsas de estudo e financiamentos estudantis, uma mudança do perfil da educação no Brasil e do próprio mercado de trabalho.

Um cruzamento de dados do Censo do Ensino Superior e do Ministério do Trabalho, realizado em 2014, mostrou que, nesse ano, cerca de 1 milhão de graduados estavam entrando no mercado. Um número bem maior do que o número de vagas disponíveis no mesmo ano. E a situação permanece a mesma.

Diante desse cenário, fica evidente a resposta da pergunta "por que se especializar?". Profissionais precisam buscar alternativas para se diferenciar da concorrência, e fazer uma especialização não é dar um passo, mas um salto, à frente da competição em expertise e conhecimento, que nem sempre são plenamente adquiridos na graduação.

Baixe agora

Retorno financeiro

Uma pós-graduação e um mestrado no currículo podem dobrar o salário de um profissional. E, quando comparada à remuneração de um colaborador graduado, um com especialização ganha até 66% a mais.

Esses dados mostram que uma das principais vantagens de quem se especializa é aumentar o seu retorno financeiro. Para quem quer impulsionar a carreira e ganhar mais qualidade de vida, essa é uma excelente maneira de vencer a crise econômica sem precisar mudar de profissão.

Atualização exigida pelo mercado

Estamos na Era da Informação e uma consequência disso é que o mercado tem exigido atualização constante. No mundo profissional de hoje, não existe mais uma data para parar de aprender. Ou seja, você não ganha um diploma e pronto, está livre da sala de aula para o resto da vida.

Os conhecimentos na sua área de atuação precisam ser renovados e uma especialização é uma excelente forma de se manter atualizado. Ela dá um “boost” no currículo e ajuda a mudar a sensação pessoal de limitação, que impede muitas pessoas de avançarem na carreira ou encontrarem oportunidades de trabalho melhores.

Aumento de networking

Para quem está desempregado ou apenas quer uma oportunidade de trabalho melhor, é fundamental fortalecer o seu networking. Muitas das melhores oportunidades de trabalho são encontradas por meio de indicações. Pelo menos 41% dos profissionais se recolocam no mercado por conta delas.

Os cursos de especialização são conhecidos por reunir profissionais de diferentes segmentos e realidades, o que aumenta as chances de criar bons contatos. Além disso, esses estudantes já atuam ou já possuem larga experiência no mercado e podem lhe direcionar a tomar melhores decisões de carreira.

Mais estabilidade

driblando-a-crise-porque-se-especializar-e-tao-importante.gif

Neste post temos falado muito sobre oportunidades de mudança e melhorias na carreira como uma justificativa de porque se especializar. Mas nem todos os profissionais anseiam por uma mudança de empresa ou de cargo. Muitos estão satisfeitos com o trabalho que realizam, mas, com a crise, vivem assombrados com o fantasma da demissão.

Investir em uma especialização é uma maneira de espantar de vez esse fantasma. Isso porque as empresas brasileiras ainda enfrentam dificuldades de contratar profissionais qualificados e, com os tempos de crise, não podem investir em novos processos seletivos. Aquelas que já possuem no seu quadro pessoas preparadas e com excelência profissional farão o impossível para retê-las, o que acarreta estabilidade e possibilidades de ascensão.

Liberdade de fazer escolhas

Diante da recessão econômica, as empresas acabam perdendo poder aquisitivo ou apenas se aproveitando de uma situação ruim do mercado para justificar baixos salários oferecidos aos seus profissionais. Investir em uma especialização é uma maneira de fugir dessa situação e ter a liberdade de fazer escolhas.

Profissionais com expertise são disputados no mercado e não ficam à mercê de qualquer proposta de trabalho apenas para não ficarem desempregados. Capacitar-se e reciclar os conhecimentos na sua área de atuação aumentam as suas chances de escolher um caminho que lhe faça feliz profissionalmente.

Ganho de autoconfiança

Precisamos ser sinceros: muitos profissionais não acreditam no próprio potencial ou acabam presos em trabalhos aquém de sua capacidade apenas porque não possuem uma formação melhor no currículo. E isso pode ser facilmente mudado em um mestrado ou pós-graduação, que preparam para encarar desafios profissionais maiores.

Mesmo que essas especializações tenham um custo, é preciso ter mente que conhecimento é um dos melhores investimentos que você pode fazer em si mesmo. Além de abrir as portas do mercado, como reforçamos neste post, ao buscar a capacitação que esses cursos trazem, você também ganha satisfação pessoal e mais confiança em si mesmo.

E você, ainda está se perguntando por que se especializar? Acredita que essa é uma opção viável para vencer a crise? Compartilhe as suas dúvidas e opiniões com a gente aqui nos comentários!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos