pós-graduação

Conheça os critérios para demissão ou promoção no trabalho mais utilizados

Fábio Albuquerque
11-09-2018 7:04

Você não sabe se está prestes a ser demitido, se está apenas estagnado, ou se realmente está crescendo e perto de conseguir aquela promoção que tanto quer? Então, precisa saber quais são os critérios para demissão e critérios para promoção mais utilizados nas empresas.

Muitas pessoas se perguntam sobre a sua situação nos lugares onde trabalham, esteja essa situação mais inclinada para o bem ou para o mal. Algumas podem ter problemas com seus gestores e colegas ou com o próprio trabalho, por exemplo, e não saberem como estão sendo vistas aos olhos de seus empregadores, e se há ou não o risco de serem mandadas embora.

Outras podem estar em uma empresa há anos, sempre dando seu máximo, mas sem terem ideia se estão perto de serem promovidas, se têm aquilo que é preciso para serem vistas como dignas de assumirem um cargo de liderança.

Para esclarecer suas dúvidas, acompanhe os próximos tópicos e descubra quais são os principais critérios no momento de considerar a demissão ou promoção de um empregado!

conheca-os-criterios-para-demissao-ou-promocao-no-trabalho-mais-utilizados

Critérios para demissão

Faltas e atrasos

Ir ao trabalho e chegar pontualmente são os requisitos mais básicos que um colaborador precisa cumprir na empresa em que trabalha. Se faltas injustificadas e atrasos se tornam constantes, isso demonstra uma falta de comprometimento que não passará despercebida pelos gestores.

Dificuldade de relacionamento

Muito da harmonia do ambiente de trabalho e da produtividade dos seus funcionários é ditado pelo relacionamento entre os membros de uma equipe. Quando os funcionários não se dão bem, a produtividade cai, o retrabalho começa a aparecer, e os problemas levam mais tempo para serem resolvidos.

Por isso, a dificuldade em se relacionar com colegas é, muitas vezes, o motivo de uma demissão, inclusive, da demissão de um funcionário bastante competente.

Essa pessoa pode ser muito boa no que faz, mas se é também grosseira, não sabe ouvir críticas, tem temperamento explosivo, e tem dificuldade em acatar ordens, essas características podem pesar muito mais do que a qualificação e competência para realizar o trabalho.

Baixe agora

Desempenho

O valor de um funcionário sempre será medido pelo seu desempenho, mesmo que esse não seja o único fator que determina a sua excelência. Aqueles colaboradores que apresentam baixo desempenho, de forma resumida, não estão fazendo aquilo que foram contratados para fazer. Ou, pelo menos, é isso que os empregadores vão enxergar. Simples assim.

O funcionário que faz suas tarefas não para realmente resolvê-las, mas apenas para se livrar delas, geralmente, tem um desempenho que deixa a desejar. Quando um colaborador falha em sua função, consequentemente, outra pessoa terá que resolver aquilo que não foi resolvido, mais cedo ou mais tarde.

Isso gera retrabalho e causa problemas futuros, como atrasos e resultados que ficam aquém do esperado, podendo se transformar em uma bola de neve de problemas.

Falta de alinhamento com a cultura organizacional da empresa

Toda empresa tem uma cultura organizacional e ideais próprios. A visão e a missão da empresa refletem muito no tipo de perfil profissional que ela busca em seus funcionários. E, quando estes não partilham da visão daquela, ambos podem entrar em conflito.

Vamos imaginar uma empresa que valoriza muito o trabalho em equipe, a colaboração entre membros de um mesmo departamento nas tarefas uns dos outros e a construção em conjunto. Um funcionário que não tem senso de trabalho em equipe também pode causar insatisfação aos olhos de seus gestores.

Critérios para promoção

Perfil profissional

O perfil profissional são as características de uma pessoa dentro do ambiente de trabalho: a forma como ela trabalha, como lida com os colegas, como se comporta, como se reporta aos seus superiores etc. Algumas qualidades são muito bem-vistas em um perfil profissional, tais como:

  • Capacidade de adaptação;
  • Criatividade;
  • Proatividade;
  • Profissionalismo;
  • Autogestão.

Aqueles que têm essas capacidades e habilidades ganham destaque.

Comprometimento com resultados e cumprimento de prazos

Aqui, está o contrário do comportamento que citamos acima, nos critérios para demissão, sobre desempenho. Mas a lógica é a mesma: a empresa contratou você com alguma finalidade. Ela está pagando você para trazer algum tipo de retorno para ela.

Atrasos no cumprimento de tarefas não são a coisa mais rara nem absurda que pode acontecer em uma firma, mas também são vistos como um aspecto básico ao qual um colaborador deve atentar.

No que diz respeito aos resultados, o empregado que não só entrega resultados, mas excede as expectativas ganha muita visibilidade e garante seu lugarzinho ao sol na fila quando se trata de promoções.

conheca-os-criterios-para-demissao-ou-promocao-no-trabalho-mais-utilizados

Relacionamento com outros funcionários

Muitas vezes, um servidor é perfeito em todos os aspectos:

  • É comprometido com os resultados da empresa;
  • Sempre cumpre seus prazos;
  • É extremamente qualificado;
  • É proativo;
  • Sabe resolver problemas sozinho;
  • Toma boas decisões na competência que lhe cabe.

Ainda assim, há um problema: tem um mal temperamento, ou não sabe lidar bem com situações de conflito. Por natureza, um líder precisa saber se relacionar bem com o grupo, sabendo como gerir uma equipe. Se não consegue nem ter um bom relacionamento com seus colegas, quem dirá assumir um cargo que vai exigir mais responsabilidade, que vai exigir que ele lide com situações mais delicadas e exigentes com seus colegas e clientes.

Frequentemente, cargos mais altos têm uma demanda e uma exigência muito maior de relacionamento do que qualquer outra posição na empresa, seja ao lidar com os liderados, superiores e outros gestores, seja no contato com o público externo. Portanto, essa é uma característica muito desejada nos candidatos a promoções.

Noção da empresa e do mercado

Além da qualificação profissional do colaborador, o seu conhecimento a respeito dos próprios processos, rotinas e detalhes da organização também é muito valorizado. Sabe aquele funcionário para quem todo mundo corre para pedir ajuda quando tem alguma dúvida, independentemente de qual cargo ou tarefa se trata?

Esse servidor já tem um perfil de gestor, de resolver problemas e ajudar seus colegas em todos os momentos. Além disso, ter uma boa noção do mercado é outro diferencial. Afinal, é com esse conhecimento que o colaborador pode fazer sugestões de melhorias e de planos de ação para que a empresa cresça.

A rotatividade dentro de uma empresa é uma verdadeira dor de cabeça para os empregadores. Nenhum gestor quer isso para a organização, pois essa rotatividade não traz benefícios.

Pense que, toda vez que uma empresa contrata alguém novo, precisa treinar essa pessoa, dar um tempo para que ela se adapte e comece a ter familiaridade com as tarefas, colegas, e tenha o desempenho desejado. Ao mesmo tempo, quando uma empresa manda um funcionário embora, há custos altos com a demissão, a preocupação do cargo vago etc.

Logo, se a demissão é uma alternativa, é porque o funcionário está deixando a desejar há muito tempo. Ao contrário, se um funcionário se compromete verdadeiramente com a empresa, em todos os aspectos que citamos acima, ele certamente estará na consideração dos seus superiores na hora em que uma promoção aparecer.

Obviamente, os critérios para demissão e critérios para promoção vão variar ligeiramente de acordo com cada empresa, mas os que citamos ao longo deste post são requisitos básicos que todo gestor observa.

E você, concorda com esses fatores? Já foi demitido ou conseguiu uma promoção por algum deles? Conte para a gente aqui nos comentários!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos