Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Confira uma lista de soft skills importantes para seu futuro

Postado por Fábio Albuquerque

A evolução do mercado de trabalho criou novas necessidades e abriu portas para os próximos níveis. Para subir patamares na carreira, uma pós-graduação e especializações sempre foram um importante diferencial, mas existem outros requisitos. Uma lista de soft skills tem surgido com destaque em empresas de ponta com excelentes oportunidades.

Como somos seres relacionais, temos capacidade de construir e realizar grandes feitos em equipe. Esse é um dos principais aspectos de hoje no mundo corporativo e uma exigência sempre comum em processos seletivos de recrutamento e promoção.

Mas o que são soft skills e qual é a importância dessas competências para a carreira? Por que o mercado de trabalho está tão atento a elas e buscando profissionais que as tenham desenvolvido?

A resposta é simples: essas habilidades não somente capacitam profissionais a se tornarem mais produtivos, como também melhoram o clima organizacional, facilitam o trabalho em equipe e permitem um melhor planejamento, com objetivos mais realistas e factíveis.

Neste post apresentaremos uma lista de 8 soft skills, quais são os seus benefícios e como desenvolvê-las. Acompanhe!

confira-uma-lista-de-soft-skills-importantes-para-seu-futuro.jpg

O que são soft skills?

Diferentemente das hard skills, competências técnicas até então consideradas as principais no currículo, soft skills são habilidades comportamentais inatas ou desenvolvidas que vêm fazendo a diferença em profissionais de médio e alto escalão.

Essas habilidades, além de facilitar e potencializar o trabalho em equipe, aperfeiçoam a capacidade analítica e decisória, valorizando a comunicação em alto nível e minimizando conflitos no ambiente organizacional.

Os desafios para o desenvolvimento dessa lista de soft skills que virá a seguir é que não existe um curso de especialização ou uma pós-graduação que as ensine, mas elas são decorrentes de esforço pessoal e do trabalho de suas emoções, reações e hábitos.

Vejamos em detalhes as principais soft skills buscadas pelo mercado de trabalho e seus benefícios.

1. Pensamento crítico

A capacidade de analisar situações e cenários, extrair as informações mais importantes e relevantes para os objetivos da organização, determinando ações estratégicas e coordenando forças nesse sentido é a definição mais próxima dessa habilidade.

Profissionais desenvolvem o pensamento crítico ouvindo diferentes pontos de vista. Quanto mais diversas forem as discussões das quais ele participar, com atenção apurada ele poderá absorver as diferentes formas de enxergar situações, principalmente as mais complexas.

2. Criatividade

Essa habilidade pode ser inata ou desenvolvida, e pode ser definida como a habilidade de fazer algo de uma maneira diferente, normalmente mais rápida e eficaz. Em qualquer das situações é importante aperfeiçoá-la em um processo contínuo.

Encontrar caminhos inusitados para resolver situações e apresentar soluções é algo muito apreciado no mundo corporativo, e esse desenvolvimento pode ser alcançado por meio da comunicação e do constante aprendizado.

Compreender como as pessoas encontram soluções e apreender seus pontos de vista é uma boa forma de exercitar criatividade. Você encontrará em seus pares, liderados e superiores, um celeiro de ideias e diferentes pontos de vista. Procure absorver o máximo que puder.

Baixe agora

3. Capacidade de negociação

Negociamos todo o tempo. Compramos e vendemos ideias, pontos de vista, produtos e serviços — e sempre buscamos a melhor relação custo-benefício nessas negociações.

Desenvolver novos meios de negociar, aprender novas técnicas e mesclar diferentes aspectos de cada uma delas pode levar você a ter mais flexibilidade e uma extensa gama de argumentos.

Nenhum ser humano é igual ao outro, e essa característica exige que tenhamos flexibilidade, assim como diferentes formas de argumentar. Vencer uma objeção corresponde a percorrer uma grande parte do caminho necessário para obter êxito na negociação e atender às expectativas das partes.

4. Inteligência emocional

Inteligência emocional compreende o desenvolvimento de habilidades tais como resiliência, empatia e a prática do autoconhecimento. Uma profunda reflexão sobre si mesmo, suas emoções, seus comportamentos e seus hábitos o levará ao autocontrole.

A atitude de conhecer seus limites, quais deles devem ser vencidos e quais devem ser respeitados o levará ao equilíbrio emocional, melhorando relacionamentos, facilitando o trabalho em equipe, a aceitação da diversidade de ideias e o alcance dos objetivos.

A resiliência pode ser explicada como a capacidade de suportar pressões e impactos, assimilando-os e retornando ao estado original mais forte e maduro.

A empatia consiste em se colocar no lugar do outro, mas, de uma maneira mais profunda, compreender as emoções e os sentimentos do outro, tornando a relação aberta, praticando uma comunicação mais clara e objetiva.

5. Tomada de decisões

O profissional que almeja alto na carreira precisa saber decidir e fazer as coisas acontecerem. Iniciativa e proatividade são características que não podem faltar em você para que o caminho para o topo seja viável e cheio de realizações.

Como desenvolver essa habilidade? É preciso usar a capacidade analítica e decidir. A prática, aliada a uma boa análise de cenários e acompanhamento dos resultados, seguida de uma autoavaliação, proporcionará ao profissional a experiência necessária para decidir com autoridade e segurança.

6. Flexibilidade cognitiva

Mais do que a capacidade de aprender, a flexibilidade cognitiva significa o interesse e o esforço em aprender sobre assuntos diversos, independentemente da área de atuação. Seria o correspondente a um advogado, por exemplo, estudar sobre marketing digital ou praticar técnicas de memorização.

Primariamente, esses assuntos não estão ligados à raiz da profissão, mas podem acrescentar muito à carreira, além de representarem atualizações importantes sobre o mundo corporativo.

Mas o motivo principal dessa habilidade ser valorizada é porque, ao praticá-la, o profissional abre novas possibilidades de raciocínio e portas para inovações. A assimilação de diferentes assuntos proporciona mais rapidez de pensamento, ativa a memória e melhora a capacidade de armazenamento de informações.

7. Orientação ao serviço

confira-uma-lista-de-soft-skills-importantes-para-seu-futuro.gif

Sem nenhuma similaridade com subserviência, a orientação ao serviço representa a motivação de trabalhar para que necessidades sejam satisfeitas e expectativas sejam superadas.

Considerando tanto as expectativas do cliente quanto as da organização, essa habilidade capacita o profissional a encontrar soluções para o cliente, repensando processos e maneiras de agir da organização.

O resultado desse trabalho torna as empresas mais eficientes e fideliza o consumidor, gerando ganhos para ambas as partes. O profissional, paralelamente, é valorizado e reconhecido não apenas pelo trabalho executado com maestria, mas pelo potencial de realizar novas ações como essa.

8. Coordenação com outros

Como o trabalho em equipe tem sido bastante valorizado pelas organizações, fruto da consciência de que todos juntos produzem mais e melhor, o profissional que se dedica a coordenar seu trabalho com o dos demais potencializa as forças de todos, beneficiando o conjunto e a organização.

Para alcançar essa habilidade é preciso se comunicar, saber ouvir, compreender as diversidades, procurar aprender com diferentes pontos de vista e maneiras de agir.

Essa habilidade abre possibilidades ao profissional para a trajetória rumo a cargos de liderança nos termos exigidos pelo mercado. O líder de hoje é aquele que consegue se comunicar bem, extrair da equipe o melhor de todos e de cada um e administrar os talentos de forma a conseguir resultados mais expressivos.

Essa habilidade abre caminho para outras habilidades importantes, como a gestão de pessoas, a liderança e a comunicação eficaz.

Impulsionar a carreira é possível e está ao seu alcance. A maneira de alcançar o sucesso passa pelo esforço pessoal, foco nas ações de melhoria e visão de onde se quer chegar.

E então, está disposto a desenvolver essa lista de soft skills? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS