Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Como lidar com feedback negativo sem surtar

Postado por Fábio Albuquerque

Em seus sonhos profissionais você provavelmente idealiza sucesso, dinheiro e reconhecimento. Isso é muito comum e até saudável, pois se transforma em incentivo para seguir em frente.

Entretanto, na vida, nossos planos nem sempre acontecem como gostaríamos. Por lidarmos com o fator humano, é possível sofrermos com problemas de convivência, incompatibilidade de perfil profissional, erros que cometemos em função de estresse, entre outros.

Os percalços fazem parte da realidade e costumam pegar-nos desprevenidos, pois ninguém calcula esse tipo de acontecimento quando planeja o futuro. Por isso, é importante saber como lidar com feedback negativo, quando ele acontece, e usá-lo para aprimorar nossa relação com o mundo.

Se você já passou por essa situação, sabe o quanto isso pode ser duro. Se não passou, é hora de aprender o que fazer nesses casos. Acompanhe!

como-lidar-com-feedback-negativo-sem-surtar.jpg

Qual é a importância do feedback?

Primeiramente, você precisa compreender que o feedback, embora seja o pesadelo de muitos profissionais, representa uma importante etapa no processo de evolução dos colaboradores que costumam fazer sucesso dentro das empresas. Porque, se não houvesse interesse por parte dos líderes em melhorar o desempenho profissional dos membros de sua equipe, certamente seria mais fácil optar pela demissão, não pelo feedback.

Acredite: o feedback é algo fundamental para a companhia, mas é ainda melhor para você! É através dele que você saberá o que está fazendo certo e errado, e poderá se aprimorar ou, então, redirecionar seus esforços para atividades que o deixem mais realizado.

A questão é que o feedback negativo costuma contrariar a maioria das crenças que o profissional tem em relação a suas próprias competências e isso torna o momento da avaliação difícil. No entanto, compreender o objetivo de um retorno desse tipo pode facilitar a sua recepção, e evita que você lide com ele de maneira inadequada.

Como lidar com feedback negativo?

1. Preste atenção no que está sendo dito

Tentar contra-argumentar ao receber um feedback negativo, na maioria das vezes, é algo improdutivo. Isso porque, ao chegar até você com um parecer, seu chefe já fez todas as ponderações possíveis. Tentar convencê-lo de que está equivocado ou desmerecer a avaliação só faz com que você prejudique a comunicação e acabe absorvendo pouco do conteúdo que ele tem a oferecer.

Além disso, saber ouvir com paciência e ser capaz de voltar o olhar para si mesmo demonstra maturidade e consciência de que você não é perfeito e pode tomar atitudes para melhorar.

2. Trabalhe com fatos

Após ouvir o que seu chefe tem a dizer, procure estabelecer uma relação construtiva nessa conversa. Peça a ele exemplos de situações em que ele sentiu que você não foi bem. Isso é útil para que você trabalhe com evidências na hora de aprimorar sua atuação profissional.

Neste caso, quando o chefe não consegue apontar exemplos concretos de falhas suas, você pode, sim, questionar a respeito do feedback negativo. Mas lembre-se: seja respeitoso. Procure mostrar a ele que você precisa visualizar situações reais onde falhou para que possa melhorar.

Baixe agora

3. Saiba argumentar

Você não precisa ouvir passivamente tudo o que seu chefe tem a dizer, caso julgue necessário esclarecer algum comportamento. Neste caso, procure trabalhar com elementos concretos. Você pode citar resultados positivos de seu trabalho que, aparentemente, ele não esteja vendo, por exemplo.

No entanto, tenha em mente a nossa primeira dica, e não transforme o encontro num campo de batalha. Argumente com seriedade e tranquilidade, mas permita que o avaliador leve o feedback adiante.

Caso você reconheça o seu erro, aproveite e peça ajuda para encontrar maneiras de melhorar. Comprometa-se com a sua evolução!

4. Não perca a motivação e a confiança

Tão importante quanto lidar com o feedback na “hora H” é aprender o que fazer com ele nas horas e nos dias seguintes. E, antes de mais nada, você deve se concentrar em não perder a motivação e a confiança.

Isso significa compreender a crítica negativa sem levá-la para o lado pessoal e reunir suas energias para trabalhar em função de um melhor desempenho.

Portanto, procure ser racional. O sentimento de frustração é natural, mas dar vazão a ele, neste momento, pode acarretar em uma desestabilização emocional que levará você a cometer outros erros comuns a quem está vulnerável. Mantenha o foco nas mudanças e aprimoramentos que você deve fazer.

5. Reflita

Tire um tempo para pensar. Considere tudo aquilo que foi dito pelo chefe e pondere. Procure conversar também com outras pessoas que você respeita. Isso pode ser útil para que as informações recebidas sejam assimiladas e trabalhadas de modo que você se reinvente e consiga se apresentar como um profissional maduro.

Esse é o momento para que você entenda o feedback como uma oportunidade de crescer e diminuir os erros, tão naturais para qualquer ser humano. Livre-se de certas vaidades como “ninguém fala assim comigo” ou “quem ele pensa que é”. Concentre-se nos aspectos técnicos da crítica e em soluções viáveis para melhorar.

6. Parta para a ação

Uma vez que você foi capaz de ouvir as críticas com educação e atenção, refletiu sobre o assunto e assimilou o “golpe”, é hora de agir. Com exemplos de situações em que você errou, fica muito mais fácil saber de que forma será preciso atuar para corrigir os erros.

Sendo assim, não perca tempo. Adote uma postura firme em direção às mudanças e não desista. Você pode ver isso como uma possibilidade de perder o emprego ou uma oportunidade para evoluir e se transformar no profissional que sempre quis.

Por isso, vá em busca de conhecimento, através de livros e cursos, e procure por especialistas nas áreas onde você identificou suas fraquezas. Não ouse ficar parado. É hora de agir e mostrar o verdadeiro profissional que você é.

Ouvir algo negativo a respeito de si próprio não é o sonho de ninguém, definitivamente. Todos nós gostaríamos de sempre sermos elogiados e admirados pelo que fazemos, especialmente quando dedicamos tempo e esforço aos nossos objetivos. Entretanto, nem sempre isso é possível.

Por isso, saber como lidar com feedback negativo de maneira a transformá-lo em algo positivo é um diferencial que pode fazer com que sua carreira tenha um direcionamento incrível no futuro.

Então, já se sente mais preparado para lidar com um feedback negativo? Deixe aqui seu comentário!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS