Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

Como encontrar o trabalho perfeito para você

Postado por Fábio Albuquerque

Trabalhar com algo que realmente preenche grande parte da alma, o chamado trabalho perfeito, é um luxo disponível para poucos. E quem não tem acesso a esse grupo de privilegiados tem se juntado ao coro de pessoas que têm se questionado sobre a importância, o valor e o significado do tempo de vida que é gasto no trabalho. Então se pergunta: vale a pena?

O que leva a crer, inclusive, que encontrar o ofício perfeito, aquele que traz realização e sentido de valor e qualidade de vida, é considerado um sonho distante para a grande maioria da população economicamente ativa do país.

Por mais que você, no fundo, saiba que pode alcançar resultados memoráveis e altos níveis de contentamento em um emprego diferente do atual (mesmo que você não saiba direito qual), ouvir aquele parente dizendo em pleno almoço familiar de domingo que "se trabalho fosse bom ninguém era pago para fazer" desanima qualquer um, não é mesmo?

Entretanto, a boa notícia é que é possível, sim, encontrar o emprego perfeito para você! Quer saber como? Então não deixe de acompanhar o nosso post de hoje! Com certeza, você não irá se arrepender! Vamos lá?

como-encontrar-o-trabalho-perfeito-para-voce.jpg

As mudanças de conceitos e valores relacionados ao trabalho

A ideia de trabalho como algo difícil, árduo e sacrificante passou a vigorar em nossa sociedade há muito tempo, com a disseminação das teorias protestantes de João Calvino, no século XVI. Segundo o teólogo, o trabalho duro dignificava o homem e garantia sua presença no reino dos céus. Traduzindo: "trabalhe muito agora, receba os benefícios depois de sua morte".

Em uma época de transição do sistema feudalista para o capitalista, a divulgação dessas ideias mundo afora não poderia ter chegado em melhor momento. Ela possibilitou um desenvolvimento gigantesco de diversas áreas, bem como de nossas estruturas sociais.

Muita gente trabalhou muito, mas muito mesmo, para chegarmos onde estamos hoje. Hoje em dia, porém, o cenário é bastante distinto. Os níveis de insatisfação e infelicidade no trabalho estão alcançando patamares nunca antes registrados.

Trabalhar a vida inteira em um emprego mais ou menos e que não tenha nada a ver com os propósitos de vida e valores pessoais, mas que proporcione a tal segurança financeira, já não faz mais a cabeça das pessoas, especialmente depois que a Geração Y (nascidos entre as décadas de 1980 e 1990) entrou no mercado de trabalho.

As pessoas pertencentes a essa geração têm desejado um trabalho que proporcione ganhos financeiros, mas que, acima de tudo, explore com excelência os talentos, as paixões e as habilidades de cada indivíduo. E se isso tudo puder ser utilizado para a melhoria do mundo (ou da comunidade) onde vivemos, melhor ainda!

E se você faz parte desse grupo de pessoas que têm se questionado sobre o propósito do trabalho e a importância que ele tem em sua vida, pode estar se perguntando agora como encontrar o trabalho perfeito para você, certo? Então continue a leitura, pois aqui você encontrará dicas valiosas e que poderão lhe ajudar imensamente nessa busca!

Escolha o que você realmente gosta de fazer

No Brasil, muita gente decide qual profissão ou carreira seguirá extremamente jovem, por volta dos 18 anos (idade em que se costuma prestar o vestibular). O grande problema disso é que, com essa idade, são poucas as pessoas que conseguem acertar em cheio em suas escolhas. Afinal, como saber o que realmente se quer para o resto da vida aos 18 anos, não é?

Claro que isso não significa que com essa idade você fosse incapaz de saber o que gostava. Você até poderia saber. A questão é que tanto você quanto a carreira que você escolheu podem ter mudado bastante ao longo dos anos, certo? Ou vai dizer que você é exatamente a mesma pessoa agora, anos depois? Pois é! O mesmo ocorre com as profissões.

Vivemos, atualmente, em um mundo onde as mudanças são extremamente rápidas e bruscas. E isso é especialmente verdade quando se fala de carreiras associadas à tecnologia, por exemplo. O que um programador, um cientista da computação ou um engenheiro realizam hoje em dia durante suas jornadas de trabalho é muito diferente do que era feito há alguns poucos anos atrás.

Essas transformações são normais e acontecem em todas as áreas do conhecimento, em maior ou menor medida. Assim, os profissionais ou tem que correr atrás da máquina e adaptar-se à nova realidade de suas profissões, ou se dão conta de que o trabalho já não é mais tão gratificante assim.

Do que você gosta de verdade?

Se você está insatisfeito com o seu trabalho atual ou se está buscando um emprego que seja perfeito para você, a primeira atitude a ser tomada é saber exatamente do que você realmente gosta. Parece simples e até mesmo um pouco estúpido, mas acredite, não é. Muita gente passa a vida toda sem parar para refletir sobre essa questão, que é determinante para que você possa ir atrás do que quer.

Muitas vezes, vamos "dançando conforme a música" e, quando nos damos conta, estamos em meio a alguma situação e nem sabemos direito como fomos parar lá. Era isso mesmo que você queria? Entenda que se você não conhece seus próprios desejos a fundo, fica bem difícil escolher qual caminho seguir.

No entanto, atenção! Não estamos dizendo aqui que você deve largar tudo agora mesmo, abandonar todo o esforço e estudo em sua área de atuação e mudar de carreira completamente. Muitas pessoas, inclusive, escolhem a formação certa para elas, mas atuam em uma área que não é a mais adequada para que seus talentos, habilidades e gostos sejam bem explorados e aproveitados.

Um jornalista insatisfeito com seu trabalho na redação de um jornal, por exemplo, pode se encontrar trabalhando em um programa de rádio, falando sobre algum assunto que ele adore. Um arquiteto que não curte criar projetos para a construção de casas também pode se dar superbem no ramo do paisagismo, criando jardins incríveis e personalizados.

Conseguiu entender o "x" da questão aqui? Separe um tempo de seu dia e reflita profundamente sobre quais são as suas paixões. Passe-as para o papel — as palavras têm força e podem lhe proporcionar muita clareza.

Se encontrar dificuldades, tente lembrar-se do que você mais gostava de fazer ou de brincar quando criança — ou o que você faria de sua vida se dinheiro não importasse mais. Essas respostas podem lhe dar excelentes indicativos na hora de determinar o que você gosta ou não.

Defina o que é o emprego perfeito para você

Ok, agora que você já sabe o que realmente gosta de fazer, é hora de tentar encaixar a maior parte de suas preferências em um emprego. Porém, fique atento! Saiba que será praticamente impossível reunir 100% de seus gostos pessoais em uma única atividade profissional.

Esperar por isso é garantia de frustração. Seja realista. Agregue a maior parte deles e se dedique aos outros em suas horas livres. Se você adora física e tecnologia e sonha em trabalhar construindo máquinas, seu gosto por animais ficará um pouco inviável em um mesmo trabalho, certo? Assim, essa paixão poderá ser saciada em seus momentos diários de passeio com seu cão, por exemplo.

Entenda que o trabalho perfeito não necessariamente tem que englobar todas as suas preferências, mas, sim, preencher uma parte de quem você é. Afinal, mesmo encontrando um emprego incrível, sua vida não pode (nem deve!) ser voltada exclusivamente para isso, certo?

Baixe agora

O emprego dos sonhos

A questão central aqui é encontrar um emprego que utilize grande parte de seus talentos, gostos e habilidades e que lhe traga satisfação pessoal. Isso não quer dizer, absolutamente, que ele não será difícil, desafiador, ou até mesmo exaustivo em algumas ocasiões. Esqueça a máxima de que trabalho bom é moleza o tempo todo.

A diferença é que, encontrando um emprego que você adora, ficará muito mais fácil atravessar períodos mais duros e desafiantes. Periga, inclusive, de você gostar de enfrentar esses obstáculos que surgirem pelo caminho!

Outra questão importantíssima nessa parte é levar em consideração a sua definição pessoal de emprego dos sonhos. Não a dos seus pais, dos seus amigos ou da sociedade em geral. A sua!

Enquanto para algumas pessoas o ideal em termos de trabalho é poder estar todos os dias em um escritório high tech, com muitas tecnologias disponíveis e contato com pessoas incríveis, para outras é trabalhar ao ar livre. Para outras ainda, pode ser trabalhar em casa, enquanto algumas desejam um emprego onde se esteja em movimento constante.

Então, da mesma maneira que você fez com os seus gostos pessoais, liste todos os empregos nos quais você acha que poderia encontrar felicidade e satisfação pessoal. Não tem problema se eles não tiverem nada a ver entre si, a lista não precisa ter uma coerência e ser "engessada", com todos os trabalhos pertencentes a uma mesma área de atuação.

Muito pelo contrário, aqui é o momento para deixar a imaginação e o pensamento voarem o mais alto que puderem. Veterinário e contador na mesma lista? Ok!

Saiba onde encontrar o emprego perfeito para você

Por fim, chega o momento de dar um passo adiante e descobrir onde os trabalhos que mais combinam com você estão na vida real. Por sorte, você nasceu na era da expansão da internet e da comunicação e isso facilitará imensamente a sua busca, pode acreditar. Confira a seguir um passo a passo que pode ser bem útil nessa etapa:

Pesquise

Faça uma pesquisa aprofundada das empresas e locais que possuem, em seu quadro de colaboradores, pessoas que exercem a atividade que você deseja. Quais são elas? Onde estão localizadas? Nesse ponto, mais uma lista também é uma ótima pedida.

Converse com profissionais da área

Outra dica que pode ser extremamente valiosa é tentar conversar com pessoas que já trabalham em seu emprego dos sonhos. Busque por grupos de discussões em redes sociais, faça perguntas, resolva suas dúvidas.

Procure saber em qual empresa elas trabalham, como é o dia a dia da profissão, onde estão as melhores oportunidades para a carreira, qual a remuneração média, quais qualificações ou especializações esse tipo de trabalho exige, etc.

Teste as possibilidades

Por fim, experimente! Isso mesmo! Se você está desempregado no momento, essa é a hora perfeita para "testar" se os empregos que você listou são mesmo o que você sempre quis. Isso não quer dizer que você tenha que encontrar um trabalho formal, com carteira assinada (até porque isso pode ser uma tarefa árdua, dependendo da área).

Você pode se candidatar como assistente, freelancer ou voluntário algumas vezes por semana, por exemplo. Dessa maneira, além de conhecer um pouco mais da rotina de trabalho, você desenvolverá muito mais clareza para descobrir se ele combina mesmo com você.

E mesmo que você esteja trabalhando, é possível testar novas carreiras. Por que não utilizar uma parte de seu fim de semana ou uma noite entre os dias úteis para isso? Comece aos poucos, fazendo e testando o que puder e como puder. O importante é agir.

Reúna todas as informações encontradas

A questão nesse ponto é montar um verdadeiro dossiê, contendo todas as informações que você necessita sobre o trabalho dos sonhos e sobre onde ele está. É bem possível que, nessa etapa, você se dê conta de que alguns dos empregos que você listou, na prática, não são bem aquilo que você imaginava.

No entanto, não dê margem para o desânimo. Até mesmo essa descoberta é uma ótima notícia, especialmente se a sua lista estava muito grande. Veja pelo lado positivo: você agora dispõe de menos opções, mas suas chances de acertar em cheio aumentaram consideravelmente!

Conheça a cultura da empresa e analise o seu perfil

Nesse ponto da busca, você já sabe direitinho quais empresas podem lhe contratar para que você exerça o trabalho que tem tudo a ver com você. Então basta disparar seu currículo para todas elas e esperar para ser chamado para uma entrevista, certo? Errado!

Antes de candidatar-se, é superimportante que você pesquise bastante sobre a empresa, sua cultura, valores e missão. Entenda que o trabalho dos sonhos só será mesmo “dos sonhos” se você não se deparar com situações e práticas empresariais que ferem os seus princípios ou que não estão de acordo com os seus valores pessoais.

Imagine que você sempre quis trabalhar com desenvolvimento de cosméticos e produtos de beleza, mas acaba caindo em uma empresa que testa seus produtos em animais, prática à qual você se opõe totalmente? Por isso, para evitar frustrações e até mesmo arrependimentos futuros, tenha bastante cuidado nessa parte.

Geralmente, a maior parte das empresas descreve sua missão, valores e práticas em seus sites na internet. Em redes sociais voltadas a atividades profissionais, como o LinkedIn, também é possível ter acesso a muitas informações relevantes, depoimentos e avaliações de colaboradores e ex-colaboradores — além de projetos em andamento.

Só depois de concluir essa etapa é que você pode, caso se encaixe no perfil e possua as habilidades e qualificações exigidas para o cargo, candidatar-se ao seu trabalho dos sonhos. E se você não se encaixar? Calma, nada de desespero!

Com uma boa dose de dedicação e motivação, você pode se preparar para conseguir tudo o que desejar em sua vida, inclusive um emprego! E para ajudar você nessa etapa, reunimos dicas bem valiosas e as descrevemos abaixo. Continue a leitura e confira!

Desenvolva as habilidades necessárias caso ainda não as tenha

Se você dedicou tempo suficiente na listagem dos empregos dos seus sonhos, já deve ter uma boa ideia também de quais habilidades e talentos eles exigem, certo? É bem possível que você já possua alguns deles de maneira natural, visto que temos a tendência a nos sentirmos atraídos por trabalhos que estejam alinhados com quem somos, com nossa essência.

Assim, dificilmente uma pessoa tímida sonhará em ser um apresentador de eventos, certo? No entanto, é claro que toda regra tem sua exceção e talvez você tenha que desenvolver habilidades específicas, necessárias para que você possa conseguir seu trabalho dos sonhos. Se esse for o seu caso, arregace as mangas e mãos à obra! Comece perguntando-se:

  • Quais são as habilidades que você precisa turbinar? (flexibilidade, jogo de cintura, tolerância, capacidade de liderança, paciência, desenvoltura para falar em público...).
  • O que você precisa aprender?
  • Quais são seus pontos fortes, que lhe auxiliarão nesse trabalho?
  • E os fracos?
  • Como você vai desenvolver-se e aprimorar-se?
  • Existe alguém ou algum curso que pode lhe ajudar nisso?

Pode ser que após refletir sobre tudo isso, você se assuste com a quantidade de coisas que precisa aprender e desenvolver em si mesmo. Mas não desista! Tenha sempre em mente que não importa o que seja, o importante é que toda e qualquer habilidade pode ser adquirida e aprimorada, mesmo que você não tenha nascido com ela. Basta querer e se dedicar bastante.

O trabalho que você quer exige criatividade e você se considera um zero à esquerda nessa questão? Pois trate de exercer sua capacidade criativa todos os dias, em diferentes tarefas e momentos de sua rotina.

Desafie-se a pintar um quadro para o seu quarto, escrever uma história, customizar uma camiseta. Acredite, você consegue! A cada dia a habilidade exigida estará mais presente e natural em você. E isso vale para qualquer outra característica!

Invista em qualificações e em especializações

Outro ponto bastante importante e que pode frustrar as pessoas que estão em busca do trabalho dos sonhos é a necessidade de qualificações e especializações. Hoje em dia, com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com a melhora no nível de escolaridade dos brasileiros, é bastante comum que a formação e a qualificação exigidas para determinados cargos sejam bem específicas.

Porém, assim como as habilidades, isso não deve ser motivo para desânimo! Acredite, é muito mais simples qualificar-se ou especializar-se em algo do que desenvolver uma nova característica.

Ainda mais com a grande expansão das ofertas de cursos, pós-graduações e MBAs em todas as regiões do país, nas mais distintas áreas de atuação, suas chances de encontrar o que você precisa para conseguir o emprego que deseja, bem pertinho de sua casa, são bastante altas.

As vantagens de se investir em aprendizado contínuo

Seja um curso de idiomas, um MBA específico ou uma pós-graduação em uma área de seu interesse, investir em sua qualificação profissional é uma das atitudes que mais frutos irá lhe render quando o assunto é conseguir uma vida profissional satisfatória.

Além de expandir seus conhecimentos e saber tudo o que há de mais atual em sua área, você conhecerá pessoas e terá contato com profissionais renomados. Dessa maneira, é possível construir um networking muito bem estruturado e que pode lhe render excelentes indicações de emprego e informações relevantes sobre o mercado de trabalho.

Já pensou se aquele professor que você admira tanto lhe indica para a vaga dos seus sonhos? Ou se aquele colega que trabalha na empresa que você quer lhe avisa sobre a abertura de um processo seletivo justamente para o cargo que você almeja?

Aprimoramento constante e contínuo é essencial para quem deseja um trabalho que traga satisfação e realização, independentemente da área de atuação. Como já mencionamos aqui neste post, as mudanças e as novidades chegam a todas as áreas, o tempo todo.

Desde tendências de moda e cortes de cabelo, passando por gastronomia, negócios, finanças, empreendedorismo e psicologia. Conhecimento nunca é demais. Por isso, não fique de fora e esteja sempre em busca de aperfeiçoamento profissional. Você colherá os frutos muito antes do que imagina, pode acreditar.

O trabalho perfeito existe!

Ter um trabalho que, além de pagar as suas contas, também lhe proporcione uma imensa satisfação e sentimento de utilidade não precisa ser um conto de fadas ou um sonho distante. O caminho até consegui-lo pode ser difícil, cansativo e desafiador em muitos momentos, mas não desista!

Você, assim como qualquer outra pessoa, tem o direito de buscar a sua felicidade no campo profissional e não precisa passar toda a sua vida trabalhando em algo que não gosta. Faça a transição aos poucos, a pressa é realmente inimiga da perfeição nessas horas.

Entenda que a direção é mais importante do que a velocidade. Tome o tempo que precisar para descobrir seus gostos e os empregos que mais tenham a ver com quem você é. Não é preciso ser radical e largar tudo, faça pequenos testes, dê pequenos passos, invista em seu aprimoramento e formação.

Aos poucos, as coisas vão clareando e você começará a enxergar a luz no fim do túnel. E acredite, seu trabalho dos sonhos estará lá, esperando por você!

E então? Gostou das nossas dicas sobre como encontrar o trabalho perfeito? Não é assim tão impossível como você imaginava, não é mesmo? E agora é a sua vez! Você está plenamente satisfeito com seu trabalho atual ou está em busca de algo que tenha mais a sua cara?

Existe alguma questão, dúvida ou opinião que você gostaria de compartilhar com a gente? Deixe o seu recado aqui nos comentários e contribua para enriquecer a discussão sobre esse assunto tão importante!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS