pós-graduação mercado de trabalho

Aprenda como fazer uma boa descrição de cargo no currículo

Mariana Brito
30-11-2017 7:09

Para conseguir boas posições no mercado de trabalho, é preciso dominar algumas ferramentas, e a primeira delas é o bom e velho currículo. Sim, isso pode parecer óbvio, mas há muitos profissionais que desconhecem práticas fundamentais que farão com que o currículo chame a atenção do recrutador. Estamos falando aqui sobre fazer uma boa descrição dos cargos pelos quais o profissional já passou.

É importante lembrar que, acima de tudo, o currículo deve deixar bem claro o seu objetivo ao concorrer a alguma vaga. Essa descrição dos cargos anteriores deve estar relacionada ao que você deseja naquele momento, com as suas atuações anteriores muito bem descritas para que elas contribuam para a sua recolocação.

Quer saber mais? Confira algumas dicas a seguir e aprenda como fazer uma boa descrição dos cargos anteriores no currículo!

aprenda-como-fazer-uma-boa-descricao-de-cargo-no-curriculo.jpg

Saiba o que você quer

Não é possível descrever bem as experiências pelas quais você já passou sem saber o que você deseja no momento. É preciso ter algumas coisas muito claras em mente: o que você deseja neste momento na vida profissional? Qual cargo atenderia as suas necessidades e anseios? Como suas experiências anteriores podem contribuir para que você alcance esse objetivo?

Além de saber o que quer, é muito importante saber o que você não quer na vida profissional. Se você não deseja trabalhar no ramo comercial, por exemplo, não deve destacar de forma detalhada os cargos que você já ocupou nesse segmente. Seja mais objetivo nestes casos.

Identifique seu nível de atuação

Você pode já ter passado por muitas etapas profissionais: estagiário, trainee, técnico, analista, coordenador e até diretoria, mas é preciso descrever muito bem cada uma dessas etapas, de forma que isso seja percebido como uma evolução em sua carreira. Uma boa descrição de cargo no currículo precisa levar isso em conta.

Se você pretende atuar com gestão de pessoas, seus cargos anteriores devem mostrar como essa construção se deu, como uma linha do tempo: atuou como estagiário de RH, depois passou para trainee da área de capacitações, depois foi contratado como analista de RH e assim por diante. O importante é destacar o que foi mais relevante em cada etapa descrita.

Baixe agora

Descreva experiências profissionais condizentes

Para executar uma boa descrição dos cargos anteriores no currículo, é preciso pensar que o mais importante é demonstrar que suas experiências anteriores podem ajudar em uma nova função que você pretende ocupar. Para isso, tente destacar pontos válidos em seus trabalhos prévios. Entretanto, não precisa citar todas as empresas pelas quais passou desde o primeiro emprego. Foque nas três últimas experiências.

Em algumas situações você pode nunca ter atuado na posição que está pleiteando. Mesmo assim é preciso mostrar que, ainda que em outras funções, você adquiriu experiências que farão diferença para a sua nova colocação. Se deseja um cargo de coordenador de vendas, por exemplo, mostre como suas experiências como vendedor podem acrescentar à função de coordenação.

Use palavras-chave na descrição de cargo no currículo

É sempre bom pensar no contexto em que seu currículo será analisado: em meio a muitos outros e por profissionais que não terão tempo de lê-lo com muito cuidado. Por isso, é possível contribuir para o processo de triagem dos currículos usando palavras-chave na descrição dos seus cargos anteriores.

Faça uma breve pesquisa nos sites de recrutamento e seleção e confirme os termos associados às posições que você já atuou. Muitas vezes, uma mesma função é descrita de maneiras diferentes. É preciso tentar usar termos reconhecidos e usados no mercado. Para os cargos que você atuou em posição de liderança, é importante usar palavras como: liderança, coordenação, equipes, condução, gerenciamento ou outras que você perceber que são bem aceitas no contexto.

Fale de suas habilidades

É importante ficar atento às habilidades importantes de acordo com cada cargo que você já ocupou. Os processos de seleção buscam relacionar a todo tempo as experiências pregressas do candidato, as habilidades que o profissional já tem e as vagas pretendidas. No currículo, essas habilidades podem ficar subentendidas por meio da descrição das experiências anteriores e também do objetivo que você descreve inicialmente.

Sempre é bom descrever as funções passadas começando com um substantivo: mediação de relações comerciais entre empresa e fornecedores; atuação na área jurídica para negociação de melhores condições em contratos e parcerias comerciais; desenvolvimento de equipes por meio de ferramentas para gestores. Ou seja, em suas atuações passadas, você já demonstra quais habilidades possui e como elas farão diferença para você alcançar o cargo pretendido.

Mostre resultados ligados ao cargo pretendido

aprenda-como-fazer-uma-boa-descricao-de-cargo-no-curriculo.gif

Os resultados que você já alcançou ao longo da carreira são fundamentais para suas próximas conquistas profissionais. Esses marcos devem estar implícitos nas descrições de suas experiências anteriores. Se você atua na área de projetos, coloque os números relacionados aos projetos conduzidos: implantação de novo sistema de gestão comercial, acompanhando equipe de 70 pessoas durante 11 meses de condução do processo, conquista de certificação da qualidade de uma planta industrial com nenhum registro de não conformidade.

Os resultados profissionais são uma síntese da capacidade de atuação do colaborador. Eles precisam ser condizentes com a formação, os anseios, o cargo pretendido e as habilidades descritas no currículo. É preciso lembrar que este é um documento único e a forma de organizá-lo deve fazer sentido como um todo. Se você descreve que tem habilidades em gestão de conflitos, deve ter algum resultado para mostrar nesse sentido. Por exemplo: conclusão de 20 acordos de mediação de conflitos entre comunidade e a empresa X.

Demonstre estar em constante aperfeiçoamento

Qualquer recrutador leva em consideração aquele profissional que se mantém em constante formação. No currículo isso fica visível no campo de cursos e treinamentos. Mas vale a mesma regra das experiências anteriores: não precisa descrever o curso de datilografia que você fez nos anos 1990! Descreva os cursos mais recentes e aqueles que podem contribuir com o cargo pretendido. Se deseja atuar como coordenador de processos na área de qualidade, mostrar que recentemente você fez um curso de atualização na área de gestão de processos é essencial para a formação.

Caso busque um cargo relacionado à engenharia, por exemplo, área que requer grande esforço de atualização e modernização dos processos, descrever que você está cursando uma pós-graduação é muito positivo. A busca pelo aperfeiçoamento contínuo é um fator valorizado pelas empresas e isso deve ser destacado em seu currículo. Aposte nisso!

Viu como é possível fazer uma boa descrição dos cargos que você já passou no currículo? Coloque essas dicas em prática e conte-nos quais são os desafios enfrentados nesse sentido. Deixe seu comentário aqui no post!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos