pós-graduação mercado de trabalho

Aprenda como criar vínculo com pessoas difíceis de lidar

Mariana Brito
21-12-2017 6:58

Um ambiente de trabalho estimulante, que oferece excelente salário e com uma equipe que só tem gente interessante e fácil de conviver. Parece que essa descrição reflete a realidade de um emprego que não existe, não é mesmo? E, realmente, esse lugar não é possível, afinal, onde existem pessoas, há conflitos, críticas e diversidade.

É por isso que é tão importante aprender como criar vínculo com pessoas difíceis, já que elas estarão em todo lugar: na escola, no cursinho, na faculdade, no trabalho...

Muitas vezes serão colegas de trabalho, outras vezes podem ser o seu próprio chefe ou a liderança da empresa. Ou seja, é melhor desenvolver mecanismos para lidar com essas pessoas, pois você não poderá ignorá-las. Confira a seguir algumas dicas sobre o assunto!

aprenda-como-criar-vinculo-com-pessoas-difíceis-de-lidar.jpg

Dicas sobre como criar vínculo com pessoas difíceis

Reconheça os “difíceis”

A sociedade é composta por pessoas muito diferentes, com criações que divergem da nossa, crenças variadas, valores estranhos aos nossos. É muito natural que, em um ambiente de trabalho, essas pessoas se encontrem e gerem algum tipo de conflito. Para saber lidar com isso, é importante entender quem são essas pessoas “difíceis” e porque as vemos dessa forma.

Às vezes, elas são consideradas difíceis por serem excessivamente falantes ou, ao contrário, quietas demais; pode ser que pareçam carentes ou muito fechadas e mal-humoradas. Tudo depende também do que cada um considera uma pessoa difícil.

O fato é que todo ambiente reúne pessoas muito diferentes e, por isso, todos precisam lançar um olhar atento a quem está ao seu redor. Saiba quem são as pessoas que você considera de difícil convívio e fique mais atento quando se relacionar com elas. Afinal, pode ser que elas sejam mais sensíveis e vulneráveis na relação interpessoal.

Ouça as pessoas

Na maior parte das vezes, as pessoas percebidas como difíceis pelo grupo só querem ser ouvidas. Com a correria dos dias atuais, os seres humanos perderam um pouco o hábito de se olharem, se cumprimentarem e, principalmente, se ouvirem. As pessoas, no geral, estão aflitas para serem percebidas e terem voz - elas querem ter certeza que são importantes no ambiente corporativo.

Por isso, ouça essas pessoas e dê atenção quando elas te abordarem, deixando claro, entretanto, que você também está em um ambiente de trabalho e que não poderá lhes dar sempre 100% da sua atenção.

Indique as ferramentas que elas podem usar para tirar dúvidas, fazer sugestões ou mesmo os canais que elas podem usar para fazer um “desabafo”, como no setor de recursos humanos, por exemplo. Dessa forma, essas pessoas perceberão que você é tolerante e sensível aos problemas delas.

Baixe agora

Relacione-se com firmeza

Em alguns casos, as pessoas “difíceis” poderão apresentar comportamento bem mais complexo de lidar, sendo grosseiras, violentas, preconceituosas e mal-educadas, por exemplo. Nesse caso, jamais se recomenda tratá-las da mesma forma. É justamente o contrário que surte um efeito mais benéfico: quanto mais a pessoa gritar com você, mais baixo você fala; quanto mais grosseira ela for, mais polida você será com ela.

O bom exemplo é a melhor forma de fazer as pessoas aprenderem. Entretanto, é preciso ter muita firmeza nesse relacionamento para que a pessoa não ache que você está aceitando o comportamento inadequado. Seja firme ao falar com ela e deixe claro que você não gosta de ser tratado de forma pouco amigável.

Isso pode ser feito de forma educada, mas marcante. Por exemplo, se a pessoa chegou sem te cumprimentar e já foi logo pedindo um favor, cumprimente-a, peça que ela formalize esse pedido por e-mail ou por outro sistema e explique que você tem atividades prioritárias na frente e que, se ela quiser, você poderá fazer essa entrega depois. Isso mostra que todas as pessoas têm atribuições e que é preciso respeitar o tempo de cada um.

Crie vínculos sem ser amigo

Muitas pessoas acham que criar vínculos significa ser amigo ou íntimo de alguém. Não é isso. Na verdade, existem vários tipos de vínculos: familiares, profissionais, religiosos etc. O vínculo que você precisa criar aqui é profissional, restrito ao ambiente de trabalho ou à posição que você ocupa na empresa. Isso não quer dizer que você precisa convidar a pessoa para frequentar a sua casa ou combinar uma viagem de férias com ela.

No ambiente corporativo, você precisa fortalecer os vínculos com os colegas de trabalho porque vocês formam uma equipe; com o chefe porque ele é quem vai te dar o direcionamento para as atividades; e com os subordinados porque eles vão te ajudar a alcançar os objetivos propostos. Isso também não quer dizer que você deva "puxar saco" ou bajular pessoas. Não há nada mais antiprofissional que a bajulação.

aprenda-como-criar-vinculo-com-pessoas-difíceis-de-lidar.gif

Fortaleça vínculos com respeito

Criar vínculo depende de uma atitude respeitosa por parte de todos os envolvidos. Por isso, é importante reconhecer o papel de cada um dentro do grupo e perceber como ele contribui para o todo. Dessa forma, cria-se o espírito de equipe, que é uma ferramenta fundamental para o alcance de objetivos e resultados.

Fortaleça esses vínculos identificando as habilidades e competências de cada um da equipe. Mostre porque eles são parte do time e deixe claro que, dentro desse contexto, todos são importantes. Abra oportunidades de diálogo para que todos participem das discussões e das trocas de informações. Não permita que algum membro do grupo se sinta preterido ou esquecido pelos demais membros.

Comunique-se com frequência

Para criar vínculo com pessoas difíceis, é necessário se comunicar com frequência. Para isso, ofereça canais formais de comunicação por meio de diferentes dispositivos: fale conosco, site, ouvidoria, conversa pessoalmente, entre outros.

Só por meio da comunicação é que os desentendimentos podem ser esclarecidos. Às vezes, as pessoas passam décadas insatisfeitas na mesma empresa por um motivo que poderia ter sido resolvido caso os envolvidos simplesmente conversassem.

Por isso, não permita que um incômodo fique remoendo sua cabeça e interfira no seu dia a dia. Se alguém lhe causou algum problema, chame essa pessoa e deixe claro que a abordagem que ela usou com você não te deixou confortável. Exponha seus motivos e expresse como prefere ser atendido para que essa relação funcione melhor.

E, para você, como é criar vínculo com pessoas difíceis? Você já encontrou maneiras próprias de driblar essa situação? Compartilhe suas ideias conosco por meio de comentários neste post!

Acessar material

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos