Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

7 coisas que você deve saber sobre como atuar como consultor

Postado por Fábio Albuquerque

Os consultores são aqueles profissionais com larga experiência em suas áreas de atuação e que prestam serviço para grandes e pequenas empresas, oferecendo um olhar cuidadoso que pode trazer muitas melhorias para a instituição. Se você está pensando em atuar como consultor na sua área, saiba que essa é uma grande oportunidade!

Segundo uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Consultores Organizacionais (ABCO) no ano de 2015, esse mercado teve um crescimento de quase 20%. Para se inserir no mercado, o profissional pode trabalhar em organizações especializadas em consultorias ou prestar serviços como autônomo.

Quer entender de vez como atuar como consultor? Confira 7 coisas que você deve saber sobre essa carreira:

7-coisas-que-voce-deve-saber-sobre-como-atuar-como-consultor.jpg

1. Sua experiência vale ouro

A experiência profissional é um dos aspectos mais valorizados em um consultor. Por esse motivo, é um pouco mais difícil se tornar um consultor quando se é muito jovem, posto que é preciso ter tempo e bagagem profissional para reunir as qualidades valorizadas na área.

Por outro lado, há áreas em que isso é possível, principalmente aquelas ligadas à tecnologia, onde existem muitos jovens que já trazem grande conhecimento sobre ferramentas específicas. Antes de ingressar por essa área, portanto, reúna as informações e aprendizados que você já conseguiu ao longo dos anos e identifique como cada atuação lhe fará atuar melhor na área de consultoria. Quanto mais estrada percorrida, mais soluções conseguidas e mais aprendizado será acumulado.

2. É preciso ter capacidade de elaborar diagnósticos

As empresas contratam consultorias quando as possibilidades de elas próprias resolverem seus conflitos já se esgotaram. Nesse contexto, o consultor precisa ter a capacidade de perceber a realidade e fazer um diagnóstico sobre o que observar.

Claro que isso não será feito de maneira aleatória. O profissional demandará tempo e precisará analisar documentos para conseguir entender o contexto e suas implicações. Outra habilidade importante para elaborar diagnósticos é a capacidade de observação. O consultor deve ser capaz de perceber além das aparências, sentir o clima da instituição, observar como as pessoas se comunicam, se os colaboradores têm mais ou menos disposição para participar dos processos de melhoria.

Baixe agora

3. Esteja atento às leituras de cenário

A leitura do cenário é uma etapa importante da elaboração do diagnóstico. Com base nas informações disponíveis e na observação feita, o consultor terá que entender o contexto da organização naquele momento específico

Por exemplo, um problema pontual pode surgir em um momento de ampliação da empresa, ou de fechamento de unidades ou, ainda, durante um processo de troca na liderança. O profissional deve estar preparado para esse de tipo de percepção, para mostrar que um fato desencadeou uma série de mudanças.

4. Será preciso aprimorar-se durante toda a carreira

Existem diversos tipos de consultoria: aquelas voltadas a áreas mais técnicas e operacionais, ou aquelas que pretendem atuar em áreas gerenciais. O profissional é quem vai escolher em que aspecto o seu trabalho poderá dar uma maior contribuição. Mas uma coisa é certa: é preciso se aprimorar durante toda a carreira para conseguir melhores atuações.

A profissão de consultor se constrói com o tempo, com o acúmulo de experiências e situações vividas em outras empresas. É preciso buscar sempre formas de superar os desafios que aparecerão pelo caminho, como um processo natural. Esteja sempre atento, formule questões, busque alternativas e meios para sanar as dúvidas que aparecerão. Leia muito, estude, assista a vídeos, converse com especialistas e busque sempre novas formas de aprender.

5. Ética é fundamental

No mercado de consultoria, o profissional tem acesso a uma série de informações, algumas cotidianas e outras muito estratégicas. Para atuar como consultor, ter ética é algo fundamental. É preciso discernir os diferentes tipos de informações e o tratamento que cada uma deve receber. O cuidado no armazenamento, as regras de sigilo, as formas de divulgação, quando puderem ser divulgadas. Por isso o controle emocional é algo importante.

Outro ponto que deve ser observado é a atuação em empresas do mesmo setor. Esse tipo de conflito deve ser evitado, pois você poderá ter que lidar com empresas concorrentes. Não tenha vergonha de expor essa questão para o cliente. É melhor deixar claro que algo lhe impede de atuar em empresas do mesmo segmento, pois eles se sentirão mais seguros com essa transparência. É importante destacar que você pode citar casos acontecidos em empresas, mas o nome das empresas e detalhes que poderão torná-la facilmente identificáveis devem ser mantidos em sigilo.

6. Valorize as redes construídas

7-coisas-que-voce-deve-saber-sobre-como-atuar-como-consultor.gif

Um profissional que você conheceu há 10 anos pode ser um grande contato nos dias de hoje. O consultor deve valorizar muito as redes de contatos construídas a partir de sua atuação. Conversar com profissionais de várias áreas, participar de eventos de consultores, trocar contatos e construir redes fortes é muito importante para fortalecer o trabalho de consultoria.

Se você trabalhar em empresa de consultoria ou mesmo como consultor independente, verá o potencial que uma rede bem construída tem. Outros profissionais lhe indicarão para prestação de serviços, recomendarão ferramentas úteis e necessárias e compartilharão informações importantes para quem atua na área. A máxima que diz que “os contatos são tudo” é ainda mais importante na área de consultoria.

7. Existe formação específica para consultor

Alguns profissionais desejam atuar como consultores, mas desconhecem que existe uma pós-graduação específica para se tornarem profissionais dessa área. Para atuar como consultor, esse pode ser um importante caminho para mostrar as diversas possibilidades da área e as diretrizes que deverão ser seguidas para obter sucesso no ofício.

A formação é uma base importante, mas é preciso seguir as outras 6 dicas listadas acima, para realmente ter sucesso na atuação como consultor. Diferentemente de outras áreas, que tem alto grau de especialização em apenas uma área do conhecimento, a consultoria exige um olhar mais holístico e global sobre o mercado. Um mesmo profissional pode ser convidado a dar consultoria em uma empresa de alimentos e, mais tarde, ter que atuar no ramo de petróleo e gás, por exemplo. Por isso é tão importante investir na capacitação constante.

Gostou de nossas dicas de como atuar como consultor? Restou alguma dúvida? Conte pra gente nos comentários!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS