Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

5 motivos para fazer uma pós-graduação na área jurídica

Postado por Fábio Albuquerque

Uma pós-graduação na área jurídica é cercada de muitas oportunidades. Melhor remuneração, aprofundamento em conteúdos relevantes para os principais concursos públicos e melhores chances de recolocação profissional são apenas alguns dos motivos que podem levar um bacharel em direito a não abrir mão de uma pós.

Neste post reunimos 5 motivos para você investir em uma pós-graduação na área de jurídica. Confira!

5-motivos-para-fazer-uma-pos-graduacao-na-area-juridica.jpg

1. Busque por uma vaga nos principais concursos público

Umas das áreas mais visadas pelos bacharéis em direito são os concursos públicos. Alguns segmentos em especial, como a magistratura, chamam bastante a atenção dos profissionais em início de carreira.

Afinal, a remuneração de juízes e promotores é das mais interessantes, além, é claro, da dinâmica de trabalho bem instigante para quem escolheu seguir a carreira jurídica.

As provas para ingresso nessas carreiras têm apresentado um grande nível de exigência em termos de conhecimento em várias áreas do Direito. Além disso, não podemos desconsiderar a concorrência. Muitas pessoas vêm se preparando há anos para prestar alguns concursos, o que torna a aprovação uma meta ainda mais desafiadora.

Tendo em vista esse cenário, uma boa pós-graduação em Direito aparece como uma possibilidade muito interessante e merece ser levada em consideração.

Dessa maneira, podemos dizer que as vantagens associadas à pós são muito evidentes:

  • Pontuação em provas de título dos concursos que trabalham com esse tipo de avaliação;
  • Aprofundamento no estudo de conteúdos importantes presentes na maioria dos editais;
  • Assimilação da experiência de colegas e professores que já estão há mais tempo no ramo dos concursos e, em muitos casos, ocuparam ou ocupam cargos públicos.

Baixe agora

2. Encontre na pós a sua chance de inserção profissional

Muitos advogados em início de carreira já devem ter se deparado com constantes reclamações de colegas quanto às dificuldades encontradas no mercado de advocacia. As frases mais ouvidas nesse sentido são “o mercado está saturado”, “os grandes escritórios não estão mais contratando” ou ainda “os processos seletivos de hoje são muito exigentes”.

Sem entrar no mérito do quão real é essa situação, convém afirmar que sem a preparação ideal, ter sucesso na profissão, de fato, é uma missão quase impossível. Por isso, esteja atento ao que uma pós-graduação pode oferecer em termos de qualificação profissional.

Quem, por exemplo, está em dúvida em relação a que área do Direito se especializar pode dar preferência àquelas áreas que estejam em alta, a fim de driblar a concorrência e atuar em um segmento em franco crescimento.

Pensando no atual contexto, duas áreas que chamam a atenção são o direito previdenciário e o direito trabalhista. Isso se deve às recentes mudanças ou à possibilidade de mudança no caso da proposta de reforma da previdência (PEC 287 de 2016 em tramitação no congresso), nas legislações das duas áreas.

Tais alterações configuram uma oportunidade e tanto para quem pensa em se especializar nessas áreas. Isso porque mudanças como as que estão em curso demandam fortemente profissionais atualizados, portanto, bem preparados para defender os interesses dos seus clientes.

3. Entenda como a pós-graduação pode ser a porta de entrada para a docência

Assim como já acontece na graduação, a pós pode ser considerada um momento de descoberta de novas aptidões. Nesse sentido, estar inserido no ambiente acadêmico e tudo que isso envolve, como produção de artigos científicos e apresentação de trabalhos em seminários, pode despertar no aluno o interesse em seguir por essa área.

Não é raro tomarmos conhecimento de casos de pessoas em que a pós-graduação foi apenas o ponto de partida para outras especializações, como mestrado e doutorado. Como sabemos, esses títulos abrem portas para a docência. Você já pensou nessa possibilidade?

Muitos profissionais conciliam o exercício da advocacia com a docência. Isso acontece mais ou menos da seguinte maneira: em parte do dia eles cumprem um expediente em órgão público ou escritório e em outro período, na maioria dos casos à noite, lecionam em faculdades.

Esse é um esquema já consagrado pela trajetória profissional de advogados de muito sucesso. Além do reconhecimento que a produção acadêmica confere ao currículo, a renda extra proporcionada pelas aulas em faculdades e universidades não pode ser desprezada.

5-motivos-para-fazer-uma-pos-graduacao-na-area-juridica.gif

4. Aumente a sua remuneração com uma pós-graduação na área jurídica

Uma das vantagens mais óbvias em relação à pós-graduação é o ganho em termos de remuneração. Advogados que atuam no setor público, por exemplo, têm um acréscimo quase que automático depois de concluírem uma especialização. A “recompensa” pela qualificação poderá variar de carreira para carreira.

Por sua vez, aqueles que atuam no setor privado muitas vezes também usufruem desse benefício. O título obtido em uma pós serve como uma espécie de barganha na negociação por melhores honorários, tanto para quem trabalha em firmas de advocacia quanto para quem é autônomo.

5. Alcance a sua recolocação profissional sem dificuldades

Podemos ainda falar daqueles casos de advogados que estão em busca de recolocação profissional. Ou seja, profissionais fora do mercado há algum tempo ou que estão insatisfeitos em suas atuais posições.

Nesse sentido, a pós-graduação aparece como um dos recursos mais viáveis para essas situações, pois com ela você estará credenciado para trabalhar em um novo segmento do Direito.

Para melhor visualizarmos essa situação, imagine um advogado da área cível insatisfeito. Os motivos para isso podem ser os mais variados: o nível de complexidade dos casos não é compatível com a remuneração, a demanda de trabalho é baixa ou simplesmente o advogado se viu interessado por outra área. Com a pós, esse advogado insatisfeito ou aquele fora do mercado, ausente no exemplo apresentado, terá condições de atuar em uma nova área.

Além disso, a troca de experiência no ambiente da especialização com outros profissionais ou professores pode também servir como um termômetro para o mercado de trabalho. As impressões de advogados mais experientes dizem muito sobre como anda cada área.

Como você pode acompanhar neste post, são inúmeras as vantagens de cursar uma pós-graduação na área jurídica. Estamos falando de algo que já não é mais um diferencial no mercado de trabalho.

Isso porque a maioria dos bacharéis em Direito já percebeu que é essencial especializar-se para conseguir sobreviver em uma área em que a concorrência é enorme. Gostou das nossas dicas sobre pós-graduação na área jurídica? Deixe um comentário!

Acessar material

pós-graduação

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS