Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

5 dicas para planejamento estratégico

Se existe algo imprescindível na realização dos objetivos pessoais e profissionais é o planejamento. Sem ele, o indivíduo se perde e tem mais dificuldade em passar por cada uma das fases rumo ao sucesso. Ademais, ter um plano é essencial para evitar inconformidades. Falando em casos específicos no mundo empreendedor, as dicas para planejamento estratégico são essenciais.

Mas qual a maneira mais eficaz de realizar esse planejamento? No artigo de hoje, mostraremos não só como fazê-lo, mas também a importância de confeccionar o documento. Mas antes explicaremos melhor do que se trata o conceito!

5-dicas-para-planejamento-estrategico.jpg

O conceito de planejamento estratégico

O planejamento estratégico pode ser definido como um processo gerencial de estabelecimento de metas e objetivos por meio da execução de algumas etapas que são definidas de acordo com as demandas internas e externas de uma organização. Ou seja, é um grupo de decisões que deverão ser tomadas anteriormente, a fim de fazer com que a empresa chegue ao seu objetivo final.

Vale lembrar que o próprio nome do processo vem com uma palavra que o define bem: estratégia. Isso quer dizer que as áreas e trabalhos a serem realizados precisam ser integrados para promover o melhor desenvolvimento organizacional. Entre os principais elementos que compõem o documento estão: missão, visão, valores, objetivos, cenários possíveis e indicadores de desempenho.

A importância de trabalhar com esse tipo de documento

A relevância do planejamento estratégico está principalmente embasada no fato de que para atingir um determinado objetivo, a empresa precisa saber aonde exatamente almeja chegar. Consequentemente, ela precisará ter estratégias consistentes rumo a esse objetivo, o documento torna tangível o alcance de maneira estruturada.

Por meio dele, a organização consegue obter não só mais assertividade, mas também um maior conhecimento do mercado que a cerca, garantindo assim maior eficácia na hora de estabelecer ações que elevem a sua competitividade. Sem o planejamento, a empresa não consegue sobreviver ao mercado, afinal, ela precisa saber exatamente quais são os seus pontos fracos e fortes para ressaltar aqueles que se apresentam como vantagens para o empreendimento.

Baixe agora

Dicas para planejamento estratégico

Antes de mostrarmos as dicas para planejamento estratégico, precisamos levar em consideração o seguinte fato: cada empresa tem as suas especificidades. Isso faz com que os ciclos, bem como o período em que o documento precise ser elaborado variem de uma para outra. Dito isso, é hora de conhecer algumas das alternativas mais promissoras para um planejamento estratégico de qualidade!

1. Colete informações

O primeiro passo de um planejamento estratégico de sucesso deve ser a coleta de informações importantes para o negócio. Isso vai desde relatórios financeiros até dados sobre a concorrência. Apenas lembre-se de que o trabalho deve ser otimizado e organizado, para isso é importante separar de maneira prioritária apenas aqueles materiais que de fato terão impacto no negócio e nos objetivos contidos no documento.

Por exemplo, se o foco for aumento percentual nas vendas é necessário que para isso sejam analisadas informações sobre vendas e clientes, fluxo, estoque, períodos de sazonalidade, motivos de perda de vendas, entre outros. A partir disso, é que as projeções para os próximos meses ou anos serão definidas, bem como as estratégias que ajudarão no cumprimento desse objetivo.

2. Estabeleça os objetivos

Parece óbvio, mas estabelecer objetivos dentro de uma empresa merece um cuidado especial. Isso porque eles devem ser compatíveis não só com a estrutura organizacional, mas também com as habilidades e competências dos profissionais internos. O mesmo acontece na vida pessoal, de nada adianta determinar uma meta fora do alcance, isso leva à frustração.

Por isso, a melhor atitude é saber o que de fato pode ser feito e em quanto tempo. Determinar metas acessíveis o ajudará a conquistar futuramente muito mais do que o esperado.

3. Conheça o seu público-alvo

Quem o seu planejamento estratégico pretende atingir em primeira instância? Quais os comportamentos de compra desses clientes? Quais os anseios e metas delas? Conhecer bem o seu público-alvo o ajudará no estabelecimento de metas mais realistas, mas também permitirá um acompanhamento mais próximo do público.

Como mostramos, conhecer a concorrência é fundamental, mas estar atento ao público é primordial. Ou seja, antes mesmo de estabelecer o plano de ação, o ideal é saber quais as demandas e também identificar tendências futuras que possam ser agregadas ao documento.

4. Identifique as melhores oportunidades

5-dicas-para-planejamento-estrategico.gif

Mesmo que você tenha uma pequena empresa ou queira utilizar o planejamento estratégico na sua vida pessoal, vale a pena atentar-se a esse tópico. Fazer a identificação das melhores oportunidades não é uma tarefa simples e exige uma troca entre os indivíduos para que o processo seja mais completo.

Se possível, converse com outras pessoas ou mesmo compartilhe com os seus funcionários as ações pretendidas para o planejamento. Isso o ajudará a encontrar soluções não só melhores, mas também opções que ajudem na economia do orçamento. Afinal, com mais cabeças pensando é mais simples estabelecer estratégias mais favoráveis e que ajudem no sucesso do negócio.

5. Faça o monitoramento do plano de ação

Feito o planejamento estratégico é hora de colocar as tarefas em prática, ou o plano de ação. Para isso, é fundamental contar com alguns indicadores de desempenho até mesmo antes de colocá-lo em pauta, a fim de fazer o monitoramento adequado das ações.

No caso de empresas, a melhor maneira de fazer isso é por meio de KPIs (Key Performance Indicators ou Indicadores-chave de Desempenho) entre eles podemos destacar:

  • Nível de satisfação dos clientes (NPS);
  • Índice de lucratividade;
  • Ticket médio;
  • Retorno sobre o investimento (ROI), entre outros.

Um KPI de qualidade é capaz de indicar se empresa está próxima do objetivo traçado. Ele ainda é capaz de mostrar se o plano pressuposto está sendo seguido ou não. Logo, é de suma importância tê-lo como ferramenta de monitoramento, a fim de avaliar o impacto das ações.

O planejamento estratégico é essencial, pois ajuda a evitar conflitos entre os reais objetivos da empresa e as ações as quais ela se propõe. Ou seja, ele é um documento que precisa ser confeccionado periodicamente, para que seja feita uma comparação sobre a evolução obtida, servindo como norte para que uma empresa possa crescer.

E então, gostou das nossas dicas para planejamento estratégico? Acompanhe o nosso blog para manter-se informado. Tem alguma dica ou sugestão? Deixe um comentário para nós.

Acessar material

pós-graduação

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS