Blog Pós-graduação UNIPÊ

BLOG PÓS-GRADUAÇÃO UNIPÊ

5 dicas de como fazer um bom marketing pessoal

Postado por Fábio Albuquerque

Você já deve ter passado por essa situação, ou pelo menos ter conhecido alguém que tenha passado: apesar de ser um ótimo funcionário dentro da empresa, é sempre preterido na hora da promoção, ainda que as funções exercidas sejam as mesmas! A culpa disso pode ser falta de investimento em marketing pessoal.

O marketing pessoal é um conjunto de estratégias que, se corretamente aplicadas, permitem que você agregue mais valor à sua imagem individual. Em uma linguagem mais simples, é a "venda" da nossa imagem, da nossa marca.

shutterstock_380400835.jpg

Basta comparar com a venda de um produto qualquer: ele pode ser o melhor do mercado, mas se o vendedor não souber divulgá-lo e fazer com que os consumidores conheçam bem suas qualidades, ninguém vai querer comprá-lo, certo? Pensando nisso, preparamos esse post com 5 dicas valiosas para te ensinar como fazer um bom marketing pessoal. Continue lendo e confira!

1. Visualize os seus objetivos

O primeiro passo para começar a vender a sua imagem é visualizar e definir exatamente quais são os seus objetivos na carreira. Comece fazendo as seguintes perguntas: onde você se vê daqui a um ano? E daqui cinco, ou até mesmo dez anos?

Pode parecer complicado pensar em um futuro tão à frente, mas, na verdade, a tarefa é bem simples. Primeiro, basta fazer uma auto avaliação para descobrir seus pontos fortes e fracos, valores, interesses etc. — você não pode ter dúvidas sobre quem você é para fazer um bom marketing pessoal!

Depois, pense em que tipo de conquistas te proporcionariam um sentimento de realização. Se tiver dificuldades, tente lembrar de alguma pessoa que te inspira! Anote as qualidades que você admira nessa pessoa e com quais aspectos dela você se identifica, e pense em que pontos você pode melhorar para ser mais parecido com ela.

Esses dados deverão ser responsáveis por guiar todas as suas ações daqui para frente. Tendo esses objetivos em mente, você vai ver como a tarefa de planejar metas para alcançá-los se torna muito mais fácil!

2. Lembre-se que marketing pessoal é uma venda

Ainda que as pessoas entendam que marketing pessoal tem tudo a ver com vendas, esse é um detalhe que às vezes se perde durante o processo. Contudo, é essencial ter em mente que, a todo momento, você está vendendo um produto: você. E é importante também lembrar que a venda não termina quando o cliente compra o produto ou o serviço — na verdade, esse é só o começo.

Depois da “venda”, você ainda deve investir na fidelização daquele cliente, para que no futuro, exista a possibilidade de voltar a vender para a mesma pessoa. Por isso, o trabalho de marketing pessoal deve estar constantemente em evolução, para um verdadeiro vendedor, sempre há espaço para melhoras ou adições — seja no conteúdo, na comunicação ou no visual.

Baixe agora

3. Perceba que liderança é essencial

Grande parte de vender a sua imagem profissional diz respeito à capacidade de liderança. Você até pode ser um profissional extremamente competente e técnico, mas a verdade é que o mercado não dá tanta importância a isso quando você não é capaz de usar tais talentos para atingir as pessoas ao seu redor de uma maneira positiva.

Nesse sentido, um verdadeiro líder inspira os seus liderados. Identifica seus pontos fortes, ajudando a destacá-los, ao mesmo tempo em que ajuda a superar os pontos fracos, e outros obstáculos. Dessa forma, o líder cria uma equipe extremamente forte, capaz de promover melhores resultados dentro de uma empresa — e é justamente por isso que os profissionais com habilidade de liderança são mais valorizados no mercado.

Para desenvolver essa habilidade, o primeiro passo é superar aquela visão de que você é o chefe e sua equipe deve apenas obedecer ao que você diz. Um líder é uma parte da equipe tão importante quanto as outras — se a equipe fracassa, o líder fracassa junto; se vence, o líder vence junto. Não basta, portanto, mandar, é preciso que todo o time ande junto, direcionado a um mesmo objetivo. Desenvolver qualidades como empatia e humildade também são essenciais!

4. Invista no visual

É o que diz o velho ditado: a primeira impressão é a que fica. Assim como em qualquer ocasião na vida, o primeiro contato em um encontro profissional (seja ele com futuros colaboradores ou mesmo com clientes) é quando irão surgir as primeiras impressões dos envolvidos. Por isso, para vender a sua marca é essencial investir no aspecto visual.

Isso não quer dizer que você deva usar roupas caras ou gastar uma quantidade enorme de dinheiro na sua aparência estética — o foco principal ainda é o seu produto ou o seu serviço! Por outro lado, é importante ter em mente que apresentar um visual muito desleixado acaba passando uma imagem de descomprometimento, o que desvaloriza a sua marca pessoal.

Dessa forma, tenha muita atenção à sua apresentação. É importante lembrar-se de sempre usar roupas e penteados discretos e compatíveis com o seu cargo e área de atuação: qualquer exagero deve ser dispensado, como maquiagem demais ou perfume em excesso.

5. Comunique-se bem

Outra dica para aprender como fazer um bom marketing pessoal: boa comunicação é o segredo do sucesso. Como já vimos, o marketing pessoal é uma verdadeira venda, por esse motivo, assim como em qualquer venda, a comunicação com o seu comprador — no caso do marketing pessoal, o próprio mercado — é extremamente importante.

Se você não demonstrar confiança, ou não souber transmitir o valor do produto à venda, dificilmente as outras partes irão ter interesse em concluir a compra. Pode reparar: a maioria dos profissionais bem-sucedidos sabe se comunicar extremamente bem. Para melhorar esse aspecto, você pode começar lembrando-se de sempre utilizar a linguagem correta.

Nada de usar muitas gírias, ainda que o ambiente seja informal. Também não é necessário, por outro lado, usar uma linguagem extremamente rebuscada — nesse caso as chances de errar serão ainda maiores! O importante é falar com clareza, desenvoltura e segurança, já que seu objetivo principal é que o seu interlocutor entenda bem qual é a sua proposta.

Adotando essas dicas no seu dia a dia, você verá como o retorno é quase que imediato. As pessoas ao seu redor irão dar mais valor à sua imagem profissional e, por consequência, sua carreira irá deslanchar!

E então, gostou do post? Quer receber mais dicas valiosas como essas? Não deixe de acompanhar nosso blog para ficar sempre por dentro das novidades!

Acessar material

pós-graduação, carreira, marketing pessoal

Fábio Albuquerque

Fábio Albuquerque

Pró-Reitor da Pós-graduação do Unipê. Mestre em Administração pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade da Paraíba, Especialista em Estratégia Empresarial e Pesquisador de Marketing, Consumo e Sociedade, além de Tecnologia da Informação e Sociedade.

Posts relacionados

ÚLTIMOS POSTS

ASSINE A NEWS

VÍDEOS

ACOMPANHE O UNIPÊ

REDE SOCIAIS