BLOG DA GRADUAÇÃO

Você sabe quanto ganha um psicólogo? Descubra agora!

Habilidades sociais, ser ouvinte e conselheiro são qualidades do perfil de uma das profissões que mais crescem nos últimos anos: o psicólogo. E a pergunta que frequenta a mente dos prováveis candidatos é: quanto ganha um psicólogo?

A escolha da carreira não é a única decisão importante na vida profissional. O alicerce de uma carreira sólida, que traga satisfação, realizações e reconhecimento do mercado e da sociedade começa agora, pelo planejamento.

Neste post, trazemos para você as possibilidades dentro da carreira do psicólogo e como fazer para chegar ao topo. Confira a seguir as funções que um psicólogo pode assumir, bem como salários médios e de topo da carreira.

voce-sabe-quanto-ganha-um-psicologo-descubra-agora.jpg

1. Trainee

Ingressar no mercado de trabalho como trainee é uma das promissoras formas de iniciar a carreira. Para a maioria das vagas disponíveis, experiência na função é requisito básico. Mas, como possuir experiência sem chance de atuar na função?

Além de não exigir experiência comprovada, os programas de trainee oferecem estrutura completa para a carreira. Durante a preparação para ocupar o cargo almejado esse profissional, geralmente, após dois anos de formado, passa a receber treinamento comportamental, conhecimento dos negócios, produtos e serviços da empresa.

Outra vantagem do programa é que os orientadores são profissionais experientes e gabaritados, capazes de detalhar os aspectos da profissão e da atuação do psicólogo.

É uma opção que deve ser considerada em seu planejamento de carreira:

  • Média salarial inicial: R$ 1.800;
  • Média salarial final: R$ 4.000.

2. Clínica própria

Se o seu perfil é empreendedor e você sonha em montar sua clínica, a preparação também deve começar desde agora. Dentro do planejamento, inclua pesquisas sobre gestão, aspectos financeiros, áreas de especialização e marketing.

Sim, o marketing será importante, desde a captação de clientes até o atendimento e pós-venda. Mesmo que sua melhor propaganda seja a "boca a boca", por meio de indicações, suas estratégias de marketing devem considerar mídia digital pelas redes sociais e relacionamento com os clientes.

Vale começar a aprender sobre esses aspectos, adquirindo experiência para não ter dificuldades no futuro. Além da psicologia clínica, o profissional pode atuar com orientação vocacional, psicologia organizacional e do trabalho e, dependendo de especialização específica, psicologia jurídica e social.

Apesar de ser difícil determinar uma média salarial, alguns especialistas apontam ganhos conforme listados abaixo:

  • Média salarial inicial: R$ 3.200 (para profissionais depois de 1 ano de formados);
  • Média salarial final: R$ 10.000 (para profissionais entre 8 e 10 anos de formados).

Baixar ebook

3. Segmento: RH

Dentro da área de Recursos Humanos em empresas privadas, o profissional terá inúmeras possibilidades de atuação, com situações mais específicas dependendo do segmento e porte da empresa.

As vantagens que o curso de Psicologia tem sobre outras áreas de graduação é que os aspectos comportamentais são detalhadamente abordados. Você aprende sobre maneiras e ferramentas eficazes para lidar com pessoas e se relacionar com elas de forma a se tornar um agente de transformação.

As faixas salariais são atraentes, mas em seu planejamento inclua uma programação de especialização e MBA, pois as exigências são compatíveis com os salários praticados.

Listamos as funções, aplicação prática na carreira e faixa salarial. Assim fica mais fácil começar a pensar sobre quais caminhos percorrer.

Analista de RH pleno

Responsável por analisar, implementar e realizar políticas e procedimentos de recrutamento e pré-seleção por meio de processos internos e externos.

Ele também analisa e processa alterações de cargos, promoções, demissões e transferências dentro das normas e procedimentos aplicáveis, contribuindo para a tomada de decisões nesses assuntos.

Dependendo do porte da empresa, é atribuição desse profissional implantar programas de treinamento e desenvolvimento de pessoal, bem como ferramentas de avaliação dos colaboradores e dos processos.

Ele trabalha sob a gestão do coordenador de RH, com as respectivas médias salariais:

  • Média salarial inicial: R$ 2.600;
  • Média salarial final: R$ 6.000.

Coordenador de RH

Responsável pela gestão dos analistas, o coordenador também atua em treinamento, recrutamento e seleção.

Outras atividades fazem parte de sua função, como gestão sobre a folha de pagamento, controle de ponto eletrônico, cálculos de férias, rescisões, elaboração de planos de salários e benefícios.

Também é responsável pelo acompanhamento dos indicadores de sua área, objetivando maior produtividade e melhor gestão sobre os recursos da organização.

Os salários variam dependendo do porte e segmento da empresa, mas seguem o padrão abaixo:

  • Média salarial inicial: R$ 5.200;
  • Média salarial final: R$ 12.500.

Administrador de pessoal

Algumas organizações adotam o cargo de administrador de pessoal. É aquele que planeja estrategicamente sua área, de forma a contribuir efetivamente para o cumprimento dos objetivos globais da empresa.

Como a produtividade geral depende de pessoas, é ele quem organiza, planeja e, juntamente com a equipe, executa ações de melhoria do clima organizacional, treinamentos específicos e desenvolvimento das áreas com maior interferência nos resultados.

Aproxima-se do gerente de RH, porém, com menos atribuições, motivo pelo qual é encontrado em menor número no mercado.

A faixa salarial é atrativa e próxima do coordenador de RH:

  • Média salarial inicial: R$ 6.200;
  • Média salarial final: R$ 18.500.

quanto-ganha-um-psicologo.gif

Gerente de treinamento e desenvolvimento

Reter talentos vem sendo um dos grandes desafios das organizações. O gerente de treinamento e desenvolvimento tem a missão de, juntamente com os demais gestores, identificar, motivar e treinar talentos já comprometidos com a cultura da empresa.

Pessoas identificadas com a cultura da organização são mais estáveis e alvo de treinamentos e processos de desenvolvimento profissional.

Esse profissional trabalha de forma a implementar processos de avaliação, feedback e desenvolvimento, tornando as promoções mais transparentes e eficazes.

Os salários se aproximam dos de um gerente de RH. Veja abaixo:

  • Média salarial inicial: R$ 6.900;
  • Média salarial final: R$ 20.000.

Gerente de RH

A abrangência de seu cargo coloca sobre o gerente de RH a responsabilidade de gestão de todos os profissionais, desde trainees, assistentes e analistas, aos cargos de médio escalão nas organizações.

É ele quem recebe as diretrizes de recursos humanos da organização e tem o desafio de "fazer acontecer". Estimular o trabalho em equipe e participativo é uma das ferramentas que utiliza para motivar a equipe em busca dos resultados.

É preciso que ele tenha visão global, de forma a atuar em conjunto com os demais gerentes para replicar práticas de gestão e produtividade em toda a empresa.

Confira abaixo a faixa de ganhos:

  • Média salarial inicial: R$ 8.000;
  • Média salarial final: R$ 25.000.

A Psicologia permite múltipla atuação, em diferentes segmentos e especializações. As possibilidades citadas são algumas das diretrizes possíveis para que você inicie seu planejamento.

Pesquisas indicam que a remuneração média do psicólogo subiu 50% nos últimos anos, com uma curiosidade: nessa carreira, as mulheres recebem salários mais altos que os homens.

O renomado escritor Rubem Alves, que dedicou décadas à educação no Brasil, nos deixou algumas lições sobre a carreira de psicólogo e as etapas a serem vencidas. Agora, a pergunta não é mais: quanto ganha um psicólogo? Nesse momento, você precisa saber: eu tenho as habilidades de um psicólogo?

Nosso post foi importante? Curta nossa página no Facebook! Temos mais ideias para você.

Baixar ebook

Psicologia

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.