BLOG DA GRADUAÇÃO

Você sabe quais são as principais matérias de engenharia civil?

Você está se preparando para o vestibular, mas ainda não sabe qual curso escolher? Gosta de Matemática e Física, mas não entendeu como isso pode lhe ajudar a escolher uma carreira? Não se desespere! No post de hoje, vamos iluminar um pouco o seu caminho, apresentando quais são as principais matérias de Engenharia Civil.

Conhecer a grade curricular do curso que você pretende fazer na Universidade é uma ótima forma de ter uma ideia do que você vai aprender, bem como do que se trata a profissão.

Para explicarmos de forma sucinta o que você irá estudar sem detalhar disciplina por disciplina, apresentaremos a grade curricular do curso dividida em cinco grandes grupos que, juntos, cobrem cerca de 90% das matérias de Engenharia Civil:

  • Matemática, Física e Química;
  • Mecânica;
  • Estruturas;
  • Estradas;
  • Hidráulica;
  • Estágio Supervisionado.

Ah! Também te contamos a importância de se estudar tudo isso para se tornar um engenheiro competente. Confira!

voce-sabe-quais-sao-as-principais-materias-de-engenharia-civil.jpg

Matemática, Física e Química

Neste primeiro grupo, no que diz respeito à Matemática, você encontrará disciplinas como Geometria Analítica, Álgebra Linear e os famosos - e temidos - Cálculos. Física Geral I, II e III e Química Geral também estão aqui.

A maior parte das matérias desse grupo se encontra no início do curso de Engenharia e é provável que você reconheça nestas disciplinas alguns conteúdos que vão cair no seu vestibular. Assuntos como Funções, Cinemática e Química Inorgânica serão revistos aqui.

Ainda que no primeiro momento esta pareça ser a mesma conversa do Ensino Médio, não se engane! No Ensino Superior os conceitos serão aprofundados para construir uma base teórica sólida, necessária a todo engenheiro. Será como ganhar uma caixa de ferramentas e aprender qual sua função. Isto permitirá ao estudante compreender todo o conhecimento que virá nos semestres seguintes.

Mecânica

Esta é a parte da Física que estuda o movimento e o repouso dos corpos e a forma como eles reagem às forças externas. Sabe a caixa de ferramentas teóricas que você ganhou nas disciplinas iniciais? É hora de usá-la! Principalmente os conceitos e métodos de Matemática e Física.

Como os diferentes ramos da Mecânica possuem aplicações bastante distintas, separamos a área em três subgrupos:

  • Mecânica Geral;
  • Mecânica dos Sólidos;
  • Mecânica dos Solos.

As Leis de Newton vão longe!

Mecânica Geral

Aqui o estudante vai se debruçar sobre conceitos de inércia e do movimento dos corpos rígidos, ou seja, aqueles que não sofrem deformações. Assim como no Ensino Médio o aluno calcula a quantidade de movimento dos corpos, o engenheiro aprende a fazer cálculos similares, mas com trajetórias bem mais complexas, por exemplo.

Ainda que o engenheiro civil trabalhe principalmente na construção de prédios — e o ideal é que prédios não se movam —, ele também precisa entender sobre o maquinário utilizado para a construção.

Mecânica dos Sólidos

O foco agora é a deformação dos corpos! Em matérias como Resistência dos Materiais, o futuro engenheiro vai aprender a calcular a capacidade de um determinado corpo de resistir a forças externas sem modificar sua estrutura física.

Adiante, esse conhecimento será fundamental para que o estudante aprenda sobre Estruturas.

Baixar ebook

Mecânica dos Solos

O solo é composto por diferentes camadas, cada uma delas com uma infinidade de partículas minúsculas. O que acontece quando você coloca muita carga sobre esse chão? Quando se constrói uma edificação, é possível que o peso do prédio comprima o solo, fazendo com que ele ceda, o que pode oferecer grandes riscos para o projeto.

Você não quer que seu prédio ou ponte afunde, certo? Nas matérias dessa área, o engenheiro civil em formação vai aprender (entre outras coisas) a evitar que isso aconteça.

Estruturas

Nos seus projetos, o engenheiro civil utiliza uma série de materiais diferentes e os combina em diferentes formatos. Essas estruturas precisam ser bem planejadas para oferecer a resistência suficiente ao produto final. Ao mesmo tempo, ninguém quer gastar além do necessário em uma obra, não é?

Para se tornar capaz de encontrar o ponto certo entre segurança e economia, você aprenderá sobre as propriedades e o comportamento de estruturas de diferentes materiais, como metal e concreto.

Mas... E se eu não quiser trabalhar construindo arranha-céus?  

Estradas

Nem só de prédios vive um engenheiro civil. Ele também é responsável pela construção de estradas, por exemplo. Pode parecer simples: só passar asfalto no chão e pintar, não? Não mesmo! É necessário fazer uma longa série de cálculos para executar um trabalho duradouro.

Nessas disciplinas, o estudante aprenderá sobre questões como o nivelamento do asfalto, sua drenagem e a relação entre o tráfego e a vida útil das estradas.  

Hidráulica

Outra atribuição importante do engenheiro civil é o trabalho com sistemas hidráulicos — tubulações, bombas, reservatórios de água, redes de esgoto, etc. As disciplinas de Hidráulica existem para que o estudante entenda o comportamento dos fluidos e as condições necessárias para o funcionamento desses sistemas.

Muitas noções de Física serão importantes para essas matérias, mas aqui se aplicam os conceitos da Mecânica dos Fluidos. Você aprenderá sobre velocidade, vazão e pressão, para poder planejar um sistema hidráulico que atenda aos objetivos do projeto.

Estágio Supervisionado

O Estágio Supervisionado é o primeiro passo do estudante dentro do mercado de trabalho, mas como uma experiência profissional orientada. É a oportunidade de exercer sua função na empresa com o apoio dos engenheiros docentes da Universidade. Por meio de relatórios e reuniões, você será capaz de refletir sobre sua prática sob a tutela de um professor.

Em geral, a disciplina de estágio está nos últimos semestres do curso. Isso acontece porque este é o momento em que o engenheiro civil em formação já acumulou conhecimento o bastante para relacionar teoria e prática. Quer realizar esta etapa da sua formação em outro país? Vale a pena voar para longe, você já estará apto a encontrar soluções viáveis para os mais diversos projetos. Um estágio bem feito pode ser o caminho mais rápido para uma carreira de sucesso.

As grades curriculares dos cursos de Engenharia costumam ser um quebra-cabeças: as disciplinas se encaixam de forma que, ao final, haja um bom nível de aprofundamento em cada assunto e o resultado seja um amplo mercado de trabalho, tanto em empresas privadas quanto em governamentais.

Você se identifica com alguma das matérias da Engenharia Civil?  Já teve contato com alguma delas na escola? Conte para nós aqui nos comentários!

Baixar ebook

Engenharia Civil

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.