farmácia

Você sabe como é o curso de farmácia?

Mariana Brito
26-11-2018 7:36

Se você gosta de Química, Biologia e também de pesquisar, lidar com a saúde humana e com pessoas, a profissão ideal para você é a de farmacêutico! Você sabe como é o curso de Farmácia? Neste post, contaremos tudo sobre essa graduação. Prepare-se para muito estudo, horas de laboratório e fórmulas!

O curso dura, em média, quatro anos, nos quais os estudantes aprendem os fundamentos da manipulação de medicamentos, cosméticos e alimentos, além dos princípios da posologia e do acompanhamento dos tratamentos. Também se habilita para analisar exames, controlar a qualidade da água, do solo ou do ar, entre outras atribuições. Se interessou? Então leia até o final!

voce-sabe-como-e-o-curso-de-farmacia

Como é o curso de Farmácia

Para aprender as bases da profissão, o estudante precisa aliar o estudo teórico com a prática de manipulação de medicamentos e outras atividades da farmácia, por isso o curso tem cadeiras práticas já em seus primeiros anos.

É um curso com um grande volume de conteúdos a serem estudados, considerando a complexidade dos temas, a constante evolução das pesquisas e a incorporação de novidades da área farmacêutica. Prepare-se para muita leitura e pesquisa.

Matérias estudadas no curso

Para dominar os conhecimentos do organismo humano, suas enfermidades e as reações mais comuns às substâncias, o estudante terá que estudar Anatomia, Biologia, Química, Patologia, Citologia, Histologia, Genética, entre outros.

Além disso, compõem o currículo disciplinas como Botânica, importante para os casos dos medicamentos fitoterápicos e mesmo dos alimentos voltados para a melhora da saúde e do bem-estar humano, e Biossegurança, para entender os processos que garantem a qualidade, a segurança e a efetividade dos produtos farmacêuticos.

Por fim, se tratando de uma profissão que busca o atendimento do ser humano, também há disciplinas e conteúdos voltados para a atenção em saúde, vigilância sanitária, primeiros socorros, etc.

acessar material

Quanto custam as mensalidades

O custo das mensalidades do curso de Farmácia dependerá de fatores como localização — universidades do Sudeste costumam ser mais caras do que aquelas situadas nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste ou Sul do país —, o porte da universidade, sua estrutura disponível, seu reconhecimento e nota no MEC, entre outros quesitos.

Lembre-se de que é preciso contar com cursos que ofereçam bons recursos de aprendizagem, além de professores qualificados para garantir uma formação de alta qualidade. Por isso, desconfie dos cursos muito baratos e analise bem as condições do ensino que eles oferecem.

Os cursos de graduação em Farmácia costumam ir de R$ 700 a R$ 1,2 mil, considerando todas as particularidades que falamos anteriormente.

Como são os estágios em Farmácia

Bem, quando você já estiver lá pelo meio do curso, já terá acumulado conhecimentos suficientes para cursar estágios na área, etapa muito importante para construir um bom currículo.

Você pode estagiar em uma farmácia comercial, auxiliando no atendimento — sem prescrever nada, pois isso é atribuição do profissional já formado, não esqueça —, em farmácias hospitalares ou da rede pública, além de indústrias e laboratórios. Em todos os casos, a função do estagiário é somente de auxiliar mesmo, acompanhando o trabalho dos colegas já formados e mais experientes.

Quais carreiras seguir

Você já deve ter entendido que, depois da faculdade, o balcão da farmácia não é a sua única opção de emprego. Essa é só a visão mais comum que as pessoas têm da profissão, mas existem outras várias possibilidades.

É importante tentar identificar, ao longo do curso, a área com a qual o aluno tem maior identificação, para voltar a carreira e as atividades nessa direção. Isso ajuda a conquistar oportunidades melhores no futuro, já que seu currículo será mais atrativo.

Entre as opções disponíveis, estão:

Farmácia comercial, hospitalar ou pública

Atender pacientes que procuram medicamentos prescritos pelo médico, auxiliar na posologia e no uso correto, além de prescrever medicamentos e manipulá-los.

Laboratório de análises

Fazer análises toxicológicas, genéticas e bioquímicas, buscando efeitos de substâncias no organismo humano.

Indústria

Pesquisar novos compostos, desenvolver produtos, fiscalizar a produção e o resultado final, auxiliar nos processos de compra de insumos, além da venda e distribuição dos medicamentos e demais fármacos.

Análise ambiental

Analisar a qualidade da terra, do ar e da água de determinado local para monitorar a possibilidade de contaminações que prejudicam o ecossistema e o próprio ser humano.

Cosmetologia

giphy

Desenvolver produtos cosméticos, como maquiagens e cuidados com a pele, unha e cabelos.

Pesquisa

Desenvolver, em universidades ou instituições de pesquisa privadas ou públicas, estudos sobre a farmacologia, propondo novidades e apontando possibilidades para a área.

Ensino

Formar futuros profissionais, ministrando aulas das disciplinas do curso, supervisionando trabalhos de conclusão e realizando atividades acadêmicas propostas pela universidade.

Como está o mercado de trabalho

A boa notícia é que a área farmacêutica é privilegiada, com uma demanda sempre alta por bons profissionais. Como cada farmácia em atividade no Brasil precisa ter, pelo menos, um farmacêutico devidamente graduado, a farmácia comercial acaba absorvendo boa parte da mão de obra que sai das universidades todo ano.

Mas nas indústrias, nos laboratórios, nos hospitais e nos órgãos públicos, o profissional também consegue encontrar boas oportunidades de trabalho. Nada impede que o farmacêutico troque de área ao longo da carreira.

Para isso, é importante manter-se sempre atualizado, frequentando eventos e cursos da área, para fazer bons contatos e também para ficar por dentro das novidades do mercado.

Quanto ganha o farmacêutico

Assim como o preço do curso, o salário também varia conforme a região do país em que o profissional for atuar. Mas, de modo geral, é difícil que um farmacêutico inicie sua carreira ganhando menos do que R$ 2 mil.

A iniciativa privada tende a oferecer bons salários, já que o mercado é competitivo, e a demanda por profissionais diferenciados, com boa formação, é alta. Por outro lado, ingressar no setor público, mediante concurso, também confere, além de bons vencimentos, uma carreira com a estabilidade proporcionada pelas leis do funcionalismo, além de benefícios.

Agora que você já sabe mais detalhes sobre como é o curso de Farmácia, que tal curtir a nossa página no Facebook e não perder nenhuma atualização de conteúdos do blog?

baixe grátis o infográfico!

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos