BLOG DA GRADUAÇÃO

Você conhece os principais tipos de redes de computadores?

Por mais que WAN, LAN e VPN sejam siglas bastante comuns no cotidiano do profissional de Redes de Computadores, não é todo mundo que sabe exatamente o que elas significam ou para quê servem. E é aí que a especialização faz toda a diferença, afinal, saber identificar corretamente que tipo de rede é o ideal para um projeto é uma das qualificações que os estudantes de um curso de Redes de Computadores aprendem a desenvolver.

As redes são responsáveis por ligar diversos computadores, tablets, celulares e até geladeiras em uma única teia de dados. Criadas, inicialmente, para facilitar a comunicação entre quartéis militares e centros de pesquisa, as redes logo passaram a ser adotadas para milhares de outros fins. E isso definitivamente não teria acontecido sem a criação dos protocolos TPI/IP, que permitem que dispositivos diferentes conversem entre si, sem a necessidade de sistemas e equipamentos especiais.

Na prática, por mais que as redes se diferenciem pela topologia, os meios físicos, a tecnologia de suporte e o ambiente ao qual se destinam, cada tipo possui uma característica especial. Quer saber mais sobre o assunto? Então confira agora mesmo os principais tipos de redes de computadores:

tipos de redes de computadores

Virtual Private Network (VPN)

As redes virtuais privadas, normalmente, são utilizadas por empresas e profissionais que precisam fazer viagens frequentes. Essa rede, por ser móvel,  permite que um computador, telefone ou tablet se conecte à rede por meio de uma conexão criptografada em qualquer lugar do mundo. É possível, assim, obter acesso aos servidores de uma companhia sem correr o risco de informações privadas serem capturadas.

Local Area Network (LAN)

Também conhecida como rede local, a LAN é um dos tipos de redes de computadores mais comuns, que conecta computadores, aparelhos de fax, telefones, notebooks e outros dispositivos em prédios, residências e diversos outros locais. Normalmente, a velocidade de acesso nesses locais é reduzida, assim como sua complexidade.

Baixar ebook

Metropolitan Area Network (MAN)

As redes metropolitanas são utilizadas por grandes companhias para conectarem dispositivos em uma mesma cidade. Podem, por exemplo, ser adotadas por organizações ou instituições de ensino municipais. Como a MAN, muitas vezes, fará uso de um espaço público, sua instalação deve ser feita por companhias devidamente licenciadas pelo Estado.

Regional Area Network (RAN)

Maior do que a MAN, a RAN é um tipo de rede que se caracteriza por uma conexão de alta velocidade e também uma grande quantidade de dispositivos conectados. Esse modelo faz a cobertura de toda uma determinada região geográfica.

Wide Area Network (WAN)

As WANs conectam redes locais, metropolitanas e regionais em distâncias que podem ser até intercontinentais! Para que a implementação desse tipo de rede seja viável, usa-se diversos tipos de tecnologias, a fim de viabilizar a troca de dados em alta velocidade mesmo em locais de difícil acesso.

As primeiras redes de computadores não foram disponibilizadas para o público geral, certo? Mas, obviamente, diante das possibilidades comerciais dessa tecnologia, as empresas de telecomunicações rapidamente buscaram formas de permitir a comunicação entre computadores, servidores e outros aparelhos eletrônicos. Tanto que hoje é extremamente difícil se deparar com algum dispositivo que não possua uma interface para conexão em rede.

E já que você se interessa pelo assunto, que tal entender por que o curso de Redes de Computadores é a escolha certa para 2016?

Baixar ebook

Redes de Computadores

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.

MAIS LIDOS