farmácia

Veja o que se estuda em farmácia

Mariana Brito
03-12-2018 7:17

Você sabia que antigamente a medicina e a farmácia eram uma profissão só? Esses profissionais eram chamados de boticários e a profissão de farmacêutico só surgiu mais tarde na história, em um ambiente de guerra, lá na Alexandria, quando esses profissionais precisavam se dedicar ao cuidado de soldados feridos.

Hoje, o farmacêutico é o profissional que estuda as substâncias de medicamentos, alimentos e cosméticos e pode ser o responsável por criar produtos ou apenas controlar a qualidade deles por meio de testes em laboratórios e pesquisas.

No curso de graduação, o aluno investiga diversas substâncias e princípios ativos presentes na composição de medicamentos, cosméticos e outros produtos, observando as reações que provocam no organismo e realizando análises clínicas. A grade curricular de farmácia é extensa com matérias teóricas e práticas, passando por áreas como anatomia e bioética.

Com um mercado de trabalho sem crise a alta empregabilidade, o farmacêutico ainda pode contar com mais de 70 áreas de atuação. Além de ser o responsável por uma farmácia, pode ser o responsável por manipular fármacos e medicamentos, trabalhar na indústria farmacêutica, vigilância sanitária, pesquisas, perícia, entre outras funções.

Para que você conheça mais um pouco sobre essa profissão, veja o que se estuda em farmácia e se essa é a escolha certa para você! Ficou curiosa? Continue a leitura do texto.

veja-o-que-se-estuda-em-farmacia

O que se estuda em farmácia

O curso tem a duração média de quatro anos e na grade curricular de farmácia estão presentes matérias de base, específicas e práticas de laboratório. Antes de se formar, é preciso fazer estágios e o Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso TCC.

Vamos listar aqui alguns assuntos que os alunos vão abordar na faculdade de farmácia, segundo o MEC (Ministério da Educação):

  • Anatomia;

  • Botânica;

  • Fisiologia;

  • Genética;

  • Química;

  • Bioquímica;

  • Farmacologia;

  • Patologia;

  • Cosmetologia;

  • Fisioterapia;

  • Bioética entre outras.

Para se ter uma ideia da grade curricular, no primeiro período da faculdade você terá acesso às disciplinas base, como cálculos farmacêuticos, anatomia humana, biossegurança e primeiros socorros, atualidades em ciências farmacêuticas, entre outras.

acessar material

Quais as áreas de atuação

Como vimos, o mercado para esse profissional é amplo e oferece muitas opções de atuação. Abordaremos neste artigo as principais para que você possa conhecer melhor cada uma delas. Vamos começar pela mais conhecida, a farmácia clínica.

Aqui, o farmacêutico atende seus pacientes e os orienta com indicações sobre as melhores formas de se medicar para tratar enfermidades. Poderá trabalhar em farmácias, laboratórios e outros lugares com equipes multidisciplinares.

Caso prefira estar em um laboratório, pode escolher a área de bioquímica clínica, na qual trabalhará com testes de laboratório, analisando as alterações nos organismos, como nos exames de sangue, por exemplo.

Uma outra área muito procurada pelos alunos que estudam farmácia é a cosmetologia, em que o objetivo é desenvolver produtos de beleza ou higiene, além de atuar no controle de qualidade na fabricação dos produtos.

Mas se você gosta de estudar, pode se interessar pela área de pesquisa clínica. Nela, os farmacêuticos trabalham na observação de pacientes tratados com novos medicamentos, acompanhando-os sempre que um medicamento é lançado no mercado. Pode também investir na pesquisa e teste de novos medicamentos.

Uma área pouco conhecida desses profissionais é a ambiental, na qual o profissional faz o controle de qualidade da terra, ar ou água de uma região para algum fim específico.

Na biologia molecular, o profissional vai trabalhar com exames mais específicos, como o teste de paternidade, por exemplo. Na área de alimentos, estuda o efeito de determinadas substâncias no corpo humano e controla a qualidade do que consumimos.

Na área de farmacovigilância, o profissional faz a vigilância dos produtos da indústria farmacêutica. Outra opção é trabalhar na vigilância sanitária, garantindo que os produtos estejam dentro da legislação.

Agora, se o seu perfil é mais voltado para a área de gestão, você pode ser um profissional responsável por um departamento na indústria e administrar pessoas e projetos. Por último, mas não menos importante, o farmacêutico pode trabalhar vendendo medicamentos dentro de uma farmácia.

Com esse leque de opções, fica fácil encontrar uma área em que você se identifica mais, não é mesmo?

Qual o perfil de um farmacêutico

giphy

Em primeiro lugar, você precisa estar consciente de que trabalhará com a saúde das pessoas, o que exige responsabilidade e comprometimento. Manipular substâncias requer muita atenção e uma noção clara dos impactos causados nas pessoas.

Caso a sua opção seja trabalhar com pesquisas, você precisa ter um perfil mais estudioso e disciplinado. Pesquisar substâncias e identificar o seu uso necessita de muito estudo e dedicação.

Seja qual for a sua área de atuação, é preciso se dedicar à sua formação, com curso de especialização e estar sempre se atualizando, atento às novidades de mercado e tecnológicas.

Como é o mercado de trabalho

No começo do texto, falei por alto sobre o mercado de trabalho, que é muito forte, chegando a ser um dos maiores do mundo. No Brasil, 94% dos farmacêuticos estão empregados, o que significa que o mercado é amplo e a procura por esse profissional é grande.

Isso se dá devido a alguns fatores, como o envelhecimento da população e programas de incentivo do governo que aquecem o mercado. Todo esse panorama é uma ótima motivação para quem está pensando em fazer essa graduação.  

Vale lembrar que, mesmo com esse cenário positivo, o seu sucesso profissional vai depender do seu esforço e dedicação, pois, sem ele, de nada adianta o mercado estar de braços abertos se você não soube abraçar as oportunidades.

Quanto ganha um profissional de farmácia

Podemos dizer que a média salarial para esse profissional gira em torno de R$ 2.700,00, mas isso vai depender da sua área de atuação, tempo de profissão, experiência profissional, cidade que mora e suas especializações.

Agora que você já viu o que se estuda em farmácia, as principais funções desse profissional e possíveis áreas de atuação e salário, tem as informações necessárias para saber se esse curso é para você.

Quer ter acesso a mais conteúdos interessantes? Curta a nossa página no Facebook e acompanhe as últimas notícias e novidades sobre as profissões.

baixe grátis o infográfico!

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos