ENEM

Simulados do Enem: como estudar através deles

Mariana Brito
21-05-2018 9:18

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma avaliação que permite o ingresso de milhares de jovens e adultos nos cursos superiores e técnicos, sendo a mais ansiada atualmente — e também a mais extensa, diferente dos vestibulares tradicionais.

Por isso é muito importante se adaptar à maneira como ela é aplicada, pois essa prova é muito temida e aguardada por um grande número de pessoas. São dois dias de exame e noventa questões com enunciados bastante longos, o que demanda muita energia e atenção dos candidatos.

Uma maneira de se habituar com essa metodologia de provas, como a do Enem, é fazer simulados e tentar responder às questões de edições anteriores desse exame.

Quer saber como estudar por meio de simulados do Enem? Fique conosco nesta leitura e confira as nossas dicas!

simulados-do-enem-como-estudar-atraves-deles

Compreenda o formato do Enem

Estudar para o Enem por meio de simulados é importante para se acostumar com o formato da prova. Isso porque, como dissemos, é um teste com enunciados grandes, com um número extenso de questões e realizado em dois dias — no último ano os testes aconteceram em dois domingos consecutivos.

Além disso, as provas têm horário de início e fim. Então, ao estudar seguindo simulados, é importante que haja uma ambientação semelhante à do dia do teste, cronometrando o tempo gasto.

Dessa maneira, além de se familiarizar com o formato desse exame, você também se acostumará e se adequará ao método de aplicação da prova, sabendo como se comportar com o tempo disponível.

Ao realizar o simulado do Enem e medir o tempo gasto, é importante que, a cada vez que o teste for realizado, você comece por matérias diferentes. Isso ajudará você a descobrir a melhor ordem de resolução das questões, com o intuito de obter maior sucesso no exame.

É possível, também, ter alguma noção dos temas que mais caem no exame realizando simulados e provas anteriores.

New Call-to-action

Reforce os conhecimentos adquiridos

Outra questão que deve ser dita sobre estudar por meio dos simulados do Enem é que eles devem ser um reforço dos seus estudos e não a totalidade deles. Ou seja, não é aconselhável se preparar para ele fazendo apenas as provas passadas e os simulados, eles devem servir apenas como complemento dos seus estudos.

É muito importante que você, após estudar as edições passadas e refizer os testes, utilize alguns exercícios para medir o nível de conhecimento adquirido. Afinal, todos os simulados têm o mesmo propósito que as atividades de treino.

Por meio dos simulados do Enem você consegue medir quais são as disciplinas que mais encontrou dificuldades, em quais será necessário um reforço mais atento e aquelas que estão no nível ideal para conquistar a aprovação.

Avalie as estratégias de estudos

Como dissemos, estudar por meio dos simulados do Enem permite saber como está o seu conhecimento em cada disciplina. Nada de ficar chateado caso encontre questões de matemática difíceis ou se não conseguir terminar a redação no tempo que seria da prova. Nada disso, pode ir parando por aí!

O simulado é justamente uma forma de testar como funciona o nosso psicológico e os nossos conhecimentos diante dessa situação, aprimorando o nosso preparo nesse contexto.

Errou muitas questões em Ciências Humanas e suas tecnologias? Ótimo, isso quer dizer que você precisa reforçar seus estudos nessa matéria — você pode, ainda, identificar qual área dentro das Ciências Humanas e suas tecnologias encontrou mais dificuldade.

Não conseguiu terminar a prova no dia do simulado a tempo? Tudo bem! Da próxima vez que realizar outro simulado do Enem comece por outra matéria e mude seus métodos até encontrar aquele que traz resultados melhores.

Usando o simulado como uma estratégia de estudo você conseguirá obter um diagnóstico sobre em quê precisa melhorar. Tendo tempo e prazo que permitam a mudança de metodologia de estudos até uma nova simulação da prova.

Outra dica que damos sobre as estratégias é a de assinalar com símbolos diferentes as questões respondidas com certeza, as chutadas e aquelas que você ficou na dúvida. Assim, na hora da correção, será possível identificar e avaliar seu conhecimento mais rapidamente.

Além disso, ao corrigir o simulado, faça anotações sobre as resoluções das questões.

Reconheça seus pontos fortes e fracos

simulados-do-enem-como-estudar-atraves-deles

Ao realizar simulados com frequência, seja ele mensal ou semanal, dentro de algum tempo você terá bastante autoconhecimento, pois conseguirá entender o seu funcionamento, identificando as melhores estratégias para ter o máximo de aproveitamento no exame.

Dessa maneira, reconhecendo suas habilidades, no dia da prova você estará habituado com a metodologia dela, sabendo administrar o tempo de maneira favorável.

Então, é importante se observar durante as realizações dos simulados. Verifique e certifique-se de que haja tempo suficiente para afinar os pontos que ainda tenha algum déficit — sejam eles as dificuldades em manter o foco por muito tempo, em criar um texto rapidamente ou resolver problemas matemáticos sob pressão.

Conheça o seu calcanhar de Aquiles e saiba passar por cima dele. Saber utilizar seus recursos da melhor maneira possível é o ponto mais importante para obter êxito na prova.

Treine para uma boa redação

Assim como para todas as disciplinas, também é preciso avaliar as estratégias utilizadas para a escrita da redação e quais têm efeito positivo. Então, seguindo a dica de iniciar a prova de maneiras diferentes a cada simulado, é preciso se perguntar: rascunhar primeiro e passar a limpo só depois de terminar os exercícios ou escrever tudo de uma vez? Siga o método que mais adequar ao seu estilo.

É necessário comprovar com a prática qual será o método que funcionará melhor para você, avaliando diversas tentativas. Mandar bem na redação não é apenas questão de leitura e boa escrita, mas também de como você consegue argumentar e criar um texto com prazo curto de entrega.

É interessante ressaltar que os resultados obtidos nos simulados do Enem devem ser encarados como estímulo para seus estudos, nada de abaixar a autoestima por ter ido mal em algum momento. Esses pontos não serão necessariamente obtidos no dia do exame, porque você estará com tempo de modificar e melhorar aquilo que sentiu mais dificuldade.

Caso você queira continuar nos acompanhando para ter mais acesso a conteúdos sobre o Enem e cursos superiores, siga a nossa página no Facebook para não perder nossas publicações.

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos