Veterinária

Saiba o que um veterinário faz

Mariana Brito
28-11-2018 7:12

Atender os animais, zelar pelo seu bem-estar e combater doenças que acometem os pets é o que faz um médico-veterinário. Sim, verdade. Mas é só isso? Claro que não! Essa profissão oferece muitas possibilidades de atuação e atribuições, que vão bem além de trabalhar em uma clínica ou consultório.

Após concluir o curso de graduação, que tem duração de cinco anos, o graduado pode optar por uma residência, que permitirá que ele trabalhe com uma especialidade em atendimento clínico, ou partir direto para o mercado. Tudo depende dos seus objetivos.

Caso o profissional opte por trabalhar em outra área, como a indústria, pesquisa ou fiscalização, por exemplo, o ideal é procurar oportunidades compatíveis desde o início da carreira, para ganhar experiência e contatos. Leia este artigo até o final e entenda melhor o que um veterinário faz e como essa área é múltipla e versátil. Boa leitura!

saiba-o-que-um-veterinario-faz

Área clínica

Geralmente, área clínica é o que vem à cabeça quando pensamos em medicina veterinária. Mas você sabia que há diversas opções para atuar como médico-veterinário clínico? Veja, a seguir.

Atendimento clínico e de especialidade

Consultas de rotina, tratamentos e procedimentos de especialidade — sim, os animais também precisam de consultas de oftalmologia, traumatologia, odontologia, por exemplo — fazem parte do dia a dia do profissional que escolhe esse caminho.

Podem atuar tanto em clínicas quanto em consultórios próprios. Se forem trabalhar com especialidade, é requerido que tenham residência na área.

Cirurgia e anestesia

Procedimentos cirúrgicos de animais acidentados ou com problemas de saúde estão no foco do veterinário que escolhe essa área. Há demanda também para anestesistas especializados em aplicações em animais.

Cativeiro e reprodução assistida

Também integra a área clínica o atendimento aos animais que vivem em cativeiro — legalizados, que fique claro —, como zoológicos e institutos de pesquisa, por exemplo.

Os procedimentos para a reprodução assistida e controlada, com a finalidade de manutenção da espécie, também estão no escopo de atuação desse profissional, que deverá ter conhecimentos em reprodução animal e controle genético para poder desempenhar a função.

acessar material

Atendimento em competições esportivas

Competições esportivas que incluem animais, como hipismo, por exemplo, precisam ser monitoradas por veterinários, para que ocorram dentro dos padrões de segurança e bem-estar — tanto para o competidor quanto para o animal.

Além disso, os veterinários voltados para essa área também têm a missão de preparar o animal para a competição, em termos de alimentação e repouso adequados, treinamentos controlados e cuidados com as patas, o pelo, os dentes, enfim, os aspectos morfológicos.

Reabilitação

Animais machucados, maltratados e vítimas de doenças graves e incapacitadoras devem ser atendidos por profissionais especialistas em reabilitação. O tratamento envolve fisioterapia, especialidades médicas e atividades físicas, para que o paciente possa se recuperar da melhor forma possível.

Área industrial

O que muitos não sabem é que na indústria de produtos de origem animal há muita demanda para veterinários. Entenda!

Fiscalização e acompanhamento da venda de produtos de origem animal

Esse profissional também atua nos setores de produção e fiscalização das indústrias para garantir que os itens derivados da produção animal — como alimentos, couros e demais insumos —, sejam produzidos de acordo com as normas regulatórias, padrões de higiene e segurança, e com os devidos cuidados para a saúde e o bem-estar animal.

A missão é tanto elaborar produtos e procedimentos de qualidade, quanto atestar o sucesso da produção pronta para o consumo, garantindo que não haja contaminações, por exemplo.

Elaboração de produtos para consumo animal

A produção de itens para consumo animal também é um foco da indústria. O veterinário atua nessa área para desenvolver produtos de acordo com a necessidade dos animais, das mais diferentes espécies.

Desde rações e coleiras para cachorros e gatos até selas para cavalos, tudo precisa ser elaborado com base nas características físicas e biológicas das espécies. Imagine o transtorno que causaria desenvolver alimentos que pudessem provocar alergia nos animais, por exemplo.

Desenvolvimento de vacinas

Entre a indústria e a pesquisa, está mais uma atribuição do médico-veterinário: o desenvolvimento de vacinas e remédios para os animais. Para produzir medicamentos efetivos, é preciso ter profundos conhecimentos das características físicas de cada espécie e das reações do organismo aos compostos químicos.

giphy

Controle de zoonoses

O foco desse especialista é fiscalizar tanto os produtos de origem animal quanto as próprias criações que darão origem a esses produtos, a fim de evitar a transmissão de zoonoses — doenças infecciosas transmitidas de animais para seres humanos e que precisam ser altamente controladas para evitar riscos.

Área de pesquisa

Por fim, temos o segmento de pesquisa e produção de conhecimento em veterinária, muito importante para o futuro da área e para as novas práticas da especialização.

Pesquisa acadêmica

Os programas de pesquisa vinculados a universidades e instituições voltadas para a medicina veterinária desenvolvem estudos para nortear novos tratamentos e protocolos, tão importantes para o desenvolvimento da profissão.

Projetos ecológicos

Projetos voltados para a preservação do ecossistema, desenvolvidos por entidades ou empresas, também precisam de veterinários para colaborar com pesquisas, levantamento de dados, projeções e atividades de preservação. Essa área está afinada com a pesquisa acadêmica, pois precisa de dados e bases para desenvolver suas atividades.

Como você pôde perceber, é possível tanto trabalhar em alguma instituição, empresa ou clínica, quanto empreender. Essa é a vantagem de um mercado tão múltiplo e recheado de oportunidades: dependendo do seu perfil e capacidade de investimento, você pode buscar o sucesso com o seu próprio negócio.

Independentemente da sua área de atuação, a profissão de médico-veterinário exige muito estudo e preparação. Esse é um dos cursos mais populares do país, e a concorrência por boas vagas é grande.

Portanto, seja qual for a sua escolha — área clínica, industrial ou de pesquisa, carteira assinada, parcerias ou negócio próprio —, uma coisa é certa: você precisa investir em uma boa formação, apresentar um currículo recheado de experiências e competências e se diferenciar por um bom serviço e bons conhecimentos.

Agora que você já sabe tudo sobre o que um veterinário faz, que tal curtir nossa página no Facebook? Assim, você fica por dentro dos conteúdos que produzimos!

baixe grátis o infográfico!

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos