Gestao de Recursos Humanos

Quero fazer gestão de RH, mas sou tímido. É possível?

Ana Flávia da Fonseca
26-01-2018 7:14

Rubor, suor nas mãos, gagueira e dificuldade para falar… quase todo mundo já sentiu esse tipo de sensação em algum momento da vida, não é verdade? Nem que seja na hora de encarar um público ou depois de cometer uma gafe!

Isso é bastante normal, mas, para algumas pessoas, essas sensações são bem mais recorrentes e as acompanham no dia a dia, fazendo com que qualquer interação com desconhecidos ou situações novas torne-se um verdadeiro tormento.

A grande vilã dessa história é uma velha conhecida: a timidez. E o pior de tudo é que ela não atrapalha apenas a fazer novas amizades ou conversar com estranhos, a timidez pode ser um enorme empecilho no desenvolvimento de carreira — especialmente para algumas profissões, como é o caso da Gestão de RH.

Mas será que você realmente é tímido? Como superar esse desafio e fazer gestão de RH? Continue com a leitura e descubra!

quero-fazer-gestao-de-rh-mas-sou-timido-e-possivel.jpg.jpg

A timidez é uma doença?

Antes de mais nada, é preciso deixar bem claro: a timidez não tem cura. Sabe por quê? Porque ela não é uma doença — simples assim! De acordo com estudos da área de Psicologia, a timidez é o resultado de um medo, como o de se expor ao mundo.

Essa característica, geralmente, surge em uma das fases mais complicadas da vida: a adolescência. E quem já passou por ela, sabe bem como esse período de transição e mudanças, tanto no comportamento quanto no nosso corpo, pode dar um verdadeiro nó na cabeça, não é?

Pois bem, para algumas pessoas, o resultado disso é a timidez. E não pense que são poucos os que se sentem assim: de acordo com uma pesquisa feita pela USP, mais da metade da população brasileira se considera tímida.

Mas será que você é tímido mesmo?

Como vimos na introdução, quase todo mundo já passou por momentos de nervosismo, ansiedade ou muita vergonha, mas situações isoladas não caracterizam timidez. Algumas pessoas apenas são mais caladas ou demoram um pouco para se soltarem em grupos de desconhecidos, porém, isso não causa nenhum desconforto.

As pessoas tímidas não conseguem dar o primeiro passo em uma conversa ou interação, são muito retraídas e se sentem desconfortáveis nessas situações. A linguagem corporal também chama a atenção: os tímidos evitam tocar outras pessoas, costumam andar de cabeça baixa e seus gestos são mais contidos.

Outras características comuns de pessoas tímidas são:

  • Dificuldade em olhar outras pessoas nos olhos;
  • Medo de falar em público;
  • Receio ao expressar sentimentos, opiniões e pensamentos;
  • Baixa autoconfiança;
  • Círculo social mais restrito, com poucos amigos;
  • Dificuldade para conhecer gente nova;
  • Reações corporais, como suor excessivo, gagueira e rubor;
  • Sensação de vergonha ao interagir com pessoas desconhecidas.

Baixar ebook

Afinal, como superar esse desafio?

Uma coisa é fato: a timidez atrapalha — e muito — o dia a dia e a relação de quem convive com essa característica. Em algumas profissões, ser muito tímido pode ser extremamente prejudicial, como é o caso das carreiras em vendas, atendimento, licenciatura etc.

Na área de Recursos Humanos, a timidez também pode ser um problema, afinal, o profissional precisará lidar diretamente com pessoas o tempo inteiro.

Mas não se preocupe! Existem algumas formas de superar a timidez e investir na carreira dos seus sonhos:

Pratique o autoconhecimento

Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para superar a timidez. Reflita sobre o seu comportamento e as situações que te fazem se sentir desconfortável.

Converse com pessoas que você confia de verdade, escreva sobre o que sente (ter um diário é uma boa forma de se autoconhecer) e tente descobrir o que você pode fazer para se sentir melhor sem que seja preciso fugir das situações.

Descubra quais são seus pontos fortes

Geralmente, a timidez vem acompanhada de baixa autoconfiança, o que faz com que a pessoa se desvalorize e procure se esconder, por achar que não tem nada de bom para mostrar.

Mas todas as pessoas têm seus pontos fracos e fortes e, com um pouco de autoconhecimento, você conseguirá descobrir seus diferenciais positivos. Aí, é só aprender a valorizá-los e fortalecer a confiança em si mesmo!

Finja!

“Fake it ‘till you make it”. Esse é um ditado, em língua inglesa, bastante válido quando o assunto é timidez. Em português, ele quer dizer, basicamente: finja até você conseguir. Logo, se você é supertímido, a solução pode ser simplesmente fingir que você não é!

Faça uma força para criar uma personagem, um “novo você”, que seja mais descontraído e sociável, e tente interpretá-lo em algumas situações em que se sente mais confortável.

Aos poucos, vá usando essa nova “máscara” em outros momentos do seu dia a dia. Você verá que, em determinado momento, muito dessa personagem que você criou passará a fazer parte da sua personalidade.

Desafie a si mesmo

Você adora escrever, mas tem medo de mostrar para os outros; sempre quis fazer aulas de dança, mas morre de vergonha; gosta de cantar, mas não consegue abrir a boca na frente de ninguém… que tal se desafiar a encarar um desses seus medos de frente?

Essa é uma ótima forma de dar o primeiro passo para vencer a timidez. Afinal, você não estará se arriscando em algo muito sério, apenas em um hobby. E mesmo que na hora H o resultado não seja perfeito, a sensação de ter superado a timidez por apenas alguns minutos já é muito gratificante!

quero-fazer-gestao-de-rh-mas-sou-timido-e-possivel.jpg.gif

Mude sua postura — literalmente!

Você se lembra do que falamos anteriormente sobre a linguagem corporal? Saiba que o seu corpo não apenas “fala” sobre você, ele também pode mudar o seu comportamento sem que você precise se esforçar muito para isso.

No TED Talk “Sua linguagem corporal molda quem você é”, a psicóloga social Amy Cuddy explica como nossa postura altera os níveis hormonais e podem aumentar a nossa autoconfiança quase que instantaneamente — você vai querer testar agora mesmo!

Procure ajuda profissional

Caso o seu nível de introversão seja muito maior do que o comum para pessoas tímidas, a ponto de você não conseguir lidar com o problema sozinho, é hora de buscar ajuda profissional para superar a timidez.

Sessões de psicoterapia ou, até mesmo, o processo de coaching (que funciona bem para situações mais pontuais, como superar a timidez no trabalho, por exemplo) são as melhores opções. Esses profissionais saberão te guiar pelo caminho do autoconhecimento e, por meio de conversas e exercícios, ajudarão a enfrentar a timidez.

Viu só como é possível deixar a timidez no passado e fazer gestão de RH? Saiba, inclusive, que ser mais “quietinho” também tem suas vantagens: o RH é uma área que precisa de profissionais discretos e, nesse caso, é ponto para os tímidos!

E aí, gostou das nossas dicas? Então, aproveite para curtir a gente lá no Facebook e ficar sempre por dentro do que rola aqui no blog!

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos