BLOG DA GRADUAÇÃO

Qual o perfil do profissional de educação física?

Postado por Felipe Brandão

Você já parou para pensar como seria o perfil do profissional de Educação Física? Digamos que você gosta de exercícios, de cuidar da saúde e de ajudar outras pessoas a também se manterem em forma. E como está se formando no ensino médio ou já se formou, faz planos para fazer uma graduação na área, afinal possui tudo o que precisa para trabalhar com isso, não é mesmo?

Bom, apesar de não ser tão simples assim, você não deixa de estar no caminho certo. Além disso, é uma área repleta de oportunidades, uma vez que o profissional de Educação Física pode atuar não apenas como professor em escolas primárias ou como instrutor de academia. Hoje em dia, pessoas graduadas na área já encontram um mercado muito mais promissor, principalmente pela alta do segmento fitness no Brasil.

Pensando nisso, neste post traremos os principais detalhes sobre a profissão para você ter em mãos as informações das quais precisa para avaliar como elas se encaixam nos planos traçados para o seu futuro. Confira!

qual-e-o-perfil-do-profissional-de-educacao-fisica.jpg

Como se tornar um profissional de Educação Física?

Antes de tudo, para se tornar um profissional de Educação Física — seja por meio da licenciatura, seja no bacharelado —, é necessário cursar uma graduação na área. Com uma média de quatro anos de duração, esse é um curso que coloca o aluno em contato com disciplinas das Ciências Biológicas, tais como bioquímica, fisiologia e anatomia e demais campos que lidam com a movimentação corporal, como é o caso de cinesiologia.

Complementarmente, a grade curricular contempla ainda disciplinas de outros campos, como as Ciências Sociais e a área da Saúde, além é claro, daquelas para profissionais com perfil mais empreendedor, e as específicas do curso, tais como ginástica artística e rítmica, futebol, lutas, dança, entre outras.

Após a formação, o profissional poderá seguir no mercado correspondente aos seus estudos. Por exemplo, para aqueles que escolherem a licenciatura, atuarão exclusivamente com alunos do ensino fundamental e médio, dando todo o suporte para o desenvolvimento dos estudantes.

Já para quem opta pelo bacharelado, há também outras centenas de possibilidades, algumas mais tradicionais como musculação e ginástica, até as que têm sido mais procuradas nos últimos tempos, como crossfit, treinamento funcional, técnicas de relaxamento corporal e ioga.

Qual é o perfil do profissional de Educação Física?

Focando agora no perfil desse profissional, será que apenas gostar de esportes, atividades físicas, exercícios e de dietas saudáveis é o suficiente para encarar uma profissão dessas?

A verdade, como já destacamos, é que não — não basta apenas o simples interesse pela área (apesar de ser um componente essencial) e, por isso, listamos abaixo algumas das características essenciais das pessoas que vão exercer a profissão no futuro.

Veja quais são:

Baixar ebook

Ser sociável

Um aspecto é inegável para qualquer pessoa que decida encarar a profissão de Educação Física: ela precisa ser sociável. Afinal, nem todos os praticantes de atividades físicas fazem isso por prazer ou com real interesse e vontade de se exercitarem.

Exemplo disso são os problemas de saúde que forçam as pessoas buscarem alguma atividade, como é o caso de quem está muito acima do peso. O mesmo vale para alunos de escolas menos sociáveis e inclinados para atividades coletivas e que tendem a se isolar e mostrar resistência em participar das aulas, por exemplo.

Nesses casos, é importante ter em mente que muitas dessas pessoas podem não se sentir confortáveis nesses ambientes e situações.

Ser paciente

Algumas pessoas se sentem muito felizes em aprender aquilo que gostam, o que passa pelo interesse por cálculos matemáticos, receitas de bolo, coreografias e, claro, a execução correta de movimentos durante os exercícios. Outras, entretanto, demoram um pouco mais para assimilar as instruções passadas.

Por esse motivo, o profissional de Educação Física, sendo ele professor em escola ou instrutor em academias, precisa ter muita paciência para saber como lidar com as diversas situações do dia a dia e ajustar sua didática para que tenha a mesma eficiência, independentemente do contexto.

Ser ativo

Ser ativo, dentro do perfil do profissional de Educação Física, é se antecipar aos problemas e às dificuldades dos alunos. Como já comentamos, nem todos que estão dentro de uma academia estão tão dispostos a malhar. Assim, alguns ficam com vergonha de pedir ajuda, orientações sobre os exercícios ou dicas.

Por isso, um profissional ativo deve estar sempre antenado para lidar com pessoas que precisam de um cuidado e atenção a mais, evitando, inclusive, que o aluno se machuque por desempenhar a atividade de forma inadequada.

Ser comunicativo

Uma comunicação adequada é vital em qualquer profissão, logo, por que isso seria diferente com a Educação Física, não é mesmo? Além disso, é importante ressaltar que ser comunicativo aqui, vai além da sociabilidade há pouco citada, pois envolve especialmente ser claro e objetivo nas instruções.

Afinal, cada pessoa recebe as informações de uma forma: uns assimilam conteúdos de maneira simples e direta conseguindo cumprir as orientações dadas facilmente. Outros, entretanto, são mais visuais ou cinestésicos, ou seja, aprendem fazendo. Para cada situação, portanto, é necessário saber identificar como melhor usar a comunicação a seu favor.

Ter visão crítica sobre a ciência

É fundamental que o profissional não se prenda somente a modismos e dogmatismos, adotando assim, uma postura tolerante e aberta ao diálogo, por meio da aceitação e adaptação a pensamentos divergentes, seja de outros profissionais da área, seja de alunos.

Ter foco na saúde das pessoas

perfil-do-profissional-de-educacao-fisica.gif

No perfil do profissional, deve constar ainda uma forte identificação com a melhora da qualidade de vida das outras pessoas. Em outras palavras, deve-se buscar as melhores soluções ao prescrever exercícios, que devem ser planejados com a saúde do aluno sendo colocada sempre em primeiro plano.

Portanto, não basta apenas seguir a mesma receita para todos — é preciso adaptar as melhores atividades para cada pessoa, de acordo com suas necessidades e limitações.

Ter afinidade com todo tipo de atividade

A afinidade com todas as manifestações de movimentos humanos, assim como em relação a atividades corporais, é fundamental no perfil do profissional de Educação Física.

Isso não significa que você precisa ser amante de todos os esportes, mas sim que precisa ao menos conhecer as atividades de lazer ou de competição em suas mais diversas modalidades esportivas.

Qual o papel do professor de Educação Física?

Por fim, é fundamental também compreender um pouco melhor a importância da função daqueles que optam pela licenciatura. Nesse sentido, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é recomendado que as crianças tenham um mínimo de 60 minutos de atividade física por dia.

Infelizmente, nem todas as escolas possuem condições para propiciar os 60 minutos de atividade física diária. Isso levou ao desenvolvimento de programas abrangentes de atividade física na escola. Alguns alunos frequentam as aulas de Educação Física uma vez por semana, outros dois ou três dias, mas poucos fazem isso diariamente.

Com base nisso, o educador físico deve proporcionar o tempo máximo de atividade física dentro do período de aula, ensinando habilidades e atividades que as crianças também possam desenvolvê-las com segurança fora do ambiente escolar. Para tanto, é preciso motivar as crianças a serem fisicamente ativas e assumir o papel de diretor de atividade física.

Em suma, além dos exercícios em si, o professor de Educação Física também tem a responsabilidade de ajudar a orientar e criar oportunidades para atividades em diversos ambientes.

Agora que analisamos melhor o perfil do profissional de Educação Física, você se identificou um pouco mais com a função? Para ficar sempre por dentro de mais dicas e notícias como essas, basta curtir nossa página do Facebook e acompanhar nossas novidades. Até a próxima!

Baixar ebook

Educacao Fisica

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Graduado em Educação Física. É Doutor em Ciências do Desporto pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro, UTAD, Portugal; Mestre em Medicina do Esporte pela Universidad Católica Nuestra Señora de la Asunción, UC, Paraguai. Possui experiência na área de Ciências da Saúde, com ênfase em Fisiologia do Exercício, Ética Profissional em Educação Física, Planejamento e Gestão do Ensino-Aprendizagem, Judô (Lutas) e Metodologia Científica.