Direito

Quais são as habilidades necessárias para ser um advogado?

Mariana Brito
17-10-2016 15:06

Entre tantos profissionais no mercado, é óbvio que você não quer ser mais um. Claro que você quer se destacar e ser bem-sucedido no que faz. Após escolher o Direito e estudar por 5 anos, você ainda precisará buscar um diferencial para se sobressair aos demais.

Pensando dessa maneira, este post irá te ajudar a enxergar algumas habilidades que um excelente advogado precisa desenvolver. Sabendo disso, você pode aperfeiçoar o que já possui e desenvolver novas habilidades que farão os outros notarem aquele detalhe “a mais” que você tanto quis ter.

Conheça, a seguir, traços do perfil ideal de um ótimo advogado e saiba se portar em cada situação específica de sua área com firmeza e desenvoltura. Vamos lá?

quais-sao-as-habilidades-necessarias-para-ser-um-advogado.jpg

1. Ter autocontrole emocional

Essa é uma profissão com um nível de estresse alto. Haverá, além do desconforto, situações em que será mais difícil controlar suas emoções. Diante de momentos estressantes, é importante manter o controle e a calma. Um profissional com este domínio fará a diferença.

Manter a serenidade nesses momentos fará com que você possa tomar as decisões com muito mais clareza, sem contar que seus relacionamentos entre colegas, clientes e funcionários será melhor se você tiver controle emocional.

2. Trabalhar bem em equipe

Trabalhar sozinho pode ser bom para manter as coisas no controle e ter organização, porém, ninguém faz o trabalho com excelência absolutamente sozinho. Busque trabalhar bem em equipe, aprenda a delegar tarefas e a recebê-las — isso fará com que você não se sobrecarregue.

Aprenda a ouvir, a receber opiniões, a se posicionar — fazer cada coisa no momento certo só irá beneficiar seu trabalho.

Trabalhando em equipe você terá os benefícios de conviver com pessoas diferentes, com outras habilidades, e aprender com eles. O comprometimento e o empenho dos demais fará com que a qualidade do projeto aumente. Ser um advogado que sabe trabalhar em equipe vai te destacar, acredite!

3. Aprimorar seus conhecimentos constantemente

Você pode achar que tudo o que aprendeu durante os 5 anos de faculdade de Direito é o suficiente para seguir em frente na profissão. No entanto, atente-se para este tópico. O conhecimento dentro da área escolhida por você deve ser aperfeiçoado constantemente.

Estar sempre atualizado fará diferença em seu trabalho, com certeza. Faça disso um hábito e não encare o estudo como um fardo. Leia sempre um novo artigo sobre certo tema, se reciclando com cada nova lei ou decisão. Tenho certeza de que assim você estará à frente dos demais.

Baixar infográfico

4. Ser organizado

Ser organizado fará toda a diferença na sua profissão. O ideal é que esse seja um hábito para começar a praticar ainda na faculdade. Manter as mesas organizadas, os documentos, as pastas e outros papéis no seu devido lugar fará, inclusive, com que você seja mais produtivo.

Tenha uma agenda, seja ela um caderninho, no seu notebook ou celular. O importante é anotar e organizar seu dia e seu trabalho nela. Ser desorganizado certamente te levará a perdas que podem prejudicar (e muito!) a sua carreira. Imagine perder prazos e horários de processos e audiências? Isso não será nada bem-visto por seus clientes.

5. Ser um bom comunicador

Não poderíamos deixar de falar sobre esse ponto. Se expressar de maneira clara e coesa na fala e na escrita é essencial na sua profissão. Ter o conhecimento é primordial, afinal, se houver dificuldades em se expressar diante do que se sabe, você terá um problema e não chegará a lugar nenhum.

A argumentação é fundamental para se fazer entender, ou melhor, para fazer com que os outros entendam o que você quiser. A oratória é, sim, uma arte e, se você ainda não a domina, não tenha medo ou vergonha de praticar. Faça isso sozinho e, quando mais à vontade, pratique junto com colegas de equipe ou estudo.

Argumente, pergunte, questione tudo e estabeleça seu ponto de vista a partir dos dados que tiver a mão. No momento em que estiver treinando, faça alguns exercícios para eliminar vícios de fala, para ser eloquente e para que o tom de voz não seja agressivo.

Cada palavra conta. Tenha cuidado ao usá-las e verifique a forma mais apropriada de abordar cada questão. A oratória vale muito, portanto, se realmente você não estiver conseguindo treinar sozinho, não tenha medo de investir em um curso ou profissional para ajudá-lo.

6. Desenvolver um olhar crítico

Essa análise diante do caso em questão tem muito a ver com o autocontrole de que falamos anteriormente. Ser sensato e analisar a fundo cada caso vai lhe abrir o campo de visão. Você verá a situação como um todo e, controladamente, fará as perguntas certas.

Se tiver uma análise bem criteriosa da situação, alcançará pontos do seu trabalho que talvez não visse se ficasse focado e não se aprofundasse em sua análise. O levantamento de prós e contras sobre cada caso aumentará sua experiência.

7. Ter foco no cliente

Não tenha a ilusão de que você tem o conhecimento e domina a área, deixando seu cliente de lado. O foco deve estar sempre nele e no que ele tem a dizer. Às vezes, ele pode não saber expressar o que precisa e o que quer, e será seu papel interpretá-lo. Confiança é a palavra que vai comandar o relacionamento entre vocês, então, foque no que ele precisa.

Destacar-se dentre os demais profissionais do Direito pode não ser tarefa fácil, porém, desenvolvendo essas 7 habilidades o sucesso será algo mais palpável. Tendo o empenho que te trouxe até a graduação e a prova da ordem, você também conseguirá praticar estes itens e ser bem-sucedido dentro da advocacia.

A acomodação não faz parte da lista de quem deseja vencer. Mesmo que seja mais trabalhoso, o investimento em você mesmo tem retorno garantido, seja na empresa onde trabalha, escritório ou realização profissional e pessoal.

Lembre-se que, para ser um advogado diferente, você terá que entender que foco e atitude mudarão seu comportamento e seus hábitos. Não tenha medo, apenas comece a desenvolver essas habilidades hoje!

Quer ficar por dentro de mais artigos como este? Curta nossa página no Facebook!

Baixar infográfico

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos