BLOG DA GRADUAÇÃO

Passo a passo para montar um plano de estudo para o Enem infalível

Planejamento é tudo na hora de estudar para o ENEM (ainda mais agora que quanto maior a sua nota mais chance você tem de conseguir o Fies exige uma boa performance na prova) e os vestibulares. Definir horários e prioridades pode te auxiliar a aprender de uma maneira mais tranquila e fácil, principalmente em meio ao estresse bastante comum nesse período decisivo.

E o melhor disso tudo é que um bom plano de estudos para o ENEM te ajuda nessa etapa e também tem grande serventia para quando entrar na faculdade. Falar é fácil, mas você sabe como montar um plano de estudos? Confira o passo a passo para elaborar um cronograma de estudos para o ENEM infalível.

Como-montar-um-plano-de-estudos-para-o-ENEM

Que tal por tudo num quadro?

Que tal “pregar” o seu plano de estudos em algum lugar de grande visibilidade, para que você sempre tenha uma ideia do que falta fazer? Você pode até utilizar o Excel ou outros programas similares. O importante é imprimir a tabela e pregá-la no seu cantinho de estudos

Um planejamento de estudos macro pode ser criado visando um mês ou até mesmo um semestre. O importante é estar ciente de todas as atividades e horários ao longo do tempo. Recomendamos que os quadros sejam semanais, que é para garantir um maior detalhamento de cada atividade ao longo do dia.

Defina horários

Anote todas as suas tarefas, incluindo horários de descanso, pausas para refeições e horário de lazer. Um bom plano de estudos para o ENEM só é infalível quando é rico em informações. Leve em consideração todas as atividades que terá ao longo do dia, pois é importante conseguir conciliar todos os seus afazeres.

Pensando nas particularidades de cada aluno, criamos algumas tabelas de planejamento de horários em um âmbito semanal. A planilha se divide em abas, que se encaixa de acordo com o seu tempo disponível para se dedicar ao ENEM.

O cronograma será útil para:

  • Quem estuda de manhã;
  • Quem estuda de tarde;
  • Quem estuda à noite;
  • Quem trabalha o dia todo e estuda à noite;
  • Quem trabalha ou estuda no período vespertino e;
  • Para o candidato que tem o dia todo dedicado aos estudos.

Todas as tabelas englobam as horas que deverão ser voltadas aos estudos e um descanso para o corpo e a mente entre elas. Nesse intervalo, você deverá definir como ocupará seu tempo. O mais recomendado para esse tempinho são lanches e alongamentos. Mas, se quiser dar uma conferida nas redes sociais, não se prive.

O mais interessante desse esquema é que ele te dará mais condições de analisar o todo, por meio de dados concretos que vão indicar a necessidade de aumentar ou diminuir o tempo de duração das atividades. Pense nisso e mande bem no ENEM!

Saiba definir as prioridades

Todos nós temos aquelas matérias que consideramos mais fáceis. Lembre-se disso na hora de montar seu horário de estudos, pois é mais importante se empenhar nas matérias que apresentam mais dificuldade em relação às provas do ENEM.

Respeite os horários

Para que o seu plano de estudos para o ENEM seja efetivo, você deve respeitá-lo em qualquer situação. Horários de estudo, descanso e atividades físicas: tudo o que estiver em seu plano é importante. Seu corpo não é uma máquina, e ultrapassar as horas diárias de estudo pode ser prejudicial para você. Não respeitar o horário do sono pode ser ainda pior. Por outro lado, prolongar o período de descanso pode te atrapalhar na hora de retomar o foco nos estudos. Lembre-se: o quadro foi definido para ser utilizado. Se você quer sucesso, faça por onde!

Como-montar-um-plano-de-estudos-para-o-ENEM.gif

Siga essas dicas para otimizar os estudos

Na hora de estudar para o ENEM, às vezes nos perdemos no meio de tanta informação que precisamos absorver, não é mesmo? Para isso, existem algumas dicas e “macetes” que podem te ajudar a manter o foco e absorver sempre o máximo de conteúdo possível. Veja quais são elas:

  • Se você cursa o ensino médio ou faz cursinho, procure estudar as matérias dadas no dia. Com o conteúdo ainda fresco na cabeça, fica mais fácil absorvê-lo.
  • Revise o conteúdo estudado ao longo da semana no sábado, mas tire o domingo para descansar.
  • Procure escrever ao menos uma redação por semana e sempre peça pra um professor ou outra pessoa capacitada corrigi-la. A prática leva à perfeição.
  • Reserve duas horas por semana para resolver provas antigas nos 6 meses que antecederem a prova.
  • Nas 4 semanas que antecederem o ENEM, separe seu tempo de estudo exclusivamente para revisar os conteúdos-chave.
  • Faça um simulado por mês para medir seu conhecimento, descobrir suas principais dúvidas e treinar a situação de prova para ir se preparando para o dia “D”.
  • Se você não tem um ambiente de estudos tranquilo, silencioso e confortável em casa, dê preferência para estudar na escola, no cursinho ou em alguma biblioteca pública.

Como definir prioridades na hora de estudar

Escolha os assuntos mais complicados

No seu plano de estudo para o ENEM, depois de selecionar as matérias nas quais você tem mais dificuldade, é hora de priorizar os assuntos que te deixam com mais dúvidas. Então, dentro da disciplina que você tem problemas, escolha aqueles conteúdos que você realmente não entende nada para começar a estudar.

Ter uma noção básica de cada componente da matéria é o primeiro passo para que você comece a sanar as suas dificuldades.  

Reserve um tempo para revisar as partes mais simples

Depois de começar a compreender a maioria dos assuntos, comece a revisar as partes menos complicadas da matéria. Assim, você passará a entender algumas questões que antes não faziam o menor sentido.

Depois, volte a estudar as matérias em que você tem mais facilidade

Após entender os assuntos mais complexos e que te davam mais dor de cabeça, não deixe de olhar as matérias que você já tinha facilidade. Dessa forma, você vai garantir conhecimento máximo na hora de fazer a prova.

New Call-to-action

Como estudar as matérias que considera mais difíceis ou não gosta

Entenda os motivos e enfrente as dificuldades

Apesar de saber a importância de priorizar as matérias difíceis, muitos estudantes têm alguns bloqueios em relação a elas. Mas é preciso encará-los de frente para se sair bem no Enem.

O primeiro passo é entender os motivos que te fazem ter a dificuldade ou não gostar de uma determinada matéria. Se o seu problema for com matemática, por exemplo, pode ser que, em algum momento, você teve um professor ruim.

Sabendo disso, você perceberá que ter a ajuda de um bom matemático pode abrir o caminho para você entender melhor os assuntos e encarar a matéria de frente. Assim, será mais fácil traçar as estratégias que você vai utilizar para encarar as suas próprias dificuldades.

Avance de forma gradativa

Não adianta nada pegar as matérias que você não gosta e começar a estudá-las desesperadamente. Além de não assimilar o conteúdo, você vai gostar delas cada vez menos.

Por isso, o importante é avançar na matéria de forma gradativa, estudando cada dia um pouco mais. Assim, você vai se familiarizar com o assunto e começará a dominá-lo. Sua confiança e conhecimento também vão aumentar com o tempo.

Estude nos horários em que você rende mais

Outra dica importante é estudar essas matérias nos horários em que você está com a energia elevada e rende mais. Então, se você funciona melhor durante a noite, deixa as matérias mais difíceis justamente para esse período.

Faça exercícios

Por fim, uma boa maneira de estudar e treinar assuntos em que você tem dificuldade, é fazendo muitos exercícios. Eles te ensinarão de maneira mais prática alguns conteúdos, além da possibilidade de você aprender com os próprios erros.

Seguindo essas dicas, você terá um plano de estudo para o Enem muito mais organizado, produtivo e, as matérias difíceis, se tornarão suas melhores aliadas.

Como dividir o tempo para estudar cada matéria

O seu tempo vale ouro. E quanto mais organizado, melhor você aproveitará as suas horas do dia para estudar e assimilar os conteúdos. Por isso, veja agora algumas dicas que vão te ajudar a otimizar o tempo para estudar cada matéria!

Coloque as matérias em uma tabela

Para organizar melhor seu tempo de estudo, coloque todas as matérias em uma tabela. E deixe um campo para que você preencha a quantidade de horas e minutos que cada uma terá.

Adeque de acordo com o seu tempo disponível

Para estipular o tempo de cada matéria, primeiramente você precisa saber quantas horas por dia estarão livres, sem compromissos de trabalho, cursos ou escola, por exemplo.

Escreva o tempo que passará em cada uma delas

Depois disso, divida e distribua esse tempo de forma coerente em cada matéria. Ao preencher esses dados e colocar tudo num quadro, como a dica que demos no início do artigo, você perceberá como será mais fácil estudar cada assunto. 

Como-montar-um-plano-de-estudos-para-o-ENEM

Defina os melhores horários para estudar cada matéria

Se você tiver um dia inteiro livre para os seus estudos, será perfeito. Dessa maneira, é possível adequar cada matéria a um horário diferente. Você pode deixar matemática para a manhã, história para o período da tarde e português para a noite, por exemplo.

Mas se você trabalha o dia inteiro e só tem o período noturno, deixe as matérias mais difíceis para estudar primeiro, quando você estará com a cabeça mais fresca, e os assuntos mais leves para os horários mais próximos da hora de dormir.

Assim, você evita uma sobrecarga de estudos, que pode comprometer a sua rotina e o seu plano de estudo para o Enem.  

Como montar e colocar em prática um ciclo de estudos

Depois de todas essas dicas, você já deve estar praticamente pronto para montar um ciclo de estudos perfeito, não é mesmo?

Entretanto, para que você possa colocar tudo em prática, temos mais algumas dicas que serão essenciais e evitarão que você cometa erros. Acompanhe!

Concilie o plano de estudo ao seu trabalho e aos seus cursos

Muita gente que está lendo o post deve estar se perguntando como encaixar esse plano de estudos à sua rotina, que muitas vezes está tomada por trabalho, cursos e afazeres do dia a dia.

Mas independentemente disso, é possível montar cronogramas que se adequem perfeitamente ao seu perfil. É claro que isso vai demandar mais esforço e você certamente deverá deixar de lado alguns momentos de lazer. Mas o importante é encontrar espaços em sua agenda para estudar.

Com um pouquinho de esforço, você consegue tirar alguns minutos na hora do almoço, aproveitar o tempo de deslocamento no transporte e até mesmo dormir um pouquinho mais tarde para conferir alguns assuntos ou fazer exercícios.

Monte e revise seu cronograma semanalmente

Apesar da possibilidade de fazer um planejamento mensal e até de um período muito maior, é importante montar ou simplesmente revisar seu cronograma toda semana.

Pode ser que você tenha deixado passar alguns assuntos ou até mesmo conseguiu adiantar algumas matérias. Dessa forma, será importante reorganizar o plano de estudo para o Enem e deixar tudo atualizado.

Assim, você terá mais organização, evitará assuntos repetidos e também não deixará nada passar batido.

Seja comprometido

Todas as dicas acima só serão válidas se você tiver comprometimento e seguir o plano de estudos elaborado. É preciso ter bastante disciplina e seguir criteriosamente tudo o que foi traçado e estabelecido.

Assim, você certamente fará um Enem campeão e conquistará uma vaga numa excelente instituição de ensino superior.  

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre como montar um plano de estudos para o Enem, pegue uma caneta e papel e comece a estruturar o seu. Sem planejamento é sempre mais difícil ter um rumo.

E lembre-se: para evitar que seus estudos se tornem uma rotina monótona e cansativa, troque os horários das matérias semanalmente. Alternar matérias teóricas com as práticas pode facilitar o aprendizado, já que você sempre estará inovando.

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre como montar um plano de estudos para o ENEM, pegue uma caneta e papel e comece a estruturar o seu. Sem planejamento é sempre mais difícil ter um rumo.

E lembre-se: para evitar que seus estudos se tornem uma rotina monótona e cansativa, troque os horários das matérias semanalmente. Alternar matérias teóricas com as práticas pode facilitar o aprendizado, já que você sempre estará inovando.

Gostou do conteúdo e já sabe como elaborar um plano de estudo para o Enem? Aproveite para dar o seu like em nossa página do Facebook e ficar sempre por dentro de dicas como estas. Você não vai se arrepender!

New Call-to-action

ENEM

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.

MAIS LIDOS