BLOG DA GRADUAÇÃO

O que se estuda na faculdade de Arquitetura?

Postado por Pier Paolo

Você considera Arquitetura uma profissão estimulante e quer saber mais a respeito do curso? Pois saiba que a faculdade de Arquitetura é um atrativo para muitos vestibulandos que gostam de cálculo e desenho, mas que pensam em deixar fluir a criatividade na hora de fazer um projeto — tarefa que seria mais difícil em cursos exclusivamente técnicos como Engenharia, por exemplo. A Arquitetura, de fato, é considerada uma faculdade de bases técnicas com um toque de Ciências Humanas Aplicadas.

Antes de escolher apostar no curso de Arquitetura, entretanto, é normal que surjam algumas dúvidas do tipo “O que estudar na faculdade de Arquitetura?”, ou ainda, “Como é a faculdade de Arquitetura e quais são as áreas de conhecimento?” e também, “Preciso saber desenhar logo no início?”.

Compilamos aqui as informações mais relevantes para auxiliar a sua tomada de decisão. Confira!

o-que-se-estuda-na-faculdade-de-arquitetura.jpg

Entendendo a planta do curso

Para começar, entenda que a faculdade de Arquitetura tem duração média de quatro anos, ao longo dos quais o aluno aprende a projetar espaços internos e externos, levando em conta critérios como estética, conforto e funcionalidade. Como estudante, você utilizará os conhecimentos técnicos adquiridos e exercitará sua criatividade em todas as etapas.

Pela grade curricular do curso, você perceberá que ele tende a iniciar de forma bastante interdisciplinar, com disciplinas mais artísticas mescladas às de Humanas. No entanto, à medida que evolui, o curso deixa essa visão mais ampla e global da Arquitetura e foca em técnicas e softwares mais específicos, treinando e aperfeiçoando suas habilidades na prática.

Preparando o terreno para o leque de opções

O curso de Arquitetura ampliará seus horizontes profissionais, pois irá apresentar os diversos campos de atuação e acabará por direcionar seus esforços para um deles. Acha que não? Pois perceba que, depois de formado, você poderá optar entre edificações, urbanismo e construção, cenografia, luminotécnica, conservação de patrimônio histórico e consultoria, design gráfico, decoração e paisagismo e etc.

A cada disciplina, você naturalmente perceberá se tem predisposição natural para uma dessas vertentes e ainda descobrir outras, como as iniciativas das mídias acessíveis.  

Esboçando a importância de habilidades específicas

A habilidade de realizar cálculos e de desenhar à mão estão entre os requisitos cobrados de um arquiteto na execução diária de seu trabalho. Mas não se preocupe; se você não domina estes campos, não significa que não será um ótimo profissional. Há várias disciplinas que o levarão a praticar e aperfeiçoar tais aspectos.

O desenho, por exemplo, funciona como uma ferramenta para você expressar materialmente uma ideia ou criação; porém, existem métodos específicos que direcionarão seus traços. Além disso, você verá que a maioria dos projetos são desenvolvidos no computador, por meio de programas auxiliares.

Baixar ebook

Construindo maquetes e modelos

É isso mesmo! Durante o curso, variadas disciplinas cobrarão a projeção e a construção de maquetes de conjuntos arquitetônicos, assim como o trabalho em laboratório. O objetivo é desenvolver a motricidade, o raciocínio crítico e ambientar o estudante no campo da construção civil.

Essas características dos cursos de Arquitetura representam para muitos uma maneira de testar a teoria absorvida nas aulas e simular as exigências de qualidade do mercado de trabalho!

Antecipando tendências

Tenha em mente que o campo de atuação de um arquiteto exige dele uma constante atualização e pesquisa de referências de projetos urbanísticos e artísticos em geral. Se você quiser alcançar uma prática diferenciada que o destaque no mercado de trabalho, é importante ficar atento, desde cedo, às tendências e flutuações estilísticas em áreas como urbanismo, construção, paisagismo, decoração, design, comunicação visual, entre outros.

É claro que você não se identificará com todas, mas estas são as principais vertentes que compõem o repertório e a bagagem cultural de um arquiteto!

Experimentando o mundo dos softwares

Os softwares utilizados na construção, no planejamento e na execução de um projeto serão introduzidos na fase mais operacional da faculdade, que geralmente ocorre a partir do segundo ano. Você já deve ter ouvido falar no Sistema de Projeto de Estruturas CAD, certo?

O AutoCAD é, sem dúvidas, o programa mais utilizado por arquitetos, pois possui uma interface simples e proporciona boa qualidade gráfica, sendo utilizado em desenhos técnicos 2D ou para a projeção de modelos 3D. Há, ainda, o Vectorworks, que dá uma ampla margem criativa a seu usuário, e o Revit, que tende a otimizar o tempo de trabalho, pois permite a interação entre vários usuários num mesmo projeto.

Engajando o seu entusiasmo na Arquitetura sustentável

A sustentabilidade é um fenômeno que chegou para ficar, não apenas na Arquitetura, mas em todas as profissões e atividades humanas. E por mais contraditório que possa parecer, ela não é uma novidade, mas está presente na sociedade desde seus primórdios.

Saiba que a discussão em torno da viabilidade sustentável de um projeto começa no meio acadêmico, pois é nele que são formadas as bases para o exercício profissional consciente de fatores como desperdício, economia, reciclagem de materiais e interferência ambiental, social e cultural.

Projetando o mercado de trabalho

Como já vimos, as possibilidades de atuação de um arquiteto são inúmeras e bastante variadas entre si. Muitos estudantes são direcionados às áreas que apresentam mais demanda imediata, como é o caso da construção civil e decoração. Porém, saiba que o caminho para se construir uma carreira sólida passa pelas etapas clássicas do mundo empresarial: estágio, trainee, assistente, arquiteto (júnior, pleno e sênior), coordenação e gerência.

Cada uma dessas fases traz responsabilidades específicas e remuneração compatível!   

Finalizando o curso de Arquitetura

Vimos até aqui os aspectos teóricos e práticos com os quais você precisará lidar ao longo da faculdade de Arquitetura. Mas você deve estar se perguntando: “Sairei da graduação dominando tudo isso?”, ou “Quando serei um profissional estabelecido?”. Entenda da seguinte maneira: o que você aprenderá na faculdade servirá como uma base, um solo fértil, que, em conjunto com a experiência adquirida ao longo de sua carreira, o transformará em um profissional completo.

E então? Ficou ainda mais interessado no curso de Arquitetura? Gostaria de saber mais a respeito das novidades e tendências específicas deste dinâmico campo de conhecimento? Então, assine curta nossa fanpage e não perca nenhuma publicação!

Baixar ebook

Arquitetura e Urbanismo, carreira, arquitetura Unipe, graduação em arquitetura, arquiteto, arquiteta, curso de arquitetura, arquitetura em João Pessoa, arquitetura Unipê, formar em arquitetura

Pier Paolo

Pier Paolo

Arquiteto e Urbanista- PUCSP. Doutor em Habitat pela Universidade de São Paulo. Exerceu o cargo de Diretor Técnico I do Complexo Hospitalar do Juquery e coordenador assistente e professor da Universidade Paulista (Campus Jundiaí). Possui experiência em intervenções em Patrimônio Histórico e Projetos de Serviços de Saúde. Tem uma grande paixão com o desenho de observação e já fez parte do grupo de Urban Sketcher de Jundiaí.

MAIS LIDOS