BLOG DA GRADUAÇÃO

O que se estuda em educação física? Saiba mais sobre grade do curso

Você é uma pessoa que gosta de praticar ou acompanhar esportes? É preocupado com a saúde do seu corpo? Já pensou em fazer o curso de Educação Física? Que tal conhecer a grade do curso de Educação Física e entender de vez quais são as oportunidades do profissional da área?

Neste post, preparamos para você um guia sobre o que se estuda em Educação Física, diferenciando o bacharelado da licenciatura, pois, assim, você entenderá melhor porque esse é o curso ideal para o sucesso de sua vida profissional.

o-que-se-estuda-em-educacao-fisica-saiba-mais-sobre-a-grade-do-curso.jpg

Qual é a diferença entre bacharelado e licenciatura?

Antes de falarmos especificamente do curso de Educação Física, vamos diferenciar as duas opções de formação para o educador físico: bacharelado e licenciatura. Resumidamente, a licenciatura prepara os futuros professores do ensino básico, e o bacharelado forma profissionais para atuarem no mercado de trabalho.

Podemos perceber melhor as diferenças quando analisamos as grades curriculares. No bacharelado, há ênfase em disciplinas de gestão e em atividades para públicos mais específicos, como o de academias e os que procuram por esportes de aventura. Enquanto isso, a licenciatura traz disciplinas relacionadas a práticas pedagógicas.

Outra diferença importante está no estágio supervisionado, pois o bacharel estagiará no mercado de trabalho, e o licenciando, em escolas. Nos próximos tópicos, você conhecerá melhor essas perspectivas.

Quais são as diferenças nas grades do bacharelado e da licenciatura?

Para termos uma melhor compreensão da grade curricular estudada em Educação Física, vamos ver as principais diferenças para quem opta pela licenciatura ou pelo bacharelado.

A primeira delas é o tempo de estudos. Enquanto o bacharelado tem no mínimo quatro anos, a licenciatura pode ser concluída em três. Como as grades dos cursos conversam entre si, separamos ambas em 5 grandes áreas e trouxemos as especificidades de cada uma delas. Confira!

Baixar ebook

1. Métodos e fundamentos

As disciplinas desta grande área se preocupam em ajudar os estudantes a entender as diferentes maneiras de aprender algo. Entre elas, as metodologias do estudo e da pesquisa preparam uma base para o aluno que está transitando do nível básico para o superior.

Na introdução à Educação Física, o aluno terá uma percepção do curso e da profissão como um todo, enquanto matérias como ética profissional em Educação Física mostram os direitos e deveres da profissão.

Outras matérias vão se preocupar em trazer conhecimentos sobre os princípios de estudos importantes para a área, geralmente denominadas “fundamentos”. E, assim como no bacharelado, o estudo na licenciatura também precisa de uma base com os métodos e os fundamentos que o sustentam.

Não há muita diferença na grade de uma graduação para a outra, porém, na licenciatura, os estudos estão mais voltados para a educação. Por isso, em métodos, por exemplo, vamos encontrar disciplinas como didática e avaliação de aprendizagem.

2. Gestão/ Pedagogia

O estudante que opta pelo curso profissional terá a oportunidade de aprender mais sobre a gestão e como um educador físico pode ser um empreendedor na área. Para tanto, são oferecidas disciplinas de gestão de marketing na Educação Física e empreendedorismo na Educação Física.

A primeira e uma das mais importantes diferenças da licenciatura está nas disciplinas pedagógicas, que não estão presentes no bacharelado e substituem as disciplinas ligadas à gestão. Entre elas, temos a Educação Física na educação básica, currículos na educação básica e planejamento e gestão educacional.

3. Mente e corpo humano

As matérias ligadas a biologia e psicologia são essenciais para o profissional que lidará com a mente e o corpo humanos. Por isso, um bom curso de Educação Física deve oferecer disciplinas voltadas para esses aspectos. Vejamos algumas delas:

  • Corpo humano: anatomia humana, biofísica, nutrição esportiva, fisiologia humana, motricidade humana, fisiologia do exercício etc.
  • Mente: psicologia do desenvolvimento humano e psicologia do esporte.

Entender o corpo humano é extremamente importante para quem vai lidar com pessoas, independentemente de ser na sala de aula ou na academia. Por isso, a maioria das disciplinas é comum aos dois cursos.

o-que-se-estuda-em-educacao-fisica.gif

4. Esportes

Este geralmente é o tópico que leva uma pessoa a optar por fazer Educação Física, por isso, esportes como futebol de campo, atletismo, atividades aquáticas, voleibol, handebol, futsal, dança, basquetebol, ginástica artística, ginástica rítmica e lutas são comuns às duas grades (bacharelado e licenciatura).

A diferença aqui está em disciplinas que serão estudadas apenas na graduação profissional. Entre elas, temos: treinamento com pesos, esportes de aventura, treinamento desportivo e atividades físicas para grupos especiais. São matérias mais focadas em pessoas e visando o educador físico como um profissional do mercado de trabalho.

Os esportes são a base para que o curso de graduação em Educação Física exista. E como a essência da licenciatura é a sala de aula, disciplinas como treinamento com pesos são dispensadas, pois o foco são os esportes coletivos.

5. TCC e estágio supervisionado

Esses são dois tópicos obrigatórios na maioria dos cursos superiores reconhecidos pelo MEC. É no estágio que o aluno presenciará a realidade do profissional, e no TCC (Trabalho de conclusão de curso) haverá um direcionamento em relação ao que foi visto durante toda a graduação.

No bacharelado, o estágio acontece em academias ou espaços em que as pessoas procuram por melhorar seu condicionamento físico e, consequentemente, ter mais qualidade de vida. Já o estágio do licenciando acontece na escola, observando o dia a dia da sala de aula e do professor de Educação Física.

Onde o profissional de Educação Física pode atuar?

E então, já se decidiu entre bacharelado e licenciatura? Sabemos que não é uma decisão fácil, por isso, destrinchamos a grade de ambos os cursos para você conhecer melhor a profissão. De forma mais resumida, vimos que o profissional de Educação Física pode atuar no mercado de trabalho em academias e núcleos esportivos ou na sala de aula, como professor.

Não é só jogar bola e ir para a academia, não é mesmo? Essas são boas opções que o curso oferece, mas você pode escolher aquilo que mais lhe agrade, podendo ainda atuar na formação de crianças e adolescentes ou no mercado de trabalho, que, além de ser amplo, é uma ótima oportunidade para quem quer empreender na área.

Agora que você sabe tudo o que se estuda em Educação Física, que tal curtir nossa página no Facebook e ficar sempre por dentro dos melhores cursos da atualidade?

Baixar ebook

Educacao Fisica

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.