Design de Interiores

6 competências desenvolvidas na faculdade de arquitetura

Ana Flávia da Fonseca
18-04-2018 6:09

Escolher a faculdade que irá cursar não é, nem de longe, uma decisão fácil de tomar. Atualmente, temos diversos cursos ofertados por muitas instituições de ensino, sendo técnicos, tecnólogos, graduação, licenciaturas e bacharelados, uma infinidade de opções que, para pessoas indecisas, esse leque extenso mais atrapalha do que ajuda.

Uma dica para facilitar esse processo de decidir qual curso escolher é entender como funciona a grade curricular, quais são as matérias ofertadas, além de quais competências são desenvolvidas ao longo dessa trajetória.

Caso esteja indeciso, pois gosta de várias áreas e/ou cursos, o ideal é procurar o auxílio de um profissional para fazer o teste vocacional e, após esse procedimento, conseguir ter uma maior orientação sobre qual curso escolher, onde seu perfil se encaixa mais, visando a realização profissional, é claro.

Evidentemente, você poderá iniciar um curso e depois de um tempo não gostar mais dele e partir em busca de outro que te acolha melhor. Não é problema algum mudar de curso, é importante que você se sinta confortável com a competência profissional que terá depois de formado na área.

Para você que acredita que a faculdade de arquitetura é o seu perfil, acompanhe conosco essa leitura, pois falaremos sobre as competências que são desenvolvidas nesse curso.

6-competencias-que-voce-desenvolve-ao-longo-da-faculdade-de-arquitetura

1. Criar projetos bem elaborados

Na faculdade de arquitetura o aluno adquirirá conhecimentos para criar projetos bem elaborados, tanto feitos à mão quanto em programas próprios para desenhos. Faz parte do conhecimento das disciplinas ofertadas no curso: estudo de forma e objetos, aplicações em representações gráficas, maquetes, conservação e restauro, reconstrução, preservação e reutilização de conjuntos arquitetônicos.

Ainda, serão compreendidos durante o curso conceitos de hidráulica, elétrica e civil, funcionamento da infraestrutura e trânsito de espaços urbanos, resistência dos materiais, estabilidade das construções, condições acústicas, energéticas e climáticas para a viabilização de projetos.

Todos esses conhecimentos conquistados durante a faculdade, em conjunto com outros ensinamentos, darão aptidão para o aluno criar projetos arquitetônicos e urbanísticos muito bem elaborados.

2. Aceitar críticas

Será muito comum, durante e após o curso, receber críticas, principalmente a respeito dos projetos. Isso porque tanto seu professor quanto o seu cliente, criarão uma opinião em cima daquilo que estão vendo, solicitando modificações.

Então, com o passar do tempo, o aluno começa a aceitar melhor as críticas e entende que isso faz parte do seu crescimento profissional. Nem sempre as críticas são para te deixar com a autoestima baixa, e sim, justamente, para você enxergar de outro ponto de vista e amadurecer suas ideias.

Os cursos de arquitetura são repletos de oportunidades para entendimento de críticas, pois sempre haverá o feedback dos seus projetos, logo, é uma questão de tempo compreender a crítica construtiva sobre seu trabalho.

Baixar ebook

3. Administrar o tempo

É muito comum ouvir dos estudantes de arquitetura que passaram a noite em claro finalizando projetos. Isso pode acontecer por diversas razões, falta de gestão do próprio tempo ou pressão demais dos professores para o prazo de entrega, por exemplo.

Independente dos motivos é importante que o estudante saiba administrar seu tempo da melhor maneira, sabendo lidar com a pressão. Se, ao longo da universidade, o aluno conseguir aprender a priorizar suas tarefas e gerir seu tempo, enquanto profissional isso será de grande importância, pois já estará preparado para lidar com essas situações.

Ainda, será importante entender como é sua habilidade com prazos para poder repassar para os clientes de maneira que não acabe sacrificante a entrega de um projeto no tempo estabelecido.

4. Promover seu próprio trabalho

Como o trabalho do arquiteto envolve muito o lado criativo, além das metodologias aplicadas em um projeto, é muito importante o arquiteto saber promover seu próprio trabalho para as pessoas, mostrando suas habilidades e seu potencial.

Uma maneira de fazer propaganda de si mesmo é através do portfólio de projetos, mas, como isso é um trabalho que demanda tempo, o próprio profissional deverá saber a maneira mais interessante de descrever seus projetos para as outras pessoas, com o intuito de mostrar o seu melhor.

Além disso, conseguir descrever da melhor maneira, promovendo-se, passa autoconfiança, o que é importantíssimo para o mercado de trabalho. Se você consegue demonstrar confiança em si mesmo, já é um ótimo passo para seu futuro profissional.

5. Resolver problemas

6-competencias-que-voce-desenvolve-ao-longo-da-faculdade-de-arquitetura

Engana-se quem imagina que a profissão do arquiteto é apenas desenhar casas. Para além do desenho há muito estudo e pesquisa sobre solo, material, meio ambiente, antes que o projeto esteja em perfeitas condições para ser viabilizado.

Durante a faculdade de arquitetura o aluno será colocado frente a frente com situações de resoluções de problemas, aprendendo a observar por vários ângulos. Com isso ele coletará informações e estudará a melhor solução e análise de efeitos de tais escolhas.

Esse aprendizado sobre analisar o problema de vários ângulos é válido para além da arquitetura, pode ser levado para a vida.

6. Trabalhar com diversas profissões

O arquiteto está longe de ser um profissional solitário, isso porque, por diversas vezes, estará trabalhando com uma equipe de arquitetos ou com outros tipos de profissionais, pois é necessária muita mão de obra para que o projeto saia do papel.

Logo, aprender a trabalhar em equipe é um dos bônus a ser aprendido durante a faculdade de arquitetura e de maneira interdisciplinar — pensando que irá trabalhar com executivos, engenheiros, pedreiros. Então, ter uma boa relação e comunicação, sabendo ouvir e falar com outros profissionais será vital tanto para o projeto quanto para a construção de relações.

Além disso, é muito saudável vivenciar outras profissões e estar tão próximo a elas para ter outros pontos de vista e opiniões sobre o mesmo projeto. Lembre-se, há sempre um conhecimento a ser aprendido fora da nossa bolha.

A faculdade de arquitetura ensina competências que vão para além do curso e da criação de projetos, você não aprenderá a ser somente um bom arquiteto, mas um ótimo profissional em vários sentidos.

Gostou do post? Quer saber mais sobre esse e outros cursos, então, acompanhe nosso Facebook e fique por dentro de todas as nossas postagens.

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos