ENEM

O que estudar para o Enem? Descubra os pontos mais importantes

Mariana Brito
11-09-2017 7:42

O Enem ― Exame Nacional do Ensino Médio está chegando! Como estão os seus estudos? Para se sair bem na prova, que é requerida para diversos benefícios, além de valer como ingresso para algumas universidades brasileiras, é necessária muita preparação.

Antes de tudo, a dica é: leia muito e treine a sua interpretação de texto. O Enem é, por característica, uma prova interpretativa em que até as questões de exatas são formuladas para fazer o candidato exercitar o pensamento e a leitura. Por isso, investir nos exercícios de interpretação só vai ajudar.

Neste post, vamos falar sobre o que estudar para o Enem. Quer saber mais? Então continue a leitura!

o-que-estudar-para-o-enem-descubra-os-pontos-mais-importantes.jpg

Ciências Humanas e suas Tecnologias

Os conteúdos cobrados aqui são História, Geografia, Sociologia e Filosofia. As questões dessa prova giram em torno de temas como movimentos sociais, cidadania, características e problemas da nossa sociedade, situações das populações rurais, vida social e política, meio ambiente, entre outros.

Sempre sob um ponto de vista atual, o que significa que você deve acompanhar o noticiário do país para entender todas essas questões.

As questões de Filosofia e Sociologia exigem conhecimento específico. Já Geografia, apesar de cobrar aspectos sociais da distribuição geográfica do país, como urbanização, densidade geográfica, indústria e malha de transporte, também aplicará questões sobre hidrografia, vegetação e clima.

O que estudar, em tópicos:

  • História do Brasil;
  • Desenvolvimento social;
  • Contrastes sociais;
  • Geopolítica e o papel do Brasil no mundo;
  • Meio ambiente;
  • Migrações;
  • Situação econômica do Brasil e do mundo;
  • Política;
  • Grandes correntes filosóficas;
  • Cultura, tecnologia e internet e seus impactos sociais.

New Call-to-action

Ciências da Natureza

Essa prova concentra perguntas sobre Física, Biologia e Química. Temas ligados a mecânica newtoniana, transformações de energia, energia térmica, e eletricidade costumam integrar a parte de Física.

É uma prova bastante exata, mas assim como as outras, exige muita interpretação de textos e dados. As questões costumam vir acompanhadas por gráficos, e fazer a leitura deles com calma e cuidado pode auxiliar muito na solução das questões.

Normalmente as perguntas também envolvem situações cotidianas e próximas da vida do candidato, como contas de energia elétrica, propagação de ondas eletromagnéticas, energia térmica ou transformação de energia.

Já na parte de Química, o estudante deve acompanhar o programa de estudos do Ensino Médio. Matérias como estequiometria, termoquímica, liberação de calor de certos materiais, equilíbrios químicos são frequentes no Enem. Na parte de Química Orgânica é necessário estudar o reconhecimento das funções orgânicas.

Por fim, na prova de Biologia você deverá responder questões de ecologia, processos de evolução, fisiologia e genética. Nos jornais e noticiários, fique de olho em assuntos como sustentabilidade, desmatamento, poluição, aproveitamento da água, energia, destinação do lixo e aquecimento global. Estes temas costumam aparecer nas provas, exigindo conhecimentos específicos do candidato.

O que estudar, em tópicos

  • Ecologia;
  • Genética;
  • Citologia;
  • Fisiologia humana;
  • Estequiometria;
  • Termoquímica;
  • Radioatividade;
  • Funções orgânicas;
  • Oxidação;
  • Equilíbrio químico;
  • Mecânica;
  • Energia;
  • Eletricidade.

Linguagens, códigos e suas tecnologias

Nessa prova são exigidos conhecimentos de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Literatura e Expressão. Não esqueça que é no dia dessa prova que a redação é aplicada. Ou seja, você deve ir preparado para muita leitura e escrita.

Na parte de Português, foque em estudos sobre interpretação de texto, gêneros textuais, desambiguação, síntese e resumo. Já nas questões de idioma estrangeiro, que pode ser Inglês ou Espanhol, foque na interpretação de textos.

Lembre-se de que para ler corretamente em outro idioma você deve conhecer um grande número de vocábulos, além de entender as estruturas frasais. Por isso, reforce os seus estudos de gramática no idioma escolhido. Porém, comparada à prova de Língua Portuguesa, a exigência costuma ser um pouco menor.

Os movimentos literários de Língua Portuguesa devem ser estudados. Isso mesmo: o Enem não cobra somente autores brasileiros. Escritores portugueses e moçambicanos, por exemplo, apareceram em provas nas últimas edições.

Especialistas em Enem ainda lembram a importância de estudar as relações entre os movimentos literários e seus equivalentes artísticos em outras áreas, como a pintura e a música. Como, por exemplo, a Semana de 22, que deu origem ao modernismo literário e também teve repercussões nas artes plásticas.

Essa prova ainda contempla questões sobre manifestações artísticas atuais e expressão mediada pela comunicação. Você deve estudar os movimentos urbanos, coletivos de arte, grafite, e também o uso da internet.

O que estudar, em tópicos

  • Gêneros textuais;
  • Norma culta;
  • Gramática;
  • Semântica;
  • Literatura contemporânea;
  • Clássicos da literatura de língua portuguesa;
  • Literatura e as outras artes.

Matemática

o-que-estudar-para-o-enem-descubra-os-pontos-mais-importantes.gif

As perguntas dessa disciplina são baseadas no conteúdo do último ano do Ensino Fundamental e do primeiro ano do Ensino Médio. Função pode aparecer, exigindo a solução de expressões, por exemplo.

Progressão aritmética (PA) e progressão geométrica (PG) também aparecem, por isso é necessário reforçar os estudos destes conteúdos. Questões de grandezas, como cálculos de inversamente proporcionais ou diretamente proporcionais, também aparecem e costumam ser solucionadas como uma regra de três. Porcentagem é incluída na prova em questões de matemática financeira. Equações de primeiro e segundo grau, trigonometria, cálculo de áreas, por fim, também apareceram no Enem, com frequência, nas últimas edições.

Como já mencionamos, até na prova de Matemática o Enem demanda interpretação de texto. Normalmente, você terá um problema matemático relacionado a alguma situação cotidiana, como cálculo de preços, por exemplo. Portanto, redobre a atenção na leitura do enunciado, que pode conter informações que façam diferença no resultado. Pelo perfil mais relacionado a Exatas desta prova, é comum o candidato focar-se muito nos números e não atentar-se para detalhes que podem influir na solução final.

O que estudar, por tópicos

  • Regra de três e proporção;
  • Trigonometria;
  • Progressão aritmética e geométrica;
  • Funções;
  • Grandezas;
  • Álgebra.

Não se esqueça, também, de:

  • Distribuir seus estudos, dedicando um dia específico para cada matéria;
  • Criar uma rotina de revisão, que pode ser diária, para fixar os conteúdos;
  • Conversar com outros estudantes e compartilhar dúvidas, afinal, você pode aprender com os questionamentos dos outros;
  • Fazer as provas dos anos anteriores, como exercício. Cronometrar o tempo, de acordo com a duração prevista (4h30 no primeiro dia, 5h30 no segundo);
  • Desacelerar o ritmo de estudos nos dias de véspera das provas. Um candidato descansado consegue se sair melhor na prova.

Sabendo exatamente o que estudar para o Enem, sua rotina fica mais organizada e você pode priorizar revisões e reforços, que são importantes naquelas disciplinas em que você tem menos facilidade.

Quer saber mais sobre o universo do Enem, dicas de preparação e conteúdos especiais? Então curta a nossa página no Facebook!

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos