Gestao de Recursos Humanos

Novas práticas de gestão de pessoas: entenda o que são OKRs

Ana Flávia da Fonseca
19-03-2018 8:47

Você está por dentro das novas práticas de gestão de pessoas? Conhecê-las pode ser um grande diferencial no mercado de trabalho. Os OKRs, por exemplo, são capazes de transformar a cultura da organização, ao mesmo tempo em que integram e motivam os colaboradores.

Caso você ainda não conheça esse método, nós teremos o prazer de apresentá-lo. Fique com a gente e descubra!

novas-praticas-de-gestao-de-pessoas-entenda-o-que-sao-okrs.jpg

O que são OKRs?

OKRs é uma sigla derivada do inglês que significa Objectives and Key Results. Na tradução, podemos compreendê-la como objetivos e resultados-chave. Ao fazermos a divisão dos termos, entendemos que:

  • Os objetivos representam as metas que você quer alcançar;
  • Os resultados-chave, por sua vez, definem a maneira de avaliar se você está no caminho adequado para atingir tais metas.

Portanto, essa ferramenta consiste em uma das novas práticas de gestão de pessoas que definem os propósitos de uma empresa — aonde ela quer chegar — e quais os passos que podem ser medidos para avaliar o progresso do objetivo estipulado.

Esse método difere-se de outros mais tradicionais por conta da frequência em que ele é definido, medido e reavaliado. Geralmente, a cada três meses, as equipes conferem todos os indicadores (resultados-chave) e decidem se devem continuar no caminho estabelecido ou se é hora de mudar o foco das ações inicialmente pensadas.

Para ser bem-sucedido, é interessante que os OKRs sejam bem divulgados e que todos os colaboradores da organização estejam engajados com eles. Com isso, é possível que, de forma global, os colaboradores caminhem na mesma direção.

A prática surgiu em 1999 com a Intel, mas rapidamente se espalhou entre as empresas do Vale do Silício. A gigante Google adotou o método logo no ano de sua criação, o que foi uma escolha acertada: a instituição cresceu muito, passando de 40 para 60.000 funcionários, entre aquela época e hoje. Walmart, LinkedIn, Spotify, ING Bank e Twitter também são corporações que apostaram nas OKRs.

New Call-to-action

Como os OKRs são aplicados?

O primeiro ponto que você deve ter em mente é que OKRs eficientes são: simples, curtos e fáceis de memorizar. Eles também não precisam ser formais ou chatos. Vale usar gírias, diminutivos e aumentativos, apelidos de equipamentos e outros termos que a sua criatividade permitir.

Abaixo da meta, relacione os resultados-chaves que farão parte dela — seja objetivo e nada de exagerar na quantidade. É importante destacar que eles devem vir acompanhado de um número que seja possível avaliar. Veja os exemplos abaixo para o setor de Recursos Humanos (RH):

  • Objetivo: contar com os melhores profissionais do mundo

Resultado-chave 1: realizar dois treinamentos para cada área.

Resultado-chave 2: reduzir a taxa de faltas para 2%.

Resultado-chave 3: diminuir o turnover para 3%.

  • Objetivo: tornar as equipes “engajadonas” com as ações da empresa

Resultado-chave 1: garantir que 100% dos funcionários respondam a pesquisa de satisfação.

Resultado-chave 2: aumentar o número de feedbacks por pessoa em dois.

Resultado-chave 3: ter, no mínimo, 30 funcionários presentes na ação social.

Os OKRs podem ser adaptados conforme a realidade cada empresa, sendo necessário, apenas, seguir algumas diretrizes. Separamos, abaixo, quais são elas.

Agilidade

Os objetivos da empresa devem ser definidos em períodos curtos — e não nos tradicionais planejamentos anuais. Os ciclos trimestrais são os mais comuns. Dessa forma, é fácil avaliar e, se necessário, aplicar modificações para que a conclusão de um objetivo não seja prejudicada.

Descomplicação

Os textos das OKRs precisam ser claros e fáceis de entender. Por meio de uma rápida leitura, os colaboradores devem compreender o propósito estabelecido.

Além disso, é preferível desdobrar uma meta complexa em várias menores do que mantê-la na forma original. Assim, esforços são direcionados em cada etapa e os times ficam motivados com as conclusões parciais.

Transparência

A integração de toda a empresa no cumprimento das OKRs é um dos pontos principais do método. Portanto, as metas individuais e coletivas, bem como o desenvolvimento delas, precisam ser públicas — sobretudo as dos gestores, os quais devem dar o exemplo.

Metas bidirecionais

A definição dos objetivos da empresa funciona da seguinte forma: presidentes, gestores e diretores estabelecem as metas macro e a maior parte das OKRs, 60%, são fixadas por meio das contribuições dos funcionários.

Com isso, há maior envolvimento das equipes com o que a empresa espera para o futuro, sentido de pertencimento, motivação e ideias criativas para o desenvolvimento da instituição. Com essa prática, o empregado tem voz.

Desafios

novas-praticas-de-gestao-de-pessoas-entenda-o-que-sao-okrs.gif

Os objetivos devem representar certo grau de desafio para a empresa. Se todas as metas são cumpridas com facilidade, significa que a complexidade delas pode aumentar.

Não entenda errado: nada de OKRs impossíveis. Contudo, eles devem estimular os times a darem o melhor, incluindo a aplicação de soluções inovadoras para alcançarem as metas.

Cabe ressaltar que as recompensas financeiras não fazem parte dessa ferramenta. Aqui, a ideia é estimular a participação e o envolvimento sem o receio de que o empregado poderá não ganhar determinada bonificação se assumir um OKR complexo.

Como o método auxilia a equipe de gestão de pessoas?

O setor de gestão de pessoas, por meio de seus próprios OKRs, conseguirá manter o foco para gerar grandes resultados. Com isso, será possível alcançar índices favoráveis para a empresa, incluindo alta taxa de atratividade em processos seletivos, baixo turnover e maior retenção, melhoria no clima organizacional e mais capacitações de acordo com as necessidades dos profissionais.

Os OKRs permitirão que o setor conte com o apoio dos demais empregados, já que as metas são compartilhadas: todos unidos no mesmo propósito. Há a conscientização de que não é possível fazer tudo sozinho e, uma vez que toda a corporação estará bem alinhada com os objetivos, será fácil explorar as habilidades de cada um para conseguir alcançar os alvos estipulados.

Há também mais motivação entre os colaboradores, que se sentem parte efetiva do negócio, opinando e contribuindo para os resultados da organização. Ao saber aonde a empresa vai chegar, o trabalho é encarado de forma diferente, com uma visão positiva em relação ao futuro.

Os OKRs são recursos precisos que auxiliam no sucesso dos negócios. Como estudante, é fundamental que você procure aprender sobre as novas práticas de gestão de pessoas presentes no mercado e se qualifique como um profissional completo, pronto para dar um show quando chegar a hora de exercer a sua profissão.

E ai? O que achou do artigo? Gostaria de aprender mais? Então, para ter acesso a todas as novidades que produzimos, não deixe de curtir a nossa página no Facebook. Esperamos você por lá!

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos