ENEM

Nervosismo no Enem: veja como se preparar

Mariana Brito
13-06-2018 7:10

Passar por aquele famoso nervosismo no Enem é uma das piores coisas que podem acontecer ao aluno, pois a tensão é capaz de afetá-lo a ponto de inibir a criatividade na hora de escrever a redação, manifestar o “branco” aparentemente interminável, conduzi-lo à desatenção e a equívocos ao assinalar respostas — ou pior, todos os sintomas juntos.

Se você vem temendo que tamanho aperto aconteça e comprometa o seu desempenho na prova, saiba que a preocupação é natural, e mais: existe uma solução para coibir o nervosismo no Enem. O melhor de tudo é que você nem precisa consultar um médico ou psicólogo!

Logo, pelo fato de que a solução não está, necessariamente, na medicina, o segredo está no modo como o estudante se prepara, seja mental, seja fisicamente. Felizmente, hoje temos uma vasta gama de práticas úteis, de eficácia comprovada, a qual irá auxiliá-lo na contenção do nervosismo.

Neste artigo, tivemos o cuidado necessário para selecionar 7 dessas práticas, considerando os esforços exigidos pelas baterias de testes do Enem, as quais nós abordaremos, logo abaixo!

nervosismo-no-enem-veja-como-se-preparar-unipê

1. Organize o seu tempo

Seja você um estudante do Ensino Médio, seja uma pessoa com bagagem de experiência maior, geralmente, são muitas as coisas que precisam ser conciliadas com os estudos. Portanto, organizar o tempo é essencial, de modo que você, no auge da motivação, reserve pelo menos 1 hora diária para estudar.

Mesmo que você queira reservar um tempo maior, de 2 a 3 horas diárias, vale destacar que o cansaço influencia substancialmente no desempenho, portanto, antes estudar alguns minutos a menos, porém bem estudados, do que passar horas se sacrificando à toa, já que o conteúdo não será completamente memorizado.

2. Monte um ambiente apropriado para estudos

Tanto quanto o cansaço, a distração é um problemão na hora de estudar, e o pior: é bastante recorrente; visto que ela pode vir da rua, do vizinho ou até mesmo da família — quando há um bebê dentro de casa, por exemplo, a desconcentração é inevitável. Quando não há como todos colaborarem procure estudar nos horários mais pacíficos ou, se possível, estude numa biblioteca.

Mas e quando a distração parte de si próprio? Digamos que o momento de estudar implica evitar as coisas que mais gosta de fazer. Sendo assim, faça uma limpeza na área de trabalho do computador, como se nele não houvesse jogos e redes sociais, e mantenha o smartphone desligado. Tenha foco!

New Call-to-action

3. Elabore um plano de estudos

O nervosismo no Enem é um sintoma típico de quem não estuda de maneira organizada. Por exemplo, dedica tempo demasiadamente em determinados conteúdos e disciplinas, acabando por ignorar outras matérias em que se tem dificuldade para dominar.

Ser estratégico nos estudos é um requisito importante, o qual consiste na criação de um cronograma com metas, diversificando as disciplinas e classificando-as em ordem de prioridade, aumentando as chances de aprender conteúdos que se mostrarão fundamentais durante a prova.

4. Faça simulados utilizando provas anteriores

Uma das melhores práticas para evitar o nervosismo no Enem é adquirir noção de como funciona a prova. Nesse sentido, o ideal é passar por diversas simulações, prevenindo-se das desagradáveis surpresas que fazem parte de provas desse tipo.

Recomendamos, portanto, que insira no seu cronograma de estudos um simulado, podendo este ser realizado semanalmente ou a cada 15 dias, conforme você preferir, pois estará colocando em prática o que você estudou; ao mesmo tempo em que identifica aspectos relevantes da prova.

5. Invista em aulas de redação

Não é novidade que a redação é uma parte crucial da prova e, consequentemente, muito do nervosismo no Enem é decorrente da produção de texto. A realidade é que nem todos gostam de escrever, às vezes por insegurança quanto as capacidades técnicas, ou não conseguir colocar a criatividade pra funcionar — em muitos casos, o problema é, propriamente, não gostar de escrever.

Temos duas recomendações quanto à redação. A primeira delas compete aos que se enquadram nos casos acima: busque por algumas aulas de redação, ao menos para aprender a estruturar o texto, deixá-lo coeso e imune à maioria dos erros gramaticais e ortográficos. A segunda dica é para quem gosta de escrever: busque sempre a perfeição para surpreender positivamente a banca examinadora.

nervosismo-no-enem-veja-como-se-preparar-emocionalmente-para-o-exame

6. Atente às atualidades

Se há um tema que não deve ser ignorado é o de atualidades, tampouco este deve ser negligenciado ou procrastinado. Isso porque ele pode levá-lo a conquistar pontos preciosíssimos e, para a tristeza dos mais afoitos — que deixam para estudar em última hora —, é quase impossível estudar atualidades de uma só vez; é um processo contínuo.

O que isso significa? Não por via de regra, mas é imprescindível que o estudante fique inteirado do que acontece no mundo com antecedência, passando a acompanhar os principais portais de notícias (dica: colete as fontes dos enunciados das provas anteriores), leia revistas que abordem temas como política e economia, acompanhe os noticiários etc.

7. Tenha uma boa noite de sono na véspera

Por fim, um dos pontos mais determinantes para coibir o nervosismo no Enem é o desenvolvimento de hábitos saudáveis que envolvam a alimentação — sobretudo às vésperas do dia da prova — e descanso. Supondo que o seu relógio biológico esteja irregular, ou seja, você está madrugando todas as noites, é recomendado que passe a regulá-lo meses antes da prova, de modo que não seja um sacrifício dormir cedo na hora H.

Outro fator importante é a questão de estudar pouco antes da prova, um ato de pleno desespero que, infelizmente, a maioria dos estudantes acaba praticando. O ideal é que você não precise estudar na véspera; na verdade, a dica é relaxar bastante, praticar atividades que o ajudam a descontrair, eliminando a tensão que tende a aparecer nas horas que antecedem a prova.

Ao seguir todas as 7 dicas abordadas no conteúdo, temos a certeza de que o nervosismo no Enem não terá forças para se manifestar — o que será meio caminho andado para a realização de uma ótima prova.

Para aprender mais sobre como lidar com os desafios relativos a vestibulares, Enem e carreira profissional, curta a nossa página no Facebook e receba as próximas publicações na timeline.

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos