BLOG DA GRADUAÇÃO

Inventando Moda com 3 ícones que fizeram história

Postado por Victoria Fernandez

Não é de hoje que a moda, ferramenta poderosa de comunicação, desperta interesse e fascínio. Por meio de seus conceitos é possível se reinventar, contar histórias, estilizar. A moda evoluiu tanto nos últimos anos que ganhou status e fama.

O seu universo é envolto por tantas possibilidades e oportunidades que, para trabalhar com moda, já não é necessário talento nato para desenho ou beleza exótica para modelar. A cadeia produtiva é extensa e a velocidade de informação é tão grande que permite ao profissional se enquadrar com facilidade.

Interferência de moda = Fascínio

Mais interessante do que acompanhar o processo de produção de moda, é ter a possibilidade de ver e viver toda a sua interferência no nosso dia a dia. É fascinante! Moda é comunicação e expressão. Várias personalidades ao longo de décadas nos exemplificaram isso muito bem: mulheres que souberam usufruir e manipular a moda em seu favor, deixando um legado de estilo e personalidade. Estamos falando delas:

Ícones da Moda

Coco Chanel

Foi ela quem rompeu com a elegância opulenta e prática da Belle Époque e inaugurou a era do casual e confortável. Chanel foi uma revolucionária, libertando a mulher nos anos 20 daqueles trajes super rígidos do final do século XIX. Uma das suas características marcantes foi criar uma moda simples e elegante.

Guia prático para os futuros estudantes de Design de Moda

O Estilo que Chanel criou perdura até os dias atuais: os botões dourados, broches, o famoso pretinho básico lançado em 1926 que até hoje reina nos guarda-roupas femininos, o corte de cabelo, que ficou conhecido com o seu nome, o sapato bicolor com bico arredondado, a bolsa com alças de corrente dourada, o perfume CHANEL Nº 5 (hoje o perfume mais vendido no mundo), e os colares de pérolas falsas são, com certeza, estilos que ficaram eternizados.

Ícones da Moda

Amy Winehoue

Talvez Amy seja a referência menos óbvia e a mais perturbadora. Seus méritos artísticos são inquestionáveis no mundo inteiro, não só por sua potência vocal, mas também por sua atitude irreverente e polêmica.

Amy emplacou em um momento onde o mix de referências e releituras era moda. Era considerada uma diva urbana e ficou caracterizada por um penteado inspirado na década de 1960. Sua maquiagem lembrava, ao mesmo tempo, cantores de rock e uma mulher sedutora. Parecia ter múltiplas facetas e muitas vezes foi julgada por aparentar uma conduta "fake". Não era. Pelo contrário. O trágico fim não foi capaz de ofuscar sua história.

Ícones da Moda

Mia Wallace

Ela não é real, mas com certeza habita o imaginário de muita gente, a começar pelo o do seu criador, Quentin Tarantino, que eternizou, na pele de Uma Thurman, um estilo para uma geração inteira.

Mia aparece em menos de um terço do filme, mas sua presença foi tão forte, que é, ainda hoje, 20 anos depois, frequentemente lembrada e copiada. Uma camisa branca, uma calça capri preta, um sapato preto, um corte de cabelo curto com franja e um esmalte impactante, somados a uma personalidade sexy, provocativa e um jeito desgovernado de dançar, foram os ingredientes que fizeram Mia Wallace conquistar vários corações.

Mesmo com tantos valores intangíveis, não podemos esquecer que a moda é uma indústria que movimenta milhares de dólares no Brasil e no exterior, e que é um setor responsável por gerar muitos empregos, já que o Brasil possui o 5º maior parque têxtil do mundo!

Vale ou não a pena inventar essa moda? Compartilhe com a gente se você ainda tem dúvidas sobre a área e continue acompanhando as novidades sobre o universo da moda aqui no nosso blog!

Guia prático para os futuros estudantes de Design de Moda

Design de Moda

Victoria Fernandez

Victoria Fernandez

Victoria é natural da Argentina e se diz muito apegada à sua raiz. Veio para Recife com os pais aos 8 anos de idade e lá se graduou em Design de Moda pela Faculdade Boa Viagem – FBV e se tornou mestre em Design pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, onde passou a pesquisar a relação: Moda e Fabricação Digital no contexto Fab Lab.