BLOG DA GRADUAÇÃO

Em que momento do curso de medicina se escolhe a especialização?

Fazer o curso de Medicina em uma ótima faculdade é o sonho de muitos jovens. Curar doenças, realizar cirurgias complexas e atuar no cuidado de pacientes são situações muito mais reais do que as de seriados de televisão.

O que causa uma satisfação inicial pode se transformar em um momento de ansiedade quando se torna necessário escolher a especialização à qual se dedicará para o resto da vida.

Por isso, se você está ansioso para escolher a especialização e não sabe a hora de tomar essa decisão, leia este artigo que vai ajudá-lo a clarear as ideias. Acompanhe!

em-que-momento-do-curso-de-medicina-e-hora-de-escolher-a-especializacao.jpg

Uma especialização dentre várias existentes

Escolher uma especialização é uma tarefa difícil devido à diversidade de opções no curso de Medicina. Naturalmente, é possível contar com as especializações já consagradas como a ginecologia, obstetrícia, clínica médica e cirurgia cardiovascular.

Porém com a modernização das técnicas cirúrgicas, invenções tecnológicas de equipamentos clínicos e aprofundamento dos conteúdos médicos, atualmente pode-se vislumbrar outras opções, como neurocirurgia oncológica, medicina fetal, radiologia intervencionista, neurologia pediátrica, dentre outras.

Para tomar a decisão acertada estude profundamente as especializações que despertam seu interesse, as formas de atuação desse profissional, o valor médio de remuneração de cada segmento e as principais demandas nas regiões brasileiras.

As especializações com maior demanda na atualidade

Para amenizar a ansiedade da escolha é importante verificar quais são as especializações que estão em franca expansão. Nesse sentido, uma forma de decidir é verificar os cursos que estão sendo mais procurados.

Se você pensa em se realizar profissionalmente e cuidar de pessoas sem se preocupar necessariamente com ganhos financeiros imediatos, as especializações de medicina da família, geriatria e pediatria são as grandes apostas.

Os profissionais especialistas em medicina da família atuam na atenção básica identificando enfermidades e prevenindo complicações graves, além de fazer um acolhimento humanizado e voltado para as necessidades da população carente.

Os pediatras precisam compreender as doenças e complexidades de terapias para recém-nascidos até crianças que estejam entrando na puberdade. E os geriatras atendem perfis bem distintos de idosos que vão desde os mais debilitados até os que praticam esportes radicais.

Acessar material!

As especializações com maior retorno financeiro

Agora se o desejo for de um retorno financeiro rápido para justificar o investimento no curso de Medicina, as opções em alta são a dermatologia, cirurgia plástica, ginecologia, psiquiatria forense, perícia médica, dentre outras.

Com os conhecimentos mais aprofundados da fisiologia da pele e das técnicas para tratar problemas estéticos que incomodam muitas pessoas, essa especialidade vem ganhando espaço muito maior que o tratamento de micoses.

Os dermatologistas podem indicar tratamento rejuvenescedor, aplicar toxina botulínica, fazer preenchimento labial e outros procedimentos conforme o desejo e a condição financeira dos clientes. Em um tempo em que a vaidade e a autoestima elevada são fatores decisivos para iniciar um procedimento, nada melhor que instruir o paciente para ter um rosto e corpo harmônicos.

A cirurgia plástica também apresenta esse propósito estético, porém atua também na correção de imperfeições faciais e corporais causadas por doenças graves. Alguns profissionais se arriscam em lugares brasileiros pouco explorados e costumam se tornar referência.

A psiquiatria forense é outra área em alta. Isso porque muitos jovens se encantam com os seriados de TV nos quais personagens desse ramo avaliam os assassinos em série e tentam entender o que se passa em sua mente.

Com a perícia médica, os profissionais avaliam as causas de mortes violentas, desvendam os tipos de traumas ou possíveis intoxicações e elaboram um parecer decisivo nos processos judiciais.

Os fatores que influenciam na escolha

Para escolher a especialização que será a concretização dos seus sonhos é importante avaliar os fatores atuais e os financeiros mencionados anteriormente. Depois disso é necessário conhecer a si mesmo.

Saber quais são as suas vontades, o que não gosta de fazer e como se sentiu em algumas aulas é um primeiro passo. Alguns profissionais gostam de lidar com pessoas carentes e querem contribuir para a melhoria da saúde pública.

Outros estudantes preferem avaliar diagnósticos baseados em exames, são mais tímidos e preferem trabalhar sozinhos em seus laboratórios. Nesse contexto se encaixam os médicos patologistas e radiologistas.

Alguns médicos preferem dar palestras e estão sempre estudando, nesse caso uma carreira acadêmica pode ser uma opção.

Por isso, comece analisando seus interesses, sua personalidade, peça orientação dos professores e troque experiências como outros profissionais. Por fim, saiba que na Medicina é possível fazer novas escolhas de especializações.

Qual o momento certo para escolher?

O momento certo para escolher a especialização é ao final do curso. Nesse período já é possível avaliar todas as opções, analisar o amadurecimento pessoal e pensar nas possibilidades futuras.

Sabendo adequadamente como será o trabalho escolhido é importante conhecer as instituições que oferecem residência na área escolhida, os critérios para seleção e se dedicar integralmente à prova.

Também é fundamental fazer contatos profissionais e networking para garantir uma vaga no mercado de trabalho após a residência. Não se esqueça de avaliar sempre as novas demandas dentro da especialidade para se destacar na sua área de atuação.

Procure também cursos de acolhimento e humanização do paciente, gerenciamento de estabelecimentos de saúde, gestão de pessoas e outros cursos não específicos da área. Isso garantirá uma formação clínica, gerencial e humanística, transformando o estudante em um profissional mais completo.

O curso de Medicina oferece muitas opções de especialização e você precisa avaliar qual é a que melhor se encaixa ao seu perfil. Para isso devem ser consideradas a sua personalidade, as especializações mais rentáveis e as que estão em alta. Além disso, conheça a localidade onde exercerá suas atividades para saber se a sua escolha é condizente com as necessidades da população.

O momento certo é você quem vai saber, mas para tomar essa decisão esteja preparado por meio de estudos, troca de experiências com profissionais da área e muita vontade de arriscar. Caso não se adapte a essa especialidade, tenha força de vontade e comece o processo novamente para ser feliz na profissão.

E você, já sabe qual especialização do curso de Medicina vai escolher? Nossas dicas poderão ajudar na sua decisão! Por isso, continue conosco, curta agora nossa página no Facebook e acompanhe nossas novidades.

Baixe grátis o seu e-book!

Medicina

Arlindo Monteiro de Carvalho Júnior

Arlindo Monteiro de Carvalho Júnior

Graduado em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB com Residências Médicas em Cirurgia Geral – HRT/FHDF e Urologia – HSE/RJ. É mestre em Urologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e doutor em Medicina pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

MAIS LIDOS