Gestao Publica

Descubra quais são as principais áreas de atuação da gestão pública

Mariana Brito
21-03-2018 9:30

É importante que o gestor público entre em cena para dar andamento a projetos e desenvolver políticas governamentais que possam manter o bem-estar social e ainda conter gastos. O que muita gente não sabe é que as áreas de atuação da gestão pública são bem amplas, indo muito além da administração.

Sabemos que o Brasil vem enfrentando nos últimos anos uma crise econômica e política, o que impacta diretamente nos recursos estatais e, claro, na vida de toda a população. Em cenários assim, fica ainda mais evidente a importância de uma boa gestão pública — e como há muitas especificidades, quem sonha em seguir carreira em órgãos governamentais precisa se tornar especialista no assunto!

No post de hoje, nós vamos te contar um pouco mais sobre essa profissão tão relevante, as principais funções e habilidades do gestor público e quais são suas áreas de atuação. Continue acompanhando e saiba mais!

descubra-quais-sao-as-principais-areas-de-atuacao-da-gestao-publica.jpg

O que é a gestão pública?

Como adiantamos nas linhas acima, a gestão pública é uma área de extrema importância e relevância social, visto que a atuação desse profissional tem impacto direto no Estado e na vida de todas as pessoas.

Por esse motivo, a profissão exige dedicação, senso de responsabilidade, ética e integridade — afinal, na maior parte das vezes, você estará lidando com recursos do governo.

Apesar de conter a palavra “pública” no nome, a área também serve a ONGs (Organizações não Governamentais) e empresas do setor privado que sejam de interesse do Estado. Porém, o mais comum é o gestor trabalhar em instituições públicas.

Quais as áreas de atuação da gestão pública?

O curso de Gestão Pública mescla conhecimentos das Ciências Humanas e Gerenciais, já que as funções do gestor abrangem, principalmente, áreas como Recursos Humanos, Finanças e, claro, Políticas Públicas.

Nas instituições públicas, o gestor poderá atuar em diversos órgãos do governo, como secretarias municipais e estaduais, ministérios, tribunais etc.. Quanto aos setores, o campo de atuação também apresenta uma boa variedade de áreas: educação, saúde, transporte, segurança, saneamento, habitação, jurídica, dentre outras possibilidades.

As carreiras mais buscadas por quem se forma na área de gestão pública são as do serviço público. Na maioria das vezes, isso implica na necessidade de prestar concursos públicos, o que exigirá, além do curso, muito estudo e preparo.

Lembre-se sempre de que, apesar de as funções serem parecidas, é muito importante conhecer os cargos e áreas do concurso que você pretende prestar. Assim, você atuará em algo que realmente se identifique e suas chances de realização profissional serão bem maiores.

New Call-to-action

Como é o mercado de trabalho para essa carreira?

Muito se engana quem conserva aquela velha imagem do funcionário público metódico e burocrático. Atualmente, assim como ocorre nas empresas e organizações privadas, os órgãos públicos precisam de profissionais dinâmicos e criativos. O senso de empreendedorismo é uma tendência no mercado e também tem seu lugar na Gestão Pública.

O mercado para a profissão é promissor, garantindo carreiras estáveis e remunerações bem superiores à maioria dos cursos relacionados à Gestão, Administração e Finanças.

Os salários iniciais para cargos de nível superior específicos para os graduados em Gestão Pública gira em torno de R$3.500,00. Esse montante pode chegar a R$11.000, dependendo do órgão em que o profissional atua e seu cargo dentro da instituição.

Vale lembrar que, nos cargos públicos, os salários crescem de acordo com o tempo de casa do profissional, o que significa que esses valores aumentarão gradativamente ao longo da sua carreira.

As melhores oportunidades de emprego para o egresso do curso estão na região Sudeste do país, especialmente nas capitais estaduais (nas quais estão as sedes dos governos dos estados) e na capital federal.

Quais são as habilidades necessárias para a profissão?

descubra-quais-sao-as-principais-areas-de-atuacao-da-gestao-publica.gif

Também já mencionamos neste artigo que uma das principais características de um bom gestor público é o senso de responsabilidade e a integridade diante dos recursos públicos. Mas, além disso, existem outras habilidades indispensáveis para o sucesso na profissão.

Ao longo do curso, você aprenderá técnicas voltadas para:

  • Gerenciamento e planejamento tanto de projetos quanto de equipes;
  • Desenvolvimento de uma visão estratégica para a busca de soluções em políticas públicas;
  • Elaboração de projetos de políticas públicas que solucionem questões e gerem bem-estar e valor para a sociedade.

Para isso, é essencial desenvolver habilidades como: organização; inovação e espírito criativo; boa capacidade estratégica e visão ampla para encontrar soluções. Além do mais, também é preciso:

  • Saber trabalhar em equipe, ser um bom líder e delegar tarefas — visto que, quase sempre, as tarefas envolvem mais de uma pessoa ou, até mesmo, setores diferentes;
  • Conhecer bem as leis, pois a gestão pública exige que o trabalho seja feito de acordo com a legislação;
  • Saber lidar com a burocracia dos processos que, muitas vezes, pode ser bastante exagerada.

E por fim, mas não menos importante, tenha em mente que o profissional que escolhe atuar em cargos públicos também precisará trabalhar com as restrições orçamentárias do Estado.

No setor privado, por exemplo, é possível pensar em estratégias para arrecadação de mais dinheiro — o que não ocorre no setor público, que trabalha com orçamento limitado. Isso exige mais preparo e eficiência por parte do profissional, que terá que otimizar os recursos disponíveis e alcançar os objetivos necessários.

Como é a graduação tecnológica em gestão pública?

Antes de qualquer coisa, vamos te explicar o que é o curso de graduação tecnológica. Veja bem: assim como os bacharelados e licenciaturas, esse tipo de graduação é um curso de formação superior e seu diploma é válido em todo o território nacional — desde que seja cursado em uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

A principal diferença está na duração: enquanto as licenciaturas e bacharelados duram de 8 a 10 períodos (cerca de 4 ou 5 anos), a graduação tecnológica costuma ter apenas 4 períodos (ou 2 anos de duração). Além disso, seu enfoque é mais prático, visando preparar o aluno para a atuação no mercado de trabalho.

A graduação tecnológica em gestão pública tem como foco princípios administrativos, mas diferentemente do curso de bacharelado em Administração, aborda técnicas específicas de gestão e a legislação do setor público.

No curso de gestão pública, o aluno aprenderá a compreender os cenários econômico, político e legislativo; formular e planejar projetos e políticas públicas; lidar com novas tecnologias favoráveis à gestão pública e buscar novas soluções para os problemas do dia a dia do gestor.

Para quem visa prestar concursos públicos, o título de tecnólogo em gestão pública é válido para cargos que têm exigência de nível superior. Além disso, você ainda sairá na frente dos concorrentes por estar mais bem preparado para as provas.

A carreira de um gestor público envolve muita responsabilidade e comprometimento. Além dos retornos financeiros e profissionais — como bons salários, benefícios e estabilidade no emprego —, quem escolhe trilhar pelas diferentes áreas de atuação da gestão pública também tem como recompensa a certeza de estar contribuindo para o desenvolvimento social e bem-estar de toda a população.

E então, curtiu as informações do nosso post? Quer ficar sempre por dentro dos nossos conteúdos? Então curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma atualização aqui do blog!

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos