BLOG DA GRADUAÇÃO

Descubra quais são as principais áreas da fisioterapia

Postado por Maria Elma

A Fisioterapia, assim como a maior parte das formações, possibilita ao profissional atuar em uma série de locais diferentes, realizando funções extremamente específicas. O que pode desencadear indecisão em muitos, acaba sendo uma oportunidade para outros.

Afinal, hoje em dia, quanto mais especializado e capacitado é um profissional, mais qualificado ele está para o mercado de trabalho, podendo se tornar referência naquele assunto. Isso acontece porque as áreas da Fisioterapia são muitas, mas a demanda também é grande.

Um profissional formado em Fisioterapia pode fazer de tudo um pouco: trabalhar com esportes, cuidar de pessoas que sofreram acidentes, auxiliar em atividades rotineiras em academias e até mesmo trabalhar com terapia.

As opções são várias! Por isso, preparamos um guia básico com as áreas de atuação que mais fazem sucesso no momento, para que você possa se situar um pouco melhor. Quem sabe você não descobre até mesmo sua vocação, não é? Vamos lá!

descubra-quais-sao-as-principais-areas-da-fisioterapia.jpg

Fisioterapia esportiva

Essa é uma área bastante cobiçada, principalmente por aqueles que gostam de futebol. O profissional que decidir trabalhar nesse setor vai ter contato constante com atletas e pode se especializar nos mais diferentes esportes, de acordo com sua preferência.

Essa área é um braço da medicina esportiva, que auxilia nos processos de recuperação e prevenção de possíveis acidentes, tão comuns na prática de exercícios.

O objetivo do profissional é criar uma situação favorável no corpo do atleta para que ele desenvolva suas habilidades com maior facilidade, evitando possíveis lesões durante as atividades.

Com certeza, essa é a área de atuação com que muitos profissionais sonham. Afinal, trabalhar em um ambiente de qualidade como o de um centro esportivo pode ser uma ótima oportunidade!

Aulas de pilates

Durante muito tempo, as aulas de pilates eram ministradas por bailarinos profissionais, tentando curar lesões causadas pela própria prática da dança. O sucesso dessa atividade foi fenomenal, se espalhando rapidamente por todo o mundo.

Em pouco tempo, não só os bailarinos, mas também atletas e pessoas comuns começaram a se interessar por essa prática.

O desejo de relaxar e exercitar o corpo de uma maneira extremamente tranquila chama a atenção do público. Por isso, a atividade precisou ser regulamentada.

No Brasil, os fisioterapeutas e profissionais de educação física foram os considerados aptos a dar aulas de forma profissional. O motivo é o conhecimento adquirido durante sua formação sobre os movimentos do corpo, garantindo a segurança e saúde dos alunos.

A partir daí, passou a ser exigido um curso específico, que é cobrado por academias e estúdios que desejam contratar profissionais.

Baixar ebook

Fisioterapia para reabilitação

Usar os conhecimentos para auxiliar na recuperação de pessoas que sofreram acidentes e precisam ser reabilitadas pode ser considerada a área de atuação mais importante da Fisioterapia.

Se você está pensando em prestar vestibular para Fisioterapia ou já faz o curso, provavelmente se identificou com essa possibilidade, não é mesmo? Afinal, a profissão que cuida dos movimentos do corpo do paciente tem a obrigação de fazer com que eles sejam retomados.

Nessa área de atuação, o conhecimento mais aplicado é o da neurologia. É preciso estimular todos os movimentos do corpo, fazendo com eles sejam retomados aos poucos.

Para alcançar o resultado desejado, o tratamento é baseado em uma série de exercícios específicos para a restauração das funções do corpo. É utilizada principalmente a técnica do alongamento, manobra terapêutica que serve para estimular reestruturação de tecidos que foram prejudicados.

Acupuntura e o equilíbrio do corpo

Mais uma das várias possibilidades de atuação que não surgiram com os profissionais da área de Fisioterapia, mas vêm sendo conquistadas por eles é a acupuntura.

A promessa dada pelos profissionais que atuam nessa atividade é a de mente e corpo equilibrados. Com base nos conhecimentos relativos ao corpo humano, o profissional tem capacidade de tornar o método ainda mais eficaz.

Se você ainda não a conhece, a acupuntura é uma terapia que trabalha com a estimulação do organismo como um todo, a fim de melhorar suas funções naturais. Usando agulhas em pontos específicos, o equilíbrio das funções é alcançado.

A terapia, que surgiu como algo complementar na medicina tradicional chinesa, foi transformada com base na ciência e na medicina tradicional. O resultado é que, a partir de agora, é preciso ser graduado em uma área da saúde para exercer a profissão regularmente. Obviamente, os fisioterapeutas não poderiam ficar de fora.

Terapia intensiva

Fisioterapeutas também precisam lidar com momentos críticos da vida humana, assim como os médicos. Um exemplo disso é o trabalho realizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O trabalho com os movimentos do corpo é extremamente importante para a recuperação do paciente. Por isso, são feitas atividades extremamente complexas, que garantem o gerenciamento do sistema respiratório e ainda otimizam a função ventilatória.

Para que as vias aéreas funcionem adequadamente, é essencial que elas estejam sem secreção e os músculos respiratórios estejam funcionando plenamente. Além disso, é trabalhada a manutenção de funções vitais, para prevenir doenças cardiopulmonares, musculares e circulatórias, reduzindo as chances de complicações futuras.

A importância da especialização nas áreas da Fisioterapia

Como você já deve ter percebido, a Fisioterapia possui uma série de possibilidades, e não vão faltar oportunidades para aqueles que quiserem se aventurar nessa profissão. Entretanto, é preciso se especializar e se capacitar ao máximo para ocupar esses cargos.

Caso ainda não tenha entrado na faculdade, tenha consciência de que, para conquistar a chance de dar aulas, trabalhar como preparador físico ou auxiliando médicos em hospitais, seja qual for sua decisão, será cobrado ter um conhecimento aprofundado no assunto.

Para isso, é preciso se especializar. Há uma série de pós-graduações e cursos extracurriculares a que você pode recorrer para estar à altura do que é demandado desse campo profissional.

Lembre-se de que, quanto maior for seu conhecimento, mais respeitado você será em sua profissão e poderá receber propostas para atuar em diversas áreas. Já a escolha de qual seguir fica a seu critério.

Mais importante do que conhecer as áreas da Fisioterapia em que você vai poder atuar é estar informado sobre aquelas com maior demanda pelo mercado. Dessa forma, você garante uma especialização e uma vaga no mercado de trabalho assim que se formar! Aí fica bem legal, não acha?

Para continuar acompanhando informações como esta, basta curtir nossa página no Facebook. Esperamos você por lá!

Baixar ebook

Fisioterapia

Maria Elma

Maria Elma

Fisioterapeuta. Mestre e Doutora em Modelos de Decisão e Saúde pela UFPB. Possui experiência em Consultora em Metodologia Científica e Bioestatística. Considera-se uma pessoa otimista, alegre e que nunca desiste de realizar os meus sonhos.

MAIS LIDOS