farmácia

Descubra o que um farmacêutico faz

Mariana Brito
03-11-2018 9:54

O balcão de uma farmácia não é o único lugar em que você pode encontrar um farmacêutico, não. Essa profissão oferece uma série de opções de atuação, e, dependendo do perfil, o graduado pode encontrar oportunidades de emprego tanto no comércio quanto na indústria, em órgãos governamentais, laboratórios e próprias universidades. Neste post, falaremos sobre isto: afinal, o que um farmacêutico faz?

No curso universitário, que dura em média 5 anos, o futuro farmacêutico aprenderá os compostos e as substâncias, sejam químicos ou naturais, suas funções e seus efeitos no corpo humano. Aliás, também dominará os princípios do funcionamento do organismo, as doenças que atingem o homem e como tratá-las. Disciplinas como Histologia, Cosmética, Química, Biossegurança, Anatomia e Epidemiologia estão no currículo.

Quer saber mais? Então siga lendo este post!

descubra-o-que-um-farmaceutico-faz

Farmácia clínica e atendimento

A função que vem à mente de quem pensa sobre o que um farmacêutico faz é a do profissional atrás do balcão da farmácia, recebendo receitas e decodificando a letra do médico para identificar os medicamentos receitados. É isso, mas é um pouco mais também.

O farmacêutico clínico e de atendimento tem a responsabilidade de prover os medicamentos recomendados, ajudar com a ministração destes e acompanhar a evolução do tratamento, tirando dúvidas dos pacientes e encaminhando para o bom uso do que foi prescrito.

Além disso, também trabalha junto aos médicos, articulando as necessidades dos pacientes e orientando quanto às melhores opções para cada caso. Ou seja: o farmacêutico nem sempre estará no famoso balcão da farmácia.

Além disso, não podemos nos esquecer: o farmacêutico também pode elaborar fórmulas de remédios e cosméticos manipulados.

Cosmetologia e alimentação

Aquilo que comemos e também o que usamos para higiene e cuidados pessoais precisa ser seguro para consumo humano, certo? E é o farmacêutico quem integrará a equipe de desenvolvimento dos produtos, orientando para o uso de insumos que não tenham efeitos negativos no corpo humano.

Também conseguem produzir itens que ajudam no funcionamento do organismo, como alimentos funcionais e cosméticos inteligentes.

O farmacêutico atuará nas equipes de desenvolvimento de produtos e, também, na produção e fiscalização em empresas do ramo.

acessar material

Meio ambiente

Por seus conhecimentos das composições dos elementos naturais e todos os seus efeitos, o farmacêutico pode trabalhar, também, com a análise do ecossistema – terra, águas e ar – para garantir a segurança e a boa qualidade dele.

Análise laboratorial

Você sabia que o farmacêutico também atua nas equipes de laboratório? Ele está lá para fazer análises toxicológicas, verificar a presença de agentes contaminantes, ou alterações bioquímicas provocadas por medicamentos, alimentação ou outros fatores, e até mesmo biologia molecular e genética, como o teste de paternidade!

Farmacovigilância e biossegurança

O farmacêutico sabe o que faz bem e o que faz mal. Além disso, entende as etapas necessárias para a produção segura dos medicamentos ou produtos farmacêuticos e os riscos de contaminação e as consequências para o corpo humano.

Por isso, pode atuar com a farmacovigilância e a biossegurança da produção e distribuição de medicamentos. Essa área é muito importante, pois é uma questão de saúde pública.

O farmacêutico dessa área poderá trabalhar em órgãos do governo – Vigilância Sanitária, secretarias de saúde, unidades básicas de saúde, hospitais, por exemplo – nas indústrias de fármacos e até nas próprias farmácias. Entre as atribuições, estão a supervisão dos estoques, do transporte, do acondicionamento e do manuseio dos produtos que serão distribuídos à sociedade.

giphy

Gestão

Para os profissionais que tenham um perfil mais voltado para a administração, existe a oportunidade: de trabalhar com a gestão de farmácias, laboratórios e até clínicas de saúde. Um farmacêutico também deve ser capacitado para fazer isso, sim.

Além de dominar as rotinas de produtividade, balanço de caixa, estoque, recursos humanos e tudo mais que envolve a questão administrativa de uma empresa, ter um farmacêutico como gestor é útil para aliar os interesses comerciais com a excelência no atendimento farmacêutico.

É possível ter um "não-farmacêutico" na liderança da equipe. Mas contar com alguém que conheça a área traz resultados muito melhores para o empreendimento.

Pesquisa

Se você tem interesse em novidades do mercado, gosta de estudar novos elementos, tem perfil paciente, diligente e desbravador, a pesquisa farmacêutica pode ser uma opção excelente para a sua carreira.

Os pesquisadores estão na indústria, testando novas fórmulas, de olho nas pesquisas nacionais e internacionais e ajudando a equipe a bolar novas soluções e produtos para colocar no mercado. E estão também na universidade, ajudando a área a evoluir e enxergar novas possibilidades para a farmacologia.

Na universidade, aliás, você pode ter, também, uma oportunidade que, para muitos, é um sonho: a docência. Conciliar uma carreira no mercado com a sala de aula, formando novas gerações de farmacêuticos e de olho nas novidades da pesquisa é possível,sim. Basta empenhar-se — e organizar-se, estudar, esforçar-se – bastante.

Vendas

Por fim, falaremos de uma parte muito importante do mercado farmacêutico: as vendas. O farmacêutico está lá também, fazendo a ponte entre a indústria e a farmácia, entregando aquilo que os pacientes precisam e de olho nas demandas futuras.

É outro profissional que, assim como o gestor, precisa aliar os conhecimentos de uma área completamente diferente da farmacêutica, que é o comércio. O farmacêutico qualifica a venda, ajudando na orientação dos funcionários que venderão o produto, explicando as contraindicações e garantindo que a venda seja segura.

Esses profissionais estão sempre atualizados sobre as principais novidades do mercado e, por isso, devem ter senso de oportunidade aguçado, para compreender as necessidades do mercado e atendê-las com agilidade e excelência.

Agora que você já sabe as múltiplas oportunidades que a carreira de farmacêutico proporciona, é hora de botar a mão na massa, procurar um bom curso de graduação e esforçar-se muito para construir um bom currículo e conseguir inserir-se no mercado o quanto antes.

Se você gostou de saber mais sobre o que um farmacêutico faz, é hora de curtir nossa página no Facebook. Lá, você encontrará todos os conteúdos que produzimos aqui, sobre universidade, pós-graduação e carreiras, sem perder nenhuma atualização!

baixe grátis o infográfico!

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos