ENEM

Descubra como estudar química para o Enem

Mariana Brito
03-09-2018 10:03

Todo mundo tem um ponto forte nos estudos, aquele assunto que é mais fácil de absorver e não causa arrepios. Há outros, porém, que "botam medo". No entanto, na prova do Enem, não tem jeito: é preciso estudar todos os conteúdos para se sair bem. Hoje, vamos dar dicas para aqueles que precisam ter sucesso em uma das matérias mais temidas: saiba como estudar química para o Enem.

Vamos falar sobre os assuntos mais pedidos nas provas e sobre a importância de estudar a química do dia a dia, assim como de fazer mapas mentais dos conteúdos, relacionando-os com assuntos familiares. Eis um dos segredos para sair-se bem.

Também não podemos esquecer como criar uma rotina de estudos, não deixar nada de fora e fazer exercícios de treino, fundamentais para ser bem-sucedido nessa prova. Então, vamos lá?

descubra-como-estudar-quimica-para-o-enem

O que cai na prova de química?

Como o próprio nome diz, as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) exigem conhecimento equivalente a esse nível de ensino, com os conteúdos programáticos do currículo da disciplina previstos pelo Ministério da Educação.

Entre eles, estão:

  • Atomística;
  • Tabela periódica e ligações;
  • Elementos intermoleculares;
  • Conceitos atômico-moleculares;
  • Ácidos e bases, bem como sais e funções inorgânicas;
  • Reações químicas;
  • Soluções;
  • Velocidade da reação química;
  • Estequiometria;
  • Equilíbrio iônico da água;
  • Funções orgânicas;
  • Termoquímica e energia;
  • Equilíbrio químico;
  • Reações orgânicas e polímeros;
  • Oxidação.

Tenha essa lista sempre à mão para conferir se você está estudando todos os conteúdos.

New Call-to-action

Química do dia a dia

As palavras que citamos acima parecem grego para você? Calma! Uma boa dica para compreender melhor os conteúdos de química é buscar a relação dos conceitos da disciplina com a vida real. Olhe ao seu redor: tudo é formado por moléculas e átomos, e boa parte de tudo o que existe no universo tem uma explicação química por trás. Inclusive você. É, o seu corpo é um exemplo de reações químicas.

São átomos de elementos, como o oxigênio e o carbono, que constituem a nossa compleição física. Estudar essas funções relacionando-as com o corpo humano ajuda a memorizá-las.

A liberação de calor na queima de materiais, como borracha, tem a ver com termoquímica. A fabricação de produtos de consumo ensina sobre composições e reações. Enfim, há diversos exemplos nos livros de química para colaborar com a sua preparação. E a memória, é claro.

Entender a química por trás do meio ambiente também colabora para a compreensão dos fenômenos e, por consequência, para a aprendizagem para a prova do Enem. Chuva ácida, camada de ozônio, tratamento de água e até alimentação podem contribuir.

Como estudar química para o Enem?

Agora que você já sabe o que estudar de química para o Enem, é hora de falar sobre como organizar a sua rotina de estudos, processo tão importante quanto. Aqui, não tem jeito: é preciso dedicar muitas horas e atenção ao estudo.

Cada um tem a sua forma de aprender, isso é verdade. Por isso, entre as dicas que passaremos agora, é importante identificar aquela ou aquelas que mais dá certo para você. E, então, basta pegar os livros, apostilas e vídeos e colocar o plano em prática. Falando em plano, vamos começar por ele!

descubra-como-estudar-quimica-para-o-enem

Faça um planejamento e obedeça-o

Funciona assim: você pega um calendário, organiza as suas horas de estudo e separa, entre elas, aquelas que serão dedicadas à química. Depois, pegue aquela lista lá de cima e separa cada tema pelas "horas da química": termodinâmica hoje, reações amanhã, alcalinidade depois, e assim por diante.

Com isso, fica mais fácil não deixar nada para trás, passar por todos os temas sem pular nenhum, e vencer todo o conteúdo. Sem um planejamento, algo pode ficar pelo caminho, não é mesmo?

Faça exercícios

Uma parte do tempo disponível para os estudos deve ser reservada para a solução de exercícios. Eles servem tanto para ajudar a fixar os conteúdos estudados quanto para treinar a leitura e a solução das questões, e também o tempo que você precisará para completar a prova.

Vale tanto fazer os exercícios dos exames anteriores quanto de outras provas de vestibular e os propostos nos livros e apostilas também. Se você encontrar as respostas comentadas, para entender o fundamento da solução, é melhor ainda!

Assistir a aulas, online ou presenciais

Mesmo que você esteja completando o ensino médio, buscar reforço e aprofundamento em aulas extras é interessante.Muitas vezes, é esse detalhe que garante o domínio de um assunto, que é abordado mais superficialmente nas aulas regulares.

Para isso, você tem algumas opções. Pode procurar aulas online, em cursos de boa qualidade e reconhecimento, e também pode lançar mão de um cursinho presencial. Cada modalidade tem seus prós e contras: a EAD é mais flexível, mas pode não ser tão eficaz se você não tem facilidade de organização.

As aulas presenciais, por sua vez, demandam mais tempo, exigem deslocamento, mas, por outro lado, proporcionam o contato com os colegas, a solução de dúvidas na hora, entre outras vantagens. Então, você precisa comparar as características de ambos para decidir.

Fazer mapas mentais

Por fim, uma dica rápida: faça mapas mentais, associando os conteúdos estudados com atalhos fáceis de serem memorizados, como letras, cores e palavras. Esse truque é infalível para lembrar aquele detalhe, aquela regrinha ou aquela fórmula que insiste em se esconder na memória.

Além disso, tenha em mente que os conteúdos de química são apenas uma disciplina entre as diversas exigidas pelo Enem. São 45 questões apenas na prova de Ciências Naturais, que exigirá o conhecimento da matéria. O Enem ainda tem as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Matemática. Ah, claro, sem esquecer dela: a redação.

Portanto, não esqueça que é importante obter um desempenho harmônico. Nada de estudar só química e deixar o resto de lado! Uma média alta contribui para uma melhor colocação em seleções, como ProUni ou Sisu.

E agora que você já sabe como estudar química para o Enem, que tal curtir nossa página no Facebook? Lá, você encontrará diversos conteúdos sobre educação, carreira, preparação para vestibular e estudos!

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos