Gestao Ambiental

Descubra como é a grade curricular de gestão ambiental

Mariana Brito
07-11-2018 7:04

A grade curricular de Gestão Ambiental proporciona uma formação múltipla, que contempla tanto os conhecimentos técnicos da área, quanto competências administrativas. Em resumo, esse é o perfil da graduação universitária cada vez mais demandada pelo mercado. Mas você conhece, em detalhes, a organização de disciplinas que formam o currículo?

O curso — seja tecnólogo, seja bacharelado —, forma os profissionais que irão atuar nos projetos ambientais de entidades privadas ou de interesse público. O desafio é produzir sem agredir o meio ambiente, e para isso, é preciso muito estudo da natureza e de estratégias de gestão. Neste post, vamos destrinchar o assunto. Quer entender melhor? Acompanhe!

descubra-como-e-a-grade-curricular-de-gestao-ambiental

O que é o curso de Gestão Ambiental e para que serve?

Oferecido em diversas universidades do país, essa graduação pode ser feita como bacharelado — mais extenso, com duração de quatro anos — e como tecnólogo — com currículo mais enxuto, cursado em dois anos. Depois de formado, o gestor ambiental vai atuar em empresas, órgãos e entidades, para garantir que as atividades desenvolvidas não agridam o meio ambiente.

O graduado é especialista no manejo correto dos recursos naturais envolvidos nos processos empresariais e industriais, assim como na compensação de eventuais danos decorridos da produção. Dessa maneira, evita desastres ecológicos na localidade do empreendimento que o contratou. Para tanto, a graduação é baseada em dois eixos: meio ambiente e gestão.

Quais são as principais disciplinas sobre o meio ambiente?

Para que profissional consiga identificar qual é melhor forma de administrar os recursos naturais em uma atividade empresarial, precisa ter conhecimentos aprofundados sobre a natureza, sua composição e as melhores formas de manuseá-la. Conheça as principais disciplinas desse eixo!

Geoprocessamento

Essa matéria foca no estudo dos solos e das superfícies, para a manipulação correta em produções industriais e agrícolas. A exploração desmedida do solo pode levar à infertilidade e improdutibilidade, portanto, é um dos aspectos mais importantes de estudo ambiental. Nas aulas de geoprocessamento, o futuro profissional aprenderá a medir, analisar, conservar e melhorar o terreno em que atuará.

Baixar ebook

Gestão de recursos hídricos

Aqui, o estudante irá aprender sobre os mananciais de água disponíveis no Brasil — riqueza fundamental e que precisa ser bem manejada para que não haja escassez. Nosso país é marcado por grandes bacias hidrográficas, porém, devido aos problemas de saneamento e conservação, tem águas poluídas.

O desafio do gestor ambiental, no que diz respeito aos recursos hídricos, é minimizar esse cenário. Assim, ele garante que as atividades não contribuam para a deterioração das águas. É preciso estudar, portanto:

  • As propriedades químicas da água;

  • Suas principais características;

  • As reações mais comuns com outros elementos;

  • O processo de poluição hídrica etc.

Direito ambiental

É hora de entender as legislações brasileiras e internacionais relativas à conservação do meio ambiente, considerado bem público a ser conservado, sob pena de sanções tanto civis quanto criminais. O gestor ambiental precisa entender as normas que versam sobre os recursos naturais e as infrações passíveis aos que as desrespeitam.

Gestão de resíduos sólidos

Essa é uma das disciplinas mais relevantes da área. Isso porque grande parte da atividade industrial produz resíduos que, se despejados na natureza incorretamente, causam impactos negativos. As consequências do descarte irresponsável vão desde a disseminação de doenças até a contaminação dos solos e mananciais — o que deve ser evitado a todo custo.

Dessa forma, o estudante irá aprender a melhor forma de recolher, transportar e descartar o lixo produzido com as atividades de uma empresa, sem causar danos à natureza. Também fazem parte dessa disciplina:

  • As possibilidades de reciclagem;

  • O manejo de aterros sanitários;

  • As campanhas de conscientização;

  • O descarte correto etc.

Educação ambiental

Disseminar conhecimento sobre sustentabilidade e orientar diferentes públicos sobre as condutas ambientalmente corretas — essas são importantes atribuições de empresas e entidades cuja presença impactam o meio ambiente. É por isso que essa disciplina está no currículo.

Também é atribuição do gestor ambiental o planejamento de ações de educação — internos e externos. O principal objetivo dessa atuação é promover o pensamento sustentável e incentivar as boas práticas, como:

  • A separação do lixo;

  • O não desperdício de água;

  • A economia de energia;

  • A manutenção de áreas verdes etc.

giphy

E as disciplinas de gestão?

O conhecimento sobre o meio ambiente deve ser conciliado com a visão administrativa e estratégica do local de atuação, já que cada atividade precisa estar alinhada ao projeto e ao perfil da entidade ou empresa. Por isso, o estudante também tem disciplinas relacionadas à gestão. Veja!

Comunicação empresarial

Para agregar valor à marca e não deixar dúvidas sobre o comprometimento da empresa em relação ao meio ambiente, ações de comunicação empresarial são bem-vindas. Elas devem mirar o público interno, externo e parceiros. Para tanto, o aluno aprende a traçar campanhas de informação em diversas mídias e formatos. Elas são empregadas para dar publicidade às ações sustentáveis.

Administração e Direito

Duas disciplinas separadas, mas que constituem a base da gestão necessária para o trabalho do gestor ambiental. Para atuar estrategicamente, o profissional precisa compreender os mecanismos produtivos, as melhores formas de empregar os conceitos administrativos e os limites da lei no que se refere ao manejo dos recursos naturais.

Matemática financeira

Meio ambiente também diz respeito às finanças — implementar ações de sustentabilidade tem seu custo. Por outro lado, proporciona economia também. O gestor ambiental deve ter cada cifra na ponta do lápis, a fim de promover ações que beneficiem meio ambiente e empresa. Para isso, é preciso ter conhecimento sobre matemática financeira, incluindo assuntos como:

  • Cálculos diversos;

  • Impostos;

  • Fluxos de caixa;

  • Lucros e dividendos;

  • Juros e alíquotas;

  • Investimentos etc.

Como escolher entre o curso tecnólogo ou bacharelado?

As disciplinas que apresentamos acima compõem a base dos currículos. Elas costumam ser contempladas em todos os cursos, mesmo levando em conta que as grades variam um pouco de acordo com a universidade escolhida. Fazem parte, portanto, do bacharelado e também do tecnólogo, com a principal diferença de que as duas modalidades abordam os temas com amplitude diferente.

O bacharelado costuma aprofundar mais os assuntos. Como o viés teórico é mais forte, essa é a opção mais interessante para aqueles que desejam desenvolver pesquisas científicas. Já nos cursos tecnólogos, a tendência é uma abordagem direta e prática, por isso, é perfeito para quem deseja focar sua atuação no mercado de trabalho.

Seja qual for a sua opção, vale a pena observar a grade curricular de Gestão Ambiental antes de efetivar uma matrícula. Na hora de escolher a universidade em que você irá cursar, isso é fundamental para garantir uma formação completa e de qualidade. Por isso, certifique-se de que as disciplinas que dão base ao curso estejam presentes.

Se você gostou do conteúdo, que tal seguir nossas redes sociais? Mantenha-se atualizado sobre tudo que publicamos — estamos no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos