Logistica

Descubra as principais tendências da logística em 2018

Mariana Brito
02-03-2018 5:50

Pensando em graduar-se na área de logística em 2018? Antes de tudo, saiba que esta é uma excelente alternativa, visto que o setor tem um importante papel estratégico dentro das empresas.

Outro ponto interessante, o qual torna a logística ainda mais atrativa, é a inovação. Na medida em que a tecnologia e as demandas do mercado se alteram, a área se desenvolve com novas soluções.

Você sabia, por exemplo, que um modelo de entregas por meio de drones já está sendo utilizado no mundo? Demais, não acha?

Neste artigo, falaremos sobre as principais tendências da logística que tornarão sua jornada mais empolgante — ou o convencerão de que está cogitando o ramo certo. Vamos lá?

descubra-as-principais-tendencias-da-logistica-em-2018.jpg

Drone Delivery (entrega por drones)

Já que o Drone Delivery foi um pequeno spoiler que demos na introdução, que tal começarmos por essa inovação e mantermos o mistério quanto às demais? É o que faremos!

Imaginemos que um rapaz chamado Wally, residente na cidade de São Paulo — cujo trânsito é, digamos... “Movimentado” —, esteja faminto e peça uma pizza.

Sua pizzaria favorita fica a 15 quilômetros de sua casa. Portanto, a entrega pode demandar um tempo que sua fome, aparentemente, não pode esperar.

No entanto, a pizzaria não depende apenas dos motoboys para fazer entregas. Logo, para que a pizza de Wally não esfrie, ela incumbe a tarefa de entrega a um de seus drones.

Embora Wally seja fictício, o drone que entrega pizzas já é uma realidade em países como Nova Zelândia, Alemanha e Holanda (ainda que esteja em fase de experimentos).

A Amazon tem investido na tecnologia em larga escala. Conforme a própria empresa nos mostra em seus vídeos promocionais, a entrega via drones é uma modalidade prestes a ficar à disposição do cliente.

O prazo para que a encomenda esteja nas mãos do cliente é significativamente reduzido, pois o drone consegue pegar atalhos como ninguém. Os próprios custos acabam saindo menores para a empresa.

Baixar o Guia do SAP

Entrega antecipada

Falando na Amazon, a segunda das principais tendências da logística a serem abordadas só denota a expertise em inovação da empresa: a entrega antecipada. O objetivo do método de entrega antecipada é, justamente, trazer agilidade ao processo sem que a companhia sofra prejuízos com a logística.

Em poucas palavras, o produto deve estar perto de sua casa antes mesmo que seja feito o pedido. Oras, como assim? Nem pediu e já está em transporte?

Ao compreendermos o funcionamento, percebemos que a estratégia está muito ligada a conceitos de marketing e de satisfação do cliente. Tudo começa pela coleta e análise de dados dos consumidores que acessam o site. Leva-se em conta:

  • O tempo que o usuário passou dentro de determinada página;
  • As ações dentro do site (se aproximou de fazer o pedido, clicou nas fotos, passou um tempo lendo as especificações etc.);
  • A quantidade de vezes que a página do produto foi acessada, entre outras ações que fazem do usuário um potencial comprador.

Quando o interesse é detectado, o produto sai do estoque e é encaminhado para o centro de transportes (hub, do inglês) mais próximo daquele consumidor. Dessa maneira, o item, que levaria dias para chegar, seria entregue em poucas horas após a finalização do pedido.

Mas o que acontece se a compra nunca for realizada? Nesse caso, a empresa verifica onde está o potencial comprador mais próximo e transporta o produto para o hub apropriado.

Impressão 3D

A evolução das impressoras 3D tem gerado resultados e expectativas que chegam a nos deixar atônitos, pensando no quanto a tecnologia se encontra avançada.

Já existe, por exemplo, uma impressora que constrói casas em condições climáticas adversas, em um curto espaço de tempo, com baixo custo e tudo mais, conforme este vídeo da Apis Cor nos mostra. Nele, a equipe levou 24 horas para construir uma casa de 38 m², pelo custo de apenas 10 mil dólares.

Sendo possível construir uma casa, o que dizer de objetos de estrutura padrão, como peças de automóveis? É um processo rápido, com baixo custo e extremamente vantajoso para montadoras.

A Mercedes-Benz utiliza a impressão 3D nesse sentido, de maneira que peças de reposição possam ser confeccionadas, entregues e instaladas no serviço autorizado mais próximo do cliente.

Não há dúvidas de que a tecnologia é uma excelente aliada para evitar atrasos, reduzir gastos — economizando com estoque de produtos, manutenção de frota, combustível, frete etc. — e, assim, tornar a logística da empresa muito mais eficiente.

descubra-as-principais-tendencias-da-logistica-em-2018.gif

Internet das Coisas

Também conhecida pelo acrônimo IoT (Internet of Things, do inglês), a Internet das Coisas é outro reflexo do quanto a tecnologia vem se tornando uma alternativa viável para dar um upgrade nos processos.

Basicamente, a IoT consiste em aplicar sensores nos mais diversos tipos de itens (eletrodomésticos, máquinas, dispositivos e tudo o que possa ser conduzido eletronicamente), permitindo que sejam controlados via internet por meio de aparelhos — smartphones, por exemplo.

A Internet das Coisas pode impactar o ambiente de logística de vários modos. O galpão passa a ter:

  • Sistema de ventilação inteligente;
  • Inventários calculados em tempo real;
  • Informações sobre as condições de temperatura e umidade;
  • Notificações de manutenção nas máquinas;
  • Alertas a pedestres.

Para termos uma noção de como a tendência é forte, a estimativa é de que a IoT movimente, em todo o globo, cerca de 8 trilhões de dólares na próxima década, de acordo com um relatório elaborado pela DHL em parecia com a Cisco Consulting Services.

Produção compartilhada

Dentre as tendências da logística para 2018, a produção compartilhada fecha a nossa lista como a “menos tecnológica”. Isso porque ela está mais atrelada a negócios do que a ferramentas.

A produção compartilhada, como o próprio nome diz, consiste em parcerias entre empresas que têm necessidades em comum. Vamos a um breve exemplo?

A Companhia X não tem recursos suficientes para atender à crescente demanda de produção. Do outro lado, existe a Companhia Y, que apresenta uma quantidade de equipamentos ociosos.

Tendo em vista evitar a perda de clientes, a Companhia X entra em negociação com a Y para unir forças, ou seja, solicitar a fabricação dos produtos por meio das máquinas ociosas. Isso vai gerar lucros para ambos os lados.

Podemos observar que certas tendências da logística exigem versatilidade do profissional da área. Afinal, é necessário que se saiba avaliar todos os aspectos da parceria para assegurar que o negócio seja benéfico à empresa.

Está gostando de nossos conteúdos? Então, curta a nossa página no Facebook para acessar as próximas novidades em sua timeline!

Baixar Guia do SAP

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos