BLOG DA GRADUAÇÃO

Descubra agora o que faz um cientista da computação

Ciência da computação: você já deve ter ouvido bastante falar dessa carreira. Afinal, sua mãe, sua tia, e até o seu cachorro já devem ter dito que você deveria trabalhar com computadores e tecnologia, que é isso que está em alta e que dá dinheiro, não é?

Mas, afinal, você sabe mesmo o que faz um cientista da computação? De fato, a gama de atividades que podem ser executadas por esse profissional é extensa. Por isso, é possível aproveitar suas demais habilidades para incrementar sua atuação na área.

O primeiro aspecto a ser destacado é o fato de o trabalho ser realizado principalmente por meio dos softwares, em vez de hardwares. Sim: é preciso um extenso conhecimento de hardwares, mas o objetivo do curso de ciência da computação não é a criação ou montagem de máquinas. Isso é tarefa para o engenheiro da computação.

O cientista da computação, por sua vez, trabalhará com os softwares e as soluções que utilizam essas máquinas para solucionar problemas do dia a dia. Então, quer saber, de uma vez por todas, tudo sobre essa área de atuação? Continue lendo o nosso post!

descubra-agora-o-que-faz-um-cientista-da-computacao.jpg

O que faz um cientista da computação?

Se optar pela ciência da computação, você poderá trabalhar em diversas frentes. A área é bastante ampla e, praticamente, qualquer grande empresa precisa da atuação desse profissional hoje em dia. Vejamos algumas possibilidades:

  • Desenvolvimento de algoritmos;
  • Estrutura, desenvolvimento e design de dados;
  • Engenharia de software;
  • Teoria da informação;
  • Gerenciamento de bancos de dados;
  • Análise numérica;
  • Pesquisa operacional;
  • Computação gráfica;
  • Robótica e linguagem natural.

Além de trabalhar em negócios, você ainda pode prestar os vários concursos públicos lançados todos os anos, iniciar seu próprio empreendimento com uma startup ou trabalhar como freelancer. Desse modo, é possível moldar a sua atuação profissional de acordo com seu perfil e nível de satisfação.

E é justamente por isso que jovens como você escolhem ser cientistas da computação. Ao contrário do que pensavam seus pais, para você a estabilidade vem em segundo plano. Afinal, você veio ao mundo para colocar seus sonhos em prática, certo?

Quais são as principais áreas da Ciência da Computação?

Agora, falaremos de algumas dessas áreas com mais detalhes, para ilustrá-las melhor:

1. Engenharia de software

Grande parte dos estudantes se especializam nessa área. E ela é mesmo fantástica, pois te permitirá criar soluções tecnológicas únicas, que solucionam problemas do dia a dia de pessoas e de empresas.

Nela, você vai empregar a linguagem da computação — os algoritmos — para criar objetos virtuais, como aplicativos e softwares para PC. Para se ter uma ideia, praticamente todos os seus programas no computador foram desenvolvidos por um cientista da computação: Google Chrome, Pacote Office, Skype etc.

Baixar ebook

2. Linguagem natural e robótica

Conhece a Siri do sistema iOS dos iPhones? Ou, então, utiliza os recursos de voz do Android? Em ambos os casos, você está lidando com a área da linguagem natural, que estuda como os computadores e softwares podem compreender a voz humana, dando respostas adequadas e mais próximas da nossa linguagem.

É assim também que robôs, cada vez mais avançados, serão capazes de entender nossas necessidades. Afinal, não é uma questão de entender somente as palavras, mas também de compreender as emoções e nuances — como a ironia e o sarcasmo, por exemplo.

Assim, como profissional, você terá de entender como se dá o processamento de informações nos componentes do computador e criar soluções voltadas para cada necessidade do seu cliente.

3. Pesquisa operacional

Se você tem um perfil mais gerencial e gosta de organizar as finanças e tomar decisões importantes, poderá se dar muito bem com a pesquisa operacional.

Hoje em dia, as empresas preferem decisões baseadas em modelos numéricos e matemáticos, pois são mais seguras. E a ciência da computação aplicada à pesquisa operacional automatiza todo esse processo.

Com ela, nós podemos criar modelos computacionais que simulam o ambiente empresarial, o cenário econômico e a saúde financeira da empresa. Dessa forma, o gestor poderá saber qual será o impacto de determinada decisão antes mesmo de tomá-la.

4. Gerenciamento de bancos de dados

Sem dúvida, esta é a área para quem é fascinado com a quantidade de informação que passa pela internet e outros sistemas computacionais. Atualmente, todas as empresas mantêm grandes bancos de dados para armazenar as informações de seus clientes, e precisam organizá-los para uma visualização fácil e rápida.

Imagine, por exemplo, uma empresa com mais de 10000 clientes. Como ela é capaz de atender cada um deles de forma personalizada? Simples: por meio dos bancos de dados bem estruturados.

Então, se você gostaria de aprimorar o atendimento aos usuários e a eficiência das empresas, esta área é ideal para você.

ciencia-da-computacao.gif

5. Suporte técnico

Se você, por outro lado, prefere o contato direto com as pessoas, e pensava que isso não era possível como cientista da computação, saiba que está enganado. Os profissionais que atuam na área de suporte técnico interagem constantemente com seus clientes.

Eles podem tirar dúvidas, solucionar problemas e otimizar a experiência de usuários de sistemas operacionais. Então, se esse é o seu interesse, você poderá conversar com eles para saber suas expectativas e suas frustrações.

Para isso, no entanto, é necessária bastante empatia, habilidade comunicativa, conhecimento técnico e vontade de ajuda. E vale frisar que profissionais com esse perfil estão em falta no mercado da computação — o que pode ser uma oportunidade.

6. Negócio próprio

Por fim, se, com seu espírito empreendedor, a inovação é o caminho inevitável invista na ciência da computação! Inspire-se em nomes como Mark Zuckerberg, Steve Jobs e Bill Gates, e se torne o próximo bilionário do ramo da tecnologia. O que não falta é oportunidade; basta ter criatividade para criar uma solução única para os usuários.

É por esse motivo, aliás, que as startups de tecnologia estão em alta: o mercado é amplo o suficiente para acomodar todo mundo com uma ideia útil e única. Mas, atenção: nesse caso, você vai ter que investir também em outras habilidades do mundo dos negócios, como finanças e marketing.

Enfim, entendeu bem o que faz um cientista da computação? Então, sua mãe, sua tia e seu cachorro estavam, ou não estavam certos?

Se você tem aptidão e gosta da área de tecnologia e matemática, você vai amar o curso. Com certeza, você garantirá um futuro brilhante e cheio de opções — o que é raro na maior parte das demais carreiras.

E aí, gostou do texto? Quer ler mais dicas sensacionais a respeito das carreiras disponíveis para o seu futuro profissional? Então, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e receba nossas atualizações em primeira mão!

Baixar ebook

Ciencia da Computacao

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.