BLOG DA GRADUAÇÃO

Conheça o campo de trabalho do gestor financeiro

É inevitável, hoje em dia, falar sobre Gestão Financeira e não mencionar a crise econômica que assola o Brasil e o mundo. E é nesse momento que, muitas vezes, abrimos mão de enxergar as coisas por um ângulo diferente e ver, por exemplo, as oportunidades que uma crise financeira pode trazer para o mercado.

Jorge Paulo Lemann, sócio do 3G Capital, disse, em agosto de 2015, ao comentar sobre a crise econômica, que “os empreendedores irão salvar o Brasil”. De fato, boas ideias, trabalho duro e geração de emprego são fatores fundamentais para que a economia no país volte a crescer. Porém, sem um planejamento financeiro adequado, as empresas não conseguem se manter sustentáveis e fecham as portas antes mesmo de completarem 5 anos de vida. O gestor financeiro, nesse sentido, é um dos profissionais que ganham ainda mais destaque nesse cenário econômico instável.

gestor financeiro

Quer saber um pouco mais sobre o mercado de Gestão Financeira e conhecer o universo de oportunidades que essa profissão ganha cada vez mais? Então acompanhe o post na íntegra!

Onde o gestor financeiro pode atuar?

Saber o momento certo de investir, avaliar os riscos do mercado, evitar gastos desnecessários, gerenciar o capital de giro e manter as contas equilibradas são apenas alguma das atribuições de quem possui graduação em Gestão Financeira e fazem total diferença na vida de qualquer organização.

Você pode estar se perguntando quais empresas precisam ter esse tipo de profissional em seu plantel, certo? A resposta é bem simples: todas. Indústrias, comércios, empresas públicas, agências, sejam elas pequenas, médias ou grandes, e de qualquer setor de atuação. Se a instituição depende de recursos monetários para se manter e crescer, ela, consequentemente precisa de um setor financeiro e um gestor responsável.

Quais são as possibilidades de carreira de um gestor financeiro?

Este setor é composto por vários cargos, cada um com uma função diferente de acordo com a necessidade da empresa na qual ele pertence. Falaremos sobre alguns deles abaixo.

  • Analista Financeiro: é o responsável pelo planejamento da rotina financeira da instituição. É papel dele estar por dentro de todo fluxo do setor, como pagamentos e recebimentos efetuados, por exemplo. Com esses dados, esse profissional consegue apontar as melhorias a se fazer no que diz respeito ao aspecto econômico da empresa.
  • Analista de Crédito e Cobrança: é o profissional responsável por fazer o meio campo entre instituições bancárias e os clientes de uma empresa. O analista de crédito acompanha, em parceria com os bancos, os limites de créditos, o envio de notas fiscais, os contratos e a emissão de boletos.
  • Analista de Investimentos: analisa e viabiliza projetos financeiros, além de mapear o mercado com o objetivo de melhorar as ações e identificar oportunidades de negócios para a empresa.

As vantagens competitivas do tecnólogo em Gestão Financeira - UNIPE

  • Analista de Tesouraria: é o responsável por todas as entradas e saídas de dinheiro de uma instituição. É ele quem gera os relatórios diários para que seja possível assegurar que as ações do departamento financeiro estão dentro do planejado.
  • Assistente Financeiro: auxilia de maneira sistemática os processos do departamento financeiro. Sua função é documentar e gerar relatórios sobre todas as transações realizadas.
  • Controller: este é um cargo mais estratégico e que vem ganhando força agora no Brasil. O seu principal objetivo é direcionar de forma orquestrada as atividades de controladoria, gestão e, claro, de finanças.
  • Gerente de Contas: serve de ponte entre a instituição e seus públicos no que diz respeito aos contratos financeiros. Ele é responsável por elaborar e gerenciar as melhores soluções para que o fluxo financeiro da empresa funcione perfeitamente.
  • Orçamentista: seu papel é garantir que a empresa contrate os melhores fornecedores. Para tal, ele cota os preços de produtos, verifica e registra a documentação necessária para em seguida elaborar planilhas com os dados do que foi cotado e comprado.

Além dessas, há várias outras funções nas quais os profissionais formados em Gestão Financeira podem atuar dentro das empresas. É possível, ainda, montar um escritório próprio e oferecer serviços como consultoria financeira, consultoria de controladoria ou consultoria de auditoria para vários clientes.

Este mercado é extremamente amplo e todos os cargos possuem papel determinante na missão de manter as contas equilibradas de uma organização.

E você, se identificou com alguma profissão? Tem habilidades para gerenciar contas e identificar os melhores investimentos? Já pensou em fazer o curso de Gestão Financeira? Compartilhe e comente o post!

As vantagens competitivas do tecnólogo em Gestão Financeira - UNIPE

Gestao Financeira

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.