Educacao Fisica

Conheça mais sobre a história da educação física

Mariana Brito
21-09-2018 6:44

Quando você pensa em educação física o que lhe vem à mente? Saúde ou estética podem ser as primeiras palavras a surgirem na sua cabeça. Hoje em dia, todo mundo sabe a importância da prática de exercícios para ter uma vida saudável e contam com a ajuda dos profissionais da área. No entanto, nem sempre foi assim. A história da educação física remete a tempos remotos, mas até chegarmos aos dias atuais foram muitas transformações, lutas e conquistas.

Os relatos mais antigos sobre a prática física se remetem a pré-história, quando o objetivo de ter um físico mais forte era uma questão de proteção e sobrevivência. A educação física foi acompanhando as mudanças das diferentes épocas até chegar ao que é hoje, e sempre se transformou de acordo com os sistemas políticos, sociais, econômicos e científicos das sociedades.

É fascinante descobrir e entender como se deu a evolução de uma profissão, pois o conhecimento amplia a nossa visão. Um profissional interessado e bem informado sobre a sua área de atuação tende a se destacar no mercado e conseguir avançar na carreira. Continue lendo o texto até o fim e conheça mais sobre a história da educação física!

conheca-mais-sobre-a-historia-da-educacao-fisica

Como surgiu a educação física

As raízes dos exercícios físicos aparecem nas civilizações primitivas e seus objetivos eram relacionados a grandes causas humanas: luta pela existência, ritos e cultos, preparação para a guerra, jogos e práticas atléticas. O homem primitivo realizava movimentos naturais e assim se exercitava: subindo em uma árvore para apanhar frutos, construindo ferramentas com pedras, caminhando e correndo para caçar.

Os registros da prática da educação física em si demoraram para aparecer. No Oriente, países como a China e Índia tiveram um importante papel em sua origem. Os chineses praticavam exercícios físicos relacionados à preparação para a guerra, mas também ao uso terapêutico e higiênico.

Para os indianos, eles faziam parte da doutrina de vida e estavam sempre alinhados à espiritualidade. O foco era fisiológico e espiritual ao mesmo tempo, como no Yoga, que ainda adicionava técnicas de respiração e massoterapia. Buda já dizia que a educação física é o caminho da energia física e está atrelada à bondade e pureza de sentimentos.

Os Japoneses buscavam fundamentos diversos para a prática de exercícios físicos — na medicina, filosofia, moral, religião e também na guerra. No Egito antigo, a ginástica estava relacionada à força, equilíbrio, flexibilidade e resistência. Nas paredes de tumbas antigas foram encontradas pinturas que faziam alusão à prática de exercícios físicos.

Baixar ebook

Grécia antiga, o berço da história da educação física

A Grécia foi a civilização que mais contribuiu para a educação física. Berço de grandes pensadores, artistas e filósofos, o corpo aliado à beleza e estética tinham muito valor. O conceito de equilíbrio entre corpo e mente como uma busca humana fundamental foi proposto por Platão.

Alguns termos muito usados nos dias de hoje por educadores físicos, como halteres, atleta, ginástica e pentatlo tem origem grega. Depois, Roma absorveu todo esse conhecimento e história, mas seu olhar sobre a educação física era mais como um esporte prático e utilitário, que servia à guerra. Foi lá que surgiu a expressão 'Mente sana in Corpore sano'.

As transformações da educação física até os dias de hoje

Na idade média, o culto ao corpo era um pecado, por conta da influência do Cristianismo. Isso fez com que a educação física enfrentasse uma decadência, tendo lugar apenas nos torneiros sangrentos daquela época. Já no Renascimento, ela experimenta um salto, com a valorização da beleza do corpo e da cultura física. Leonardo da Vinci foi um grande representante dessa ideia.

Um grande marco na história da educação física se deu em 1423, quando Vitorino da Feltre, humanista e pedagogo, a introduziu nas escolas. Na época do Iluminismo novas ideias foram apresentadas à sociedade e a educação física foi inserida na educação infantil. Pestalozzi foi o primeiro educador a atentar para o fato de que uma execução perfeita levava aos objetivos pretendidos.

Na contemporaneidade, a ginástica localizada começa a surgir graças às escolas alemãs, suecas, francesas e inglesas. A Alemanha deu grande ênfase à ginástica como prática militar; a Suécia às pesquisas científicas; já a França preconizava o método naturalista; e a Inglaterra sistematizou as regras de jogos e esportes, tanto que foi a criadora de vários deles, como o futebol e o rúgbi.

giphy

A educação física no Brasil

Após todas essas transformações ao longo da história da educação física, ela vem sendo cada vez mais estudada, organizada e reconhecida, ganhando espaço e cunho científico, indispensável para a sua evolução. No Brasil, há uma história de lutas e conquistas que culminaram na regulamentação da profissão.

O processo teve início nos anos 40, quando profissionais, preocupados com o crescente número de educadores não habilitados exercendo a profissão, iniciaram um movimento em direção à sua regulamentação. O movimento nacional pela regulamentação do profissional de educação física iniciou em 1995 e culminou com o sucesso de seus objetivos em 1998, quando a profissão foi finalmente regulamentada.

Até a década de 50, a educação física era voltada para a área médica e militar, que a via como uma forma de aprimoramento da raça e ajudava a criar homens fortes e saudáveis. Naquela época, o Brasil importava sistemas de ginástica de países como Alemanha, Suécia e França. Na década de 70, com o boom do nacionalismo, o governo passou a obrigar a educação física no ensino fundamental e médio.

Atualmente, a educação física é obrigatória nas escolas, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais. Com o surgimento de novas propostas pedagógicas, a disciplina pôde se integrar a elas respaldada pela atual Lei de Diretrizes e Bases. Fora das escolas, o esporte é visto como negócio, diante do culto ao corpo perfeito que nossa sociedade vive. É por conta disso que multiplicam-se o número de academias com essa promessa.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história da educação física, já pode ter mais base para saber se essa é uma opção de curso superior para você. Se quiser saber mais, curta nossa página no Facebook e acompanhe as últimas notícias e novidades sobre a educação física.

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos